FIT BH 2022: Peças internacionais marcam Festival de Teatro de Belo Horizonte

Por ÁTILA MORENO*
Enviado especial a Belo Horizonte

“Sou do Mundo, sou Minas Gerais”, o verso da canção Para Lennon e McCartney, imortalizada por Milton Nascimento, se encaixa com perfeição na 15ª edição do FIT-BH (Festival Internacional de Teatro, Palco e Rua de Belo Horizonte), realizado entre 5 e 11 de novembro na capital mineira. Foram mais de 30 espetáculos, muitos dos quais internacionais, com foco especial para a América Latina, nesta edição que celebrou as raízes negras e indígenas. Surgido em 1994, o FIT BH, realizado pela Secretaria de Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte e Fundação Municipal de Cultura, é um dos principais eventos cênicos do país. O Blog do Arcanjo mostra a seguir as imagens de peças internacionais que marcaram esta edição do evento.

Leia também: Abertura do FIT-BH resgata importância negra e indígena

Saiba tudo sobre o FIT-BH

Grupo Teatro Morro Encena e o artista Tiziano Cruz no espetáculo Solilóquio, da Argentina. Foto: Alexandre Guzanshe – Divulgação – Blog do Arcanjo

FIT BH 2022: O argentino Tiziano Cruz performa em Solilóquio que questiona a condição dos imigrantes – Foto: Alexandre Guzanshe – Divulgação – Blog do Arcanjo

FIT BH 2022: Solilóquio retrata a cultura tradicional de vários artistas que vivem nas periferias urbanas. Foto: Alexandre Guzanshe – Divulgação – Blog do Arcanjo

O mexicano Gabino Rodriguez vive o operário Santiago Ramirez, no espetáculo Tijuana – Foto: Festival Escenas Do Cambio – Divulgação – Blog do Arcanjo

”Tijuana” expõe a situação precária dos trabalhadores numa fábrica de tijolos, no México – Foto: Festival Escenas Do Cambio Divulgação – Blog do Arcanjo

FIT BH 2022: Trewa é um documentário cênico etnográfico inspirado na morte de Macarena Valdés, que morreu em 2016, em Tranguil, no sul do Chile – Foto: Festival Sens Interdits 2021 – Divulgação – Blog do Arcanjo

FIT BH 2022: Trewa traz também referência aos atos de violência contra o jovem Brandon Huentecol e na investigação: “A interculturalidade e o espectro da traição”, da antropóloga Helene Risor – Foto: Festival Sens Interdits 2021 Divulgação – Blog do Arcanjo

FIT BH 2022: Em meio ao frio e à neve, parentes e amigos de Macarena Valdés têm a missão conseguir a decisão para exumar seu corpo e ir em busca da verdade e justiça – Foto: Festival Sens Interdits 2021 – Divulgação – Blog do Arcanjo

FIT BH 2022: Companhia chilena Kimvn, no espetáculo Trewa – Foto: Festival Sens Interdits 2021 Divulgação – Blog do Arcanjo

FIT BH 2022: Fuego Rojo é uma produção do Colectivo La Patogallina, um dos grupos que são referência de teatro de rua no Chile – Foto: Cristian Vidal Divulgação – Blog do Arcanjo

*Átila Moreno é jornalista e apaixonado por cultura, sobretudo filmes, séries e peças de teatro. É diretor e editor-chefe do site atilaouno.com.br e cofundador do canal Mooveola. Bacharel em Comunicação Social – Jornalismo pelo UNI-BH, é pós-graduado em Produção e Crítica Cultural pela PUC-Minas. Colabora com o Blog do Arcanjo desde 2012.
Siga @atilaouno.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP