Studio3 Cia de Dança mergulha em Fernando Pessoa em Pessoa(s) no Masp Auditório

As apresentações acontecem dias 22 e 23 de julho com entrada gratuita - Foto: Leandro Menezes – Blog do Arcanjo
As apresentações acontecem dias 22 e 23 de julho com entrada gratuita – Foto: Leandro Menezes – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Admiradores do poeta português Fernando Pessoa, não podem perder o espetáculo Pessoa(s), que a Studio3 Cia. de Dança traz a São Paulo. Com entrada franca, as duas apresentações acontecem nesta sexta e sábado, dias 22 e 23 de julho, respectivamente, no Masp Auditório, região da Avenida Paulista.

Vale destacar que o projeto não tem pretensões biográficas. É o guia de uma jornada em que bailarinos/heterônimos traduzem a vastidão do processo criativo, criando com seus movimentos a infinita paleta das emoções humanas, quando os corpos se fazem poesia.

O espaço cênico do projeto é composto por milhares de aparas de papel, fragmentos poéticos, diversos baús que guardam e revelam sensações e histórias humanas. A concepção da obra é de William Pereira (responsável pela direção teatral) e Anselmo Zolla (que responde pela direção coreográfica). Quem assina a direção musical é Felipe Venancio. Já os figurinos são de Fábio Namatame. A coreografia é de Renata Pati.

Colaborou Michele Marreira

Studio3 Cia de Dança mergulha na obra do poeta português Fernando Pessoa - Foto: Leandro Menezes – Blog do Arcanjo
Studio3 Cia de Dança mergulha na obra do poeta português Fernando Pessoa – Foto: Leandro Menezes – Blog do Arcanjo

Pessoa(s) – Studio3 Cia de Dança

Onde: Masp Auditório – Av. Paulista, 1578, Bela Vista, São Paulo, SP.
Quando: 22 e 23 de julho de 2022. Sexta e Sábado, às 20h.
Quanto: Entrada Franca – Ingressos na bilheteria 2 horas antes do espetáculo!

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jô Soares sofre censura após morte Diário de Pilar na Grécia faz temporada no Teatro das Artes em SP O Deus de Spinoza estreia no Teatro Itália Bandeirantes Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz