Macacos com Clayton Nascimento faz temporada no Centro Cultural São Paulo

Espetáculo Macacos estreia no Centro Cultural São Paulo - Foto: Edson Lopes Jr. – Blog do Arcanjo
Espetáculo Macacos estreia no Centro Cultural São Paulo – Foto: Edson Lopes Jr. – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

O racismo é uma das formas mais perversas e abjetas que o ser humano pode enfrentar, além de ser um ato criminoso. Em Macacos, espetáculo da Cia. do Sal, a temática do preconceito contra o povo preto é abordado em cena pelo ator Clayton Nascimento, também responsável pela criação da obra. A peça fica em cartaz até dia 31 de julho no Centro Cultural São Paulo.

O nome do espetáculo faz referência a uma das formas de xingamento mais usada para ofender os negros no mundo todo. No palco, o público assiste ao relato de um homem-negro, que busca respostas para o racismo que rodeia seu cotidiano e a história de sua comunidade.

Como disse Nina Simone, o dever do artista é refletir seus tempos.

Clayton Nascimento
ator e autor da peça
Clayton Nascimento em cena na peça Macacos - Foto: Edson Lopes Jr. - Blog do Arcanjo
Clayton Nascimento em cena na peça Macacos – Foto: Edson Lopes Jr. – Blog do Arcanjo

Para essa estreia, o monólogo absorve questões atuais e que se tornam mais urgentes. O Brasil é um território com altos índices de homicídios causados pela Polícia Militar e Sociedade Civil à comunidade negra e indígena, o mais assustador é que a idade das vítimas ao longo dos anos vem diminuindo cada vez mais.

Vale destacar que o monólogo já participou de festivais em Fortaleza, Curitiba, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Fortaleza, Pernambuco e Amazonas. E, novamente, retorna aos palcos paulistanos.  

Colaborou Michele Marreira

Macacos

Onde: Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho – Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, São Paulo, SP.
Quando: 15 a 31 de julho de 2022. Quinta a sábado, às 20h. Domingos, às 19h.
Quanto: Entrada gratuita – Retire seu ingresso com 1h de antecedência!

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jô Soares sofre censura após morte Diário de Pilar na Grécia faz temporada no Teatro das Artes em SP O Deus de Spinoza estreia no Teatro Itália Bandeirantes Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz