Morre Walter Torre, construtor do Allianz Parque

Por Miguel Arcanjo Prado

Morreu nesta sexta, 11, o empresário Walter Torre Júnior, responsável pela construção do Allianz Parque, o estádio do Palmeiras, no bairro da Água Branca, em São Paulo. A gigante arena já abrigou shows de astros e estrelas internacionais como Paul McCarteney, Rod Stewart, Kate Perry, Phil Colins e Justin Bieber, Maroon 5, Shakira e nacionais como Ivete Sangalo, Gilberto Gil, Roberto Carlos e Sandy & Junior.

“É com imenso pesar que a família WTorre vem a público informar o falecimento de Walter Torre, fundador da empresa, na tarde de hoje, 11 de dezembro. Aos 64 anos, ele foi vítima de uma parada cardiorrespiratória”, diz o comunicado oficial.

“Foi em 1981 que Walter, então recém formado em engenharia civil, deu início a um sonho ao abrir sua construtora e nunca mais parou. Seu legado profissional é imensurável, tendo entre outras realizações a construção do Allianz Parque em 2014, uma das melhores arenas multiuso do mundo, a única do Brasil”, afirma o texto.

“Walter Torre deixa sua esposa Silvia Torre e filhos Paulo, Marina e Giuliana, além de uma equipe de executivos e colaboradores apaixonados que seguramente honrarão seu legado pautado na inovação, ética e profissionalismo, principais alicerces da WTorre”, conclui o anúncio da morte do empresário que criou a arena de alguns dos maiores shows de São Paulo.

O Palmeiras também divulgou comunicado lamentando a morte de Walter Torre: “É com profundo pesar que informamos o falecimento de Walter Torre, o homem que foi decisivo na viabilização da arena que se tornou um marco da cidade de São Paulo, o Allianz Parque. A Família Palmeiras se solidariza aos familiares e amigos neste momento de dor e consternação”, afirmou o clube em nota.

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *