Peça digital Hypócrita discute confinamento e tabus sociais

Por Miguel Arcanjo Prado

O teatro, a cada dia, experimenta novos formatos digitais nestes tempos de pandemia e distanciamento social. A mais nova empreitada do gênero é Hypócrita, espetáculo que faz sessões sextas e sábados, às 20h, no Sympla com ingressos a R$ 10 até 1º de agosto.

O experimento com texto colaborativo fala sobre gente que está trancafiada em casa, repleta de desejos e contradições. Neste cenário, surge uma potente pílula azul que promete quebrar as barreiras da hipocrisia social.

Segundo o ator Rafael Salmona, um dos idealizadores, o desejo é dialogar com o tempo presente. “Com o distanciamento dos palcos e das peças em cartaz uma forma de manter o teatro vivo de alguma maneira era se adaptando ao meio online”, afirma.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *