Luiz Gama: jornalista negro que lutou pela abolição ganha livro neste 13 de maio

Artigos escritos na imprensa do século 19 são reunidos em obra

Luiz Gama (1830-1883): importante abolicionista ganha livro – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Luiz Gama (1830-1882) foi nome importante para a construção da abolição da escravatura no Brasil, fato que infelizmente ele não chegou a presenciar em vida.

As Edições Sesc lançam neste 13 de maio, data em que se completam 132 anos da abolição, o livro Lições de Resistência: artigos de Luiz Gama na imprensa de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Gama é considerado o primeiro jornalista negro brasileiro e foi um dos grandes intelectuais do país no século 19.

Também advogado, ele conseguiu libertar mais de 500 escravos pela via judicial, título reconhecido pela Ordem dos Advogados do Brasil somente em 2015.

Alforriado aos 17 anos, foi o único abolicionista ex-escravo e autodidata da sua época. 

Suas muitas facetas e a habilidade de Gama para a comunicação são reveladas nesta obra organizada pela professora e pesquisadora Ligia Fonseca Ferreira.

O livro reúne seus textos publicados na imprensa paulista e carioca dos anos 1860 a 1880, contextualizados e atualizados para os dias atuais, que mostram como o domínio da palavra dirigida a todas as camadas da população foi uma poderosa arma em defesa dos direitos humanos.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *