Mostra de Cinema de Tiradentes abre 26ª edição com ode à cultura em ano da esperança

Orixá baila ao som do tambor mineiro na abertura da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Jackson Romanelli – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Evento abre o calendário do audivisual brasileiro com 135 filmes na cidade histórica mineira; com presença da ministra Cármen Lúcia, Fórum de Tiradentes reúne 50 nomes importantes do setor

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Uma grande festa de retomada da potência da cultura e do nosso audiovisual. Assim foi a abertura da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes, na noite desta sexta, 20 de janeiro, na cidade histórica mineira. O evento vai até 28 de janeiro com programação gratuita e 135 filmes na programação. Com seu som tradiconal e envolvente, a Banda Ramalho, uma das mais tradicionais tiradentinas, deu boas vindas aos participantes do evento.

O destaque desta edição é o Fórum de Tiradentes, que reúne 50 lideranças do setor audiovisual para discutirem a reconstrução do setor, com participação do novo Governo Federal, sob comando do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Banda Ramalho abriu a 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Jackson Romanelli – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

É preciso recordar que o governo anterior, de Jair Bolsonaro, perseguiu fortemente o setor cultural, em especial o cinema, extinguindo recursos para o audiovisual. A ministra do Supremo Tribuanl Federal (STF), Cármen Lúcia, participa da abertura do Fórum de Tiradentes neste sábado, 21 de janeiro.

Com direção de Chico de Paula e roteiro dele com Raquel Hallak, a abertura da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes foi no Cine-Tenda, montado no Largo da Rodoviária de Tiradentes, e reuniu participantes do evento e moradores da ciddade.

Lira Ribas foi a mestre de cerimônias na abertura da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Lara – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Lira Ribas foi a mestre de cerimônia e em seu discurso celebrou o reencontro presencial proporcionado com o controle da pandemia. Ela ainda celebrou o novo momento do Brasil, em reconstrução de “uma nação da qual a gente possa se orgulhar”.

O grande músico Mauricio Tizumba comandou o som com a batida de seu tambor mineiro e voz poderosa, homenageando os orixás. Também participaram o poeta Ricardo Aleixo e a sambista Manu Dias. A cultura negra e a cultura dos povo originários foram exaltadas na abertura do evento, cujo tema é Cinema Mutirão. Participaram também os artistas Caio Gracco e Sandra Mara Lima.

Mauricio Tizumba fez o show de abertura da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Lara – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Em sua 26a edição, a Mostra de Tiradentes reforçou sua vocação de espaço privilegiado do audiovisual brasileiro contemporâneo ao reunir profissionais, convidados, cinéfilos e autoridades. Ao som dos tambores de Maurício Tizumba, de poemas de Ricardo Aleixo e do samba de Manu Dias, a abertura do evento prestou tributo aos povos originários do país e à cultura negra, além de exaltar a temática do Cinema Mutirão desse ano.

Ao lado de Fernanda Hallak, Raquel Hallad, coordenadora geral da Mostra de Cinema de Tiradentes, abre 26ª edição – Foto: Leo Lara – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Raquel Hallak, coordenadora geral da Universo Produção e da Mostra de Cinema de Tiradentes, fez um discurso preciso que celebrou a volta do Ministério da Cultura, tão importante para o setor audiovisual, e o comando do mesmo pela cantora Margareth Menezes.

“Estamos aqui para agradecer todos e todas que fazer, pensam, assistem, preservam e lutam pelo nosso cinema. Que sejamos engrenagem para mover nossos mundos pela democracia e pelo audiovisual”, pontuou a gestora cultural.

Os cineastas Ary Rosa e Glenda Nicácio são homenageados com o Troféu Barroco na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Lara – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Os homenageados da noite foram os cineastas mineiros Ary Rosa e Glenda Nicácio, que atuam em dupla na região do Recôncavo Baiano, em Cachoeira. O filme que abriu a Mostra foi deles, o longa Mungunzá.

Ao receberem o Troféu Barroco das mãos da curadora Lila Foster e da secretária do Audiovisual do novo Governo Federal, diante de fortes aplausos, Ary e Glenda se emocionaram. Eles lembraram a relação com o público de Tiradentes como fator motivador do cinema que produzem. “A notícia da homenagem foi um alento justamente neste momento do Brasil”, ponturam. Presentes em Tiradentes pelo sexto ano, eles definiram “2023 como um ano que reinaugura a possibilidade de voltarmos a ter esperança”.

Público acompanha abertura da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Lara – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Neste sábado, 21, começou o ciclo da Mostrinha, com filmes dedicados ao público infantil sempre às 11h no Cine-Tenda, com participação dos adoráveis bonecos da Turma do Pipoca, já tradição em Tiradentes e nas mostras da Universo Produção, que realiza ainda a CineOP, em Ouro Preto, e a CineBH, em Belo Horizonte. Às 16h30 deste sábado, acontece na Rua Direita o Cortejo das Artes, que reúne os principais grupos culturais de Tiradentes, com saída da Igreja do Rosário. Com certeza será mais uma grande celebração da volta da volorização da cultura brasileira.

Colaborou David Godoi.

26ª Mostra de Cinema de Tiradentes: veja fotos da abertura do evento em Minas Gerais

*O Blog do Arcanjo viajou a convite da Mostra de Cinema de Tiradentes.

Acompanhe a cobertura da Mostra de Cinema de Tiradentes no Blog do Arcanjo!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Respeitado jornalista cultural e crítico de artes do Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, criado em 2019. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e apresenta o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Eleito um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se por três vezes e recebeu a Medalha Mário de Andrade, maior honraria nas letras do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, Uma, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil e Prêmio Governo do Estado de São Paulo – Medalha Mário de Andrade.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Harry e Meghan na Netflix Michael Jackson: Thriller faz 40 anos Marina Sena lança música com Gal Costa Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022