Cármen Lúcia defende a cultura no Fórum de Tiradentes da Mostra de Cinema de Tiradentes

Ministra Cármen Lúcia do STF fez discurso em defesa da cultura no Fórum de Tiradentes na na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Fontes – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Em Tiradentes, Ministra Cármen Lúcia reforçou caráter transformador da arte e lembrou idas ao cinema na infância em Montes Claros

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Nome crucial para a manutenção do Estado Democrático de Direito no Brasil recente, a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia participou da abertura do Fórum de Tiradentes, neste sábado, 21 de janeiro, na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes, na cidade histórica de Minas Gerais. O evento reúne mais de 50 nomes importantes do audiovisual, visando a reconstrução do setor.

A arte é uma forma de liberdade e de libertação.

Cármen Lúcia
ministra do STF na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes
Ministra do STF Cármen Lúcia reforçou que a Constituição garante direito à cultura no Fórum de Tiradentes na na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Fontes – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Cármen Lúcia, que teve papel crucial para destravar a Lei Aldir Blanc e a Lei Paulo Gustavo de incentivo à economia criativa, reforçou a importância da cultura para a nação brasileira e o respeito à Constituição, sendo fortemente aplaudida pelo público.

“A arte faz a gente transformar o mundo através da nossa dignificação. Já na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, feita depois da Segunda Guerra Mundial, estão lá artigos que garantem o direito de todos de produzir e ter acesso a criação artística”.

Cármen Lúcia
ministra do STF na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes
Ministra Cármen Lúcia do STF foi homenageada por Raquel Hallak e Quintino Vargas, da Universo Produção, durante o Fórum de Tiradentes na na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Fontes – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Cinema na infância

A jurista mineira de Montes Claros lembrou com ternura as idas ao cinema na infância, como fundamentais em seu processo de formação.

A gente esperava a semana toda para ir nas matinês, eu escolhia a melhor roupa e me lembro ainda hoje de quando fiz isso pela primeira vez, aos 7 anos. Eu via faroestes e, enquanto todo mundo torcia pro John Wayne, eu torcia para os índios. E aí um dia uma tia me proibiu de ir com ela, porque dizia que eu ‘torcia errado’. Hoje a gente vê que eu estava certa.

Cármen Lúcia
ministra do STF na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Em sua fala, Cármen lembrou que o Brasil é “um país de muitas humanidades, mas também de tantas desumanidades”. E lembrou que a Lei faz garantias ao povo. “Pela nossa Constituição, o Estado é obrigado a promover os direitos fundamentais. Significa que os governantes eleitos não podem prescindir dos direitos culturais na formação de suas políticas públicas”, pontuou.

Fórum de Tiradentes reúne mais de 50 importantes nomes do audiovisual na na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Leo Fontes – Universo Produção – Blog do Arcanjo 2023

Novo Ministério da Cultura

Além de Cármen Lúcia, também participaram da abertura do Fórum de Tiradentes outras autoridades públicas do audiovisual, como representantes do recém-refundado Ministério da Cultura. Joelma Gonzaga, nova secretária do Audiovisual, anunciou que o órgão retoma as atividades no próximo dia 24 de janeiro e pretende agilizar e implantar diversas ações que recoloquem o setor audiovisual dentro da relevância e importância que possui, tirando a área do terreno de perseguição que marcou o governo de Jair Bolsonaro.

Joelma adiantou a criação de duas diretorias: uma dedicada a preservação e difusão e outra de qualificação e formulação de projetos e articulações junto a órgãso estaduais. “O cenário que estamos pegando é de terra arrasada e, nos primeiros seis meses, precisaremos ouvir os integrantes da categoria para trazer de volta o papel potente do audiovisual dentro das políticas públicas”, afirmou.

Marcos Souza, secretário de Direitos Autorais e Intelectuais veio representando a ministra da Cultura, Margareth Menezes, que não pôde viajar a Tiradentes. Ele falou sobre as perspectivas das leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc e também adiantou outras ações prioritárias.

Entre elas, Marcos citou a definição de um marco regulatório de fomento cultural, tratando o setor dentro de suas particularidades de forma a agilizar e desburocratizar os processos; e uma política de regulamentação do VOD (video-on-demand) e cota de tela para produções brasileiras no circuito comercial. “Será um ano de ouro pro audiovisual brasileiro, a retomada da retomada”, celebrou Marcos Souza. 

Mostra de Cinema de Tiradentes

Maior evento do cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país e chega a sua 26ª edição de 20 a 28 de janeiro de 2023, em formato online e presencial. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias mundiais e nacionais – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil. O evento exibe 135 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais e mostras temáticas, presta homenagem a personalidades do audiovisual, promove seminário, debates, a série Encontro com os filmes, oficinas, Mostrinha de Cinema e atrações artísticas. Toda a programação é gratuita e pode ser conferida no site oficial: www.mostratiradentes.com.br.

Colaborou David Godoi.

*O Blog do Arcanjo viajou a convite da Mostra de Cinema de Tiradentes.

Acompanhe a cobertura da Mostra de Cinema de Tiradentes no Blog do Arcanjo!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Respeitado jornalista cultural e crítico de artes do Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, criado em 2019. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e apresenta o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Eleito um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se por três vezes e recebeu a Medalha Mário de Andrade, maior honraria nas letras do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, Uma, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil e Prêmio Governo do Estado de São Paulo – Medalha Mário de Andrade.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Harry e Meghan na Netflix Michael Jackson: Thriller faz 40 anos Marina Sena lança música com Gal Costa Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022