CinBH começa com emoção em homenagem à atriz Rejane Faria

16ª CineBH – Abertura Oficial – Foto Leo Lara/Universo Produção

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

ENVIADO ESPECIAL A BELO HORIZONTE*

Belo Horizonte viveu uma noite de emoção com a homenagem à atriz Rejane Faria na abertura da 16a edição da CineBH – Mostra de Cinema de Belo Horizonte, no Cine Theatro Brasil Vallourec, no centro da capital mineira, nesta terça, 20.

A homenagem contou com a participação especial de Lira Ribas, amiga, atriz e cantora, que, com olhos marejados, teve a alegria de anunciar a homenageada da noite.

Em emocionado discurso, Rejane exaltou todas as parcerias artísticas que firmou ao longo de 15 anos de carreira como atriz, especialmente no grupo teatral Quatroloscinco e na produtora Filmes de Plástico. 

“Que festa, né?!” foram as primeiras palavras de Rejane Faria ao microfone, no palco, ao lado de amigos, familiares e patrocinadores da Mostra.

“Estou feliz de um jeito que vocês não fazem ideia. Vou aqui roubar uma fala de uma peça do meu grupo Quatroloscinco pra dizer: a gente é aquilo que não puderam apagar”, celebrou. 

16ª CineBH – Abertura Oficial – Foto Leo Lara/Universo Produção

A atriz reflete sobre receber uma homenagem ainda durante sua carreira, não ao final, e que isso a faz olhar para o que já fez e projetar os novos caminhos.

“Pensar isso é entender que não estou sendo homenageada por um final, e sim por um meio de caminho, por estar realizando coisas, por estar renovando minhas forças”, completou.

Ela fez o retrospecto da boa fase pessoal e profissional que vive. “Acabo de ser homenageada recentemente pela Semana de Arte Preta, estou no Marte Um que tem feito esse caminho que vocês sabem, estou aqui agora e em novembro vou ser vovó da Aurora”, contou, sendo aplaudida de pé pelas dezenas de pessoas que compareceram à abertura. 

Rejane fez referência à escolha pelo Brasil de Marte Um para tentar uma vaga à indicação ao Oscar 2023 de melhor filme internacional.

A Universo Produção está encabeçando a campanha “Marte Um – De Minas para o Mundo” para alavancar as possibilidades de o filme ser indicado ao prêmio.

“Aprendi com o Quatroloscinco a trabalhar com o presente, com o olho no olho. Estamos vivos, passamos por tantas mazelas e estamos aqui podendo se encontrar, se falar, se manifestar”, concluiu a atriz homenageada.

Ao longo da CineBH, a Mostra Homenagem exibirá diversos filmes com a presença de Rejane Faria no elenco. A noite foi encerrada com a exibição do documentário Os Ossos da Saudade, de Marcos Pimentel, que passou pelas consultorias do Brasil CineMundi e chega agora às telas mundiais.

Somos Latinos

Em 2022, a CineBH destaca a programação audiovisual da América Latina e reunirá na Mostra Latino-Americana o cinema latino-americano, em especial, o de viés autoral, de ambições internacionais, com vistas a um diálogo e a trocas de maior efetividade entre os países de colonização portuguesa e espanhola das Américas, de modo a ampliar as suas redes de repercussão e circulação.

Confira a programação completa no site da mostra: www.cinebh.com.br

*O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado viajou a Belo Horizonte, Minas Gerais, a convite da CineBH e Universo Produção

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marina Sena lança música com Gal Costa Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023