Morre Emanoel Araújo aos 81 anos; artista renomado fundou e dirigiu Museu Afro Brasil em São Paulo

Emanoel Araújo posa para o Blog do Arcanjo em dezembro de 2021 – Foto: Bruno Poletti – Blog do Arcanjo

Emanoel Araújo fundou o Museu Afro Brasil, cujo pavilhão será batizado com seu nome

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Grande nome das artes visuais, Emanoel Araújo morreu aos 81 anos, em São Paulo. Ele era escultor, curador e diretor do Museu Afro Brasil, do qual foi fundador. O artista baiano foi encontrado morto em sua residência no bairro da Bela Vista, em São Paulo, nesta quarta (7).

O velório vai acontecer no próprio Museu Afro Brasil, que agora ganhará seu nome, segundo informou Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa de São Paulo. O governador Rodrigo Garcia decretou luto oficial em São Paulo.

Emanoel Araújo iria participar da reabertura do Museu do Ipiranga, logo mais, e até havia programado um almoço comemorativo.

Grande expoente da cultura baiana no século 20, ele nasceu em 1940 em Santo Amaro da Purificação, terra também de Caetano Veloso e Maria Bethânia. Foi lá que estudou composição gráfica.

Depois, mudou-se para Salvador, já tendo feito sua primeira exposição em Santo Amaro, para estudar na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. Logo, tornou-se amigo da elite intelectual baiana, sendo próximo de nomes como Jorge Amado e Odorico Tavares, dono da TV Itapoan e grande colecionador de arte brasileira que ajudou a projetar seu nome.

Uma trajetória e, na realidade, uma grande caminhada, necessita de tempo, de paciência, de disciplina, de ética e de amor ao trabalho, seja ele qual for. 

Emanoel Araújo
(1940-2022)

Em 1966 foi premiado na II Exposição Jovem Gravura Nacional no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, quando começou a projeção nacional e internacional de sua carreira. Em 1972, no circuito internacional, recebeu outro prêmio, a medalha de ouro na 3ª Bienal Gráfica de Florença, Itália.

Com o talento sendo reconhecido, no ano seguinte, recebeu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) de melhor gravador. Dez anos depois, na mesma associação, ganhou como melhor escultor.

Dono de forte personalidade, Emanoel foi diretor do Museu de Arte da Bahia entre os anos de 1981 e 1983. Nos Estados Unidos, na The City University of New York, foi professor de artes gráficas e escultura no Arts College por volta de 1988. Quatro anos depois, assumiu a direção da da Pinacoteca do Estado de São Paulo, retornando ao cargo em 2022.

Entre os anos de 1995 e 1996, foi membro convidado da Comissão dos Museus e do Conselho Federal de Política Cultural, instituídos pelo Ministério da Cultura. Emanoel foi o primeiro diretor do Museu Afro Brasil, no parque do Ibirapuera, em São Paulo. Lá, ele foi curador-chefe e seguiu até os dias atuais.

O Blog do Arcanjo lamenta a morte de Emanoel Araújo e envia os sentimentos a familiares e amigos do grande artista brasileiro.

Emanoel Araújo em seu atelier em Salvador em 1964 – Foto: Reprodução José Cavalcanti/Correio da Bahia – Blog do Arcanjo

Meu maior presente nos 80 anos é estar vivo, lúcido, com trabalho, e sempre irreverente. Afinal, a vida é para ser vivida.

Emanoel Araújo
(1940-2022)
Museu Afro Brasil foi criado por Emanoel Araújo, que o dirigiu até sua morte – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tim Maia: 80 anos do eterno síndico Arlete Salles brilha no Teatro das Artes Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo