Cia Cerne de São João de Meriti encena 2 peças no Centro Cultural Justiça Federal no Rio de Janeiro

Cia Cerne em Uma História de Rabos Presos – Foto: Stephany Lopez – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

A Cia Cerne, grupo de São João de Meriti que vem fazendo bonito no cenário nacional, aporta em dose dupla no Centro Cultural Justiça Federal, no centro do Rio de Janeiro.

A companhia da Baixada Fluminense, vencedora do Prêmio Arcanjo de Cultura, apresenta seu mais recente infantojuvenil, Uma História de Rabos Presos, e o adulto Ainda Aqui para o público carioca.

Cia Cerne em Uma História de Rabos Presos – Foto: Stephany Lopez – Blog do Arcanjo

Uma História de Rabos Presos

Livremente inspirado no livro homônimo de Ruth Rocha, vencedor do Prêmio Jabuti em 1990, Uma História de Rabos Presos se passa na cidade de Egolândia, onde grande parte da população tem os “rabos presos” entre si. A trama começa quando nessas pessoas nascem rabos de verdade. E, pior ainda, quando estes rabos começam a se enroscar uns nos outros. Com trilha sonora original ao ritmo de funk e tendo como tema central a corrupção, o espetáculo mostra o que são rabos presos e como eles prejudicam a vida da população, fomentando a discussão sobre um fazer teatral direcionado a crianças e adolescentes que toque, de maneira lúdica, em questões sócio-políticas.

Ainda Aqui – Foto: Pedro Caminha – Blog do Arcanjo

Ainda Aqui

Ainda Aqui, vencedor de mais de 50 prêmios em festivais, se desenvolve a partir do desaparecimento de Maurício, torturado e morto político, e do desenvolvimento do Alzheimer em sua mãe, Maria, que, esquecendo-se repetidamente da morte do filho, confina a si mesma e ao marido num eterno retorno à dor da perda. Ainda que tenha como pano de fundo um contexto político, o espetáculo se passa no ambiente familiar e constrói, aos poucos, uma grande história de amor e afeto.

Cia Cerne

Fundada em 2013 na cidade de São João de Meriti, Baixada Fluminense (RJ), a Cia. Cerne se consolida como uma das principais companhias da região. Tendo circulado por nove estados do Brasil e participado de importantes festivais, já recebeu mais de 50 prêmios, incluindo 13 prêmios de melhor espetáculo, 9 prêmios de melhor direção e 14 prêmios de atuação. Passou por importantes espaços como Teatro Dulcina, Teatro Glauce Rocha, Teatro Maria Clara Machado, Theatro Municipal de Niterói, Teatro Popular Oscar Niemeyer e Centro Cultural Justiça Federal, entre outros. Já foi contemplada por editais da Funarte e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, além dos editais Rumos Itaú Cultural e SESI Novos Talentos. Nos últimos anos, fez o circuito SESI – RJ, temporada no SESC Belenzinho (SP) e participou de projetos como Natal SESC e Mostra SESC Regional de Artes Cênicas. Integra a FETAERJ; a Rede Baixada em Cena, vencedora do Prêmio Shell 2017 na categoria Inovação; e a Rede Frente Teatro RJ, indicada em 2019 ao mesmo prêmio na mesma categoria.

Cia Cerne no Centro Cultural Justiça Federal

Av. Rio Branco, 241 – Centro Rio de Janeiro – Ingressos: Inteira: R$30,00 / Meia entrada: R$15,00

AINDA AQUI | 8 a 31 de julho (sextas, sábados e domingos às 19h
Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 55 minutos

UMA HISTÓRIA DE RABOS PRESOS | 9 a 31 de julho (sábados e domingos às 16h)
Classificação indicativa: Livre | Duração: 50 minutos

Informações: ciacerne@gmail.com

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jô Soares sofre censura após morte Diário de Pilar na Grécia faz temporada no Teatro das Artes em SP O Deus de Spinoza estreia no Teatro Itália Bandeirantes Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz