Aurora do Satyros promove um amanhecer no teatro no Festival de Curitiba

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo
Enviado especial ao Festival de Curitiba*

A atriz Marcia Dailyn em Aurora do Satyros no 30º Festival de Curitiba – Foto: Lina Sumizono – Blog do Arcanjo

Por JOÃO PEDRO NARDO
Colaboração para o Blog do Arcanjo no Festival de Curitiba*

A história de um pequeno prédio na Rua Aurora, com quatro andares, oito apartamentos, com um bar LGBTQIA+ localizado no térreo foi uma das grandes estreias do Festival de Curitiba nesta quinta-feira (7), no Teatro José Maria Santos, no centro da capital do Paraná.

São sete personagens muito diferentes dos comuns em filmes e novelas, como Justyna, Mãe, Diega, Saltério, Acácio, Bola e Ordálio, cada um com suas origens e complexidades.

A peça empresta o nome da rua em que a trama se desenvolve e é uma obra do grupo Os Satyros, fundado em 1989, que se tornou uma das principais referências do teatro nacional.

Já com o primeiro trabalho, Aventuras de Arlequim, receberam indicações a prêmios, como ao Troféu APCA e Mambembe. Hoje, o grupo conta com mais de 100 produções. “Cada uma conta uma história da gente”, diz Ivam Cabral, ator e um dos fundadores da companhia ao lado de Rodolfo García Vázquez.

Nicole Puzzi, Gustavo Ferreira, Henrique Mello e Ivam Cabral em cena de Aurora no 30º Festival de Curitiba – Foto: Lina Sumizono – Blog do Arcanjo

A estreia de Aurora aconteceu em novembro de 2021, em São Paulo, na primeira apresentação do grupo após a pandemia, espetáculo trazido para o Festival de Curitiba.

Aplaudidos de pé por um público satisfeito, os artistas esboçaram felicidade ao fim da encenação. Henrique Mello, um dos atores, afirmou que “a reação da plateia é a maior prova de que o trabalho do grupo deu certo”.

Henrique de Mello em cena de Aurora no 30º Festival de Curitiba – Foto: Lina Sumizono – Blog do Arcanjo

“Está sendo mágica essa volta ao teatro”, descreve Márcia Dailyn, primeira bailarina transexual do Theatro Municipal de São Paulo e integrante do Satyros. A partir dela, de suas falas e representatividade no palco, o público foi convidado a refletir sobre os limites entre destino e liberdade, retratando situações atuais, complexas e preocupantes, utilizando do humor e sátiras para promover transformações sociais.

*Reportagem por João Pedro Nardo, estudante de Jornalismo da Universidade Positivo, sob orientação da jornalista e professora Katia Brembatti, em parceria com o Blog do Arcanjo no Festival de Curitiba. Conheça o site UP no Festival.

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Curitiba.

+ Blog do Arcanjo no Festival de Curitiba!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP