Satyros vence 2 prêmios nos Estados Unidos com Roberto Francisco e peça com Quênia, na África

O ator Roberto Francisco, do Satyros: prêmio póstumo nos EUA – Foto: Edson Lopes Jr. – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

A Cia. de Teatro Os Satyros, fundada por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, representou o Brasil e venceu duas categorias no Young-Howze Theatre Awards, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Vázquez participou do evento via transmissão digital e agradeceu, emocionado, os dois prêmios conquistados. Pioneira no teatro digital durante a pandemia, a companhia paulistana competiu em 3 categorias, das quais levou duas, colocando mais uma vez o teatro brasileiro no radar mundial.

A premiação estadunidense elegeu Roberto Francisco, ator falecido em 2021, a Melhor Ator do Ano pela peça A Love Song; e Toshanisha – The New Normals, a produção que Satyros realizou em parceria com a Bold Theatre de Nairóbi, no Quênia, venceu na categoria melhor colaboração mundial.

O prêmio Young-Howze Theatre Awards é uma idealização do dramaturgo norte-americano Rciky Young-Howze e da roteirista Dana Young-Howze, sua esposa e sócia, a da plataforma cultural R&D Young-Howze. Ele foi concebido justamente para celebrar essa nova forma de teatro que ascendeu com a pandemia: o teatro digital.

O casal comenta que o desejo que realizar tal comemoração nasceu da vontade e necessidade de eternizar os inúmeros trabalhos maravilhosos realizados durante esse difícil período de distanciamento social.

Cartaz da peça Toshanisha, parceria do Satyros com o Quênia – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

O Blog do Arcanjo dá detalhes dos espetáculos vencedores:

A Love Song (Uma Canção de Amor)

Com direção geral de Rodolfo García Vázquez e Gustavo Ferreira, dramaturgia por Henrique Mello e Roberto Francisco, que também protagonizaram o espetáculo, A Love Song (Uma Canção de Amor) teve como inspiração e fonte de pesquisa o teatro do dramaturgo Jean Genet. Inspirada nas obras do escritor francês, a peça narra um romance entre dois presidiários, um homem de meia -idade e um senhor de 80 anos, que criam relações e desvendam a vida e o amor através da cela que os separam. Uma ode poético-erótica através do olhar de Jean Genet, onde dois condenados, cada um em sua cela, divagam em sonhos lascivos criando a imagem do outro, alimentando seus gozos e mais íntimos fantasmas.

Toshanisha – The New Normals

A produção é fruto de uma parceria especial que uniu o teatro sul-americano com o africano. A peça, que é digital e foi adaptada do texto Novos Normais, original do Satyros, acompanha sete quenianos, espalhados por diversas regiões; um congolês, que vive em um campo de refugiados no Quênia; e uma brasileira, direto de São Paulo. Fez parte da construção narrativa do espetáculo a reflexão acerca de questionados advindos com a pandemia de COVID-19 e os desafios que o novo formato de realidade impostos por essa nova ordem mundial instaura, como ‘Eu sou quem realmente pensei que era? ’ e ‘Como faço para continuar ‘sendo’, no momento em que todos foram forçados a viver sob uma perspectiva diferente?’.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.