Rapidinhas do Arcanjo: Miguel Falabella, Marco Nanini, Ester Laccava, Vinicius Aguiar, Aysha Nascimento, Bete Coelho e muito mais!

Miguel Falabella retorna com A Partilha com quatro atrizes negras em produção de Jô Santana © Erik Almeida Divulgação Blog do Arcanjo 2024

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Irmãs reunidas

Grande sucesso de Miguel Falabella visto por mais de 1 milhão de pessoas em 27 países e adaptado no cinema por Daniel Filho, A Partilha está de volta em produção de Jô Santana. Trinta e três anos depois da primeira versão, a montagem agora conta com um quarteto de atrizes negras: Iléa FerrazAdriana LessaLeticia Soares e Flávia dos Prazeres. A peça pode ser vista no Teatro Sabesp Frei Caneca. Depois, vai para o Rio e emenda turnê nacional. A história gira em torno de quatro irmãs, que após o falecimento da mãe, se reencontram e discutem a partilha dos bens. Imperdível.

Monólogo na Sé

Nos dias 13 e 14 de julho, às 15h e às 18h, a Arena B3 apresenta Ossada, solo da talentosa atriz Ester Laccava. As apresentações fazem parte do Festival Arena B3, que desde maio tem eventos sofisticados a preços populares no centro de São Paulo. Em cena, cinco situações: um pai em coma, o casamento de um filho, uma entrevista para a TV, os abusos familiares e um cigarro que nunca acende. Interessante.

Solo no Itália

Falando em Ester Laccava, ela dirige o solo Diga Que Não Me Conhece, com Vinicius Aguiar, que assina a seu lado a adaptação do premiado romance de Flavio Cafiero. A estreia está marcada para 1º de outubro, no Teatro Itália. O pano de fundo da história é o centro de São Paulo. Aguardemos ansiosos.

Astro da capa

Marco Nanini é a capa da revista digital da Bravo do primeiro semestre de 2024, sob direção editorial de Laís Franklin. O ator, que celebra 60 anos de carreira na peça Traidor, de Gerald Thomas, foi fotografado por Annelize Tozetto e entrevistado por Humberto Maruchel, com assessoria de Pedro Neves, da Clímax, com apoio de Fabíula Passini e Leandro Knopfholz, diretores do Festival de Curitiba. Gente boa reunida.

Bantu no CCSP

A sempre ótima atriz Aysha Nascimento faz as últimas sessões gratuitas da peça Nzinga, na qual atua ao lado de Flávio Rodrigues, que idealizou com ela e Bruno Garcia o projeto. É no Centro Cultural São Paulo, só até este domingo, 14 de julho. Ao resgatar a relação entre a rainha Nzinga e seu irmão NgolaMbandi, do Ndongo (parte do atual território de Angola), o espetáculo teatral mergulha nos repertórios culturais das matrizes bantu. Necessário.

Clássico revisitado

A grande atriz Bete Coelho volta aos palcos em 13 de julho com sua Cia.BR116 – Teatrofilme no Teatro Cacilda Becker, na Lapa, em São Paulo, onde faz curta temporada de Petra, nova montagem do clássico As Lágrimas Amargas de Petra von Kant, de Rainer Werner Fassbinder. Ela estará no palco com Luiza Curvo, Lindsay Castro Lima, Clarissa Kiste, Renata Melo, Miranda Diamant Frias e Laís Lacôrte, com direção de Bete Coelho e Gabriel Fernandes e cenografia de Daniela Thomas e Felipe Tassara. Segundo Bete, “a peça reafirma de três poderes universais: o feminino, o amor e a arte teatral”. Que trio.

Shakespeare da Barra Funda

Já imaginou assistir a uma peça em que uma das pessoas do elenco está realmente embriagada? Esta é justamente a proposta de Um Porre de Shakespeare, versão brasileira produzida pelo Núcleo Experimental para o espetáculo Drunk Shakespeare, que fez sucesso na Inglaterra e EUA. O espetáculo dirigido por Zé Henrique de Paula fica em cartaz até o dia 22 de julho. O elenco conta com Bruna Guerin, Fabiana Tolentino, Luciana Ramanzini, Cleomácio Inácio, Dennis Pinheiro, Gabriel Lodi e Rodrigo Caetano. Talentosos.

Best friends

A pequena atriz Antonella Dez, a Fedê da novela A Infância de Romeu e Julieta no SBT, tem se dedicado ao seu canal no YouTube. É por lá que surge toda saltitante ao lado de Caramella, sua cachorrinha inseparável. “A Caramella chegou há pouco tempo lá em casa e somos grudadas uma na outra”, avisa. Fofas.

Dupla no palco

As atrizes Carol Vidotti e Fábia Mirassos estão felizes da vida com o sucesso da peça Não Fossem as Sílabas do Sábado. Trata-se de uma adaptação teatral do livro homônimo de Mariana Salomão Carrara com dramaturgia de Liana Ferraz e direção de Joana Dória. A obra pode ser vista até 4 de agosto no Sesc Belenzinho. Vai, gente.

Reta final

Teatro B32 pediu para avisar que o drama Realpolitik, de Daniela Pereira de Carvalho, fica em cartaz até 28 de julho. A obra mostra um olhar ferino para o mundo corporativo, também conhecido como inferno cotidiano. A direção é de Guilherme Leme Garcia. Corra pra ver.

Última chance

Olha a oportunidade: Peter Pan – O Musical da Broadway retorna a São Paulo para curta temporada de despedida em novembro no Teatro Liberdade. Estrelado por Mateus Ribeiro e Saulo Vasconcelos, como Peter Pan e Capitão Gancho, a premiada produção é da Touché Entretenimento, de Renata Borges, dirigida por José Possi Neto. Os ingressos já estão à venda. Vai perder?

Sequestro em Higienópolis

Sucesso desta temporada, a peça Órfãos caminha para as sessões finais no Teatro Faap, onde pode ser vista até 1º de agosto. Dirigida por Fernando Philbert, a versão brasileira da obra de Lyle Kessler tem idealização e coordenação artística do ator e produtor Lucas Drummond, que está em cena ao lado de Ernani Moraes e Rafael Queiroz. A obra mostra dois irmãos órfãos que sequestram um misterioso executivo, o que mexe com suas vidas. Dramão dos bons.

Serroni no Rio

Atenção, cariocas! A Oficina de Cenografia – Em Boa Companhia consiste em prática de montagem do cenário do novo espetáculo da Companhia Ensaio Aberto, O Banquete, de Mário de Andrade. Com a orientação do cenógrafo J. C. Serroni e supervisão do diretor artístico Luiz Fernando Lobo, os participantes experimentarão materiais e técnicas de cenotecnia, montagem e pintura. As inscrições estão abertas até 12h do dia 11 de julho de 2024. Os encontros ocorrerão nos dias 12, 13 e 14 de julho das 14h às 18h, de forma presencial no Armazém da Utopia, no Rio de Janeiro. Serão oferecidas 15 vagas para cenógrafos, estudantes de cenografia, cenotécnicos, pintores de arte e áreas afins. Inscreva-se!

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ouça Arcanjo Pod no Spotify

Blog do Arcanjo no YouTube

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Jornalista cultural influente e respeitado no Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, desde 2019. É Mestre em Artes pela UNESP, Pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, Bacharel em Comunicação pela UFMG e Crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e apresenta o Arcanjo Pod. Eleito três vezes um dos melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, UMA, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. Integra o júri de Prêmio Arcanjo, Prêmio Jabuti, Prêmio Governador do Estado de São Paulo, Prêmio Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Prêmio Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. Vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Medalha Mário de Andrade do Prêmio Governador do Estado, maior honraria na área de Letras de São Paulo.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *