Grupo Galpão propõe sensibilidade com peça sonora Quer Ver Escuta

Grupo Galpão faz a peça radiofônica Quer Ver Escuta - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo
Grupo Galpão faz a peça radiofônica Quer Ver Escuta – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Neste mundo acelerado pelas novas tecnologias, o Grupo Galpão aposta na sensibilidade de uma volta a um passado mais vagaroso e prazeiroso, com a peça radiofônica Quer Ver Escuta. A obra estreou no último fim de semana na Rádio Inconfidência, a tradicional emissora de rádio com 85 anos de história em Belo Horizonte, cidade onde fica a sede da premiada companhia teatral mineira.

Os cinco episódios podem ser ouvidos aos sábados e domingos, 21h, na FM 100,9 na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e pela AM 880, em Minas Gerais. Quem não está nas alterosas pode ouvir pelo site da emissora: inconfidencia.com.br com transmissão para o mundo todo.

As incertezas e a alienação dos tempos atuais figuram no trabalho sonoro que tem inspiração no poema Quer ver?, do escritor mineiro Francisco Alvim. Com direção de Marcelo Castro e Vinícius de Souza, Quer Ver Escuta traz, no elenco, Antonio Edson, Eduardo Moreira, Inês Peixoto, Júlio Maciel, Lydia Del Picchia, Paulo André e Teuda Bara, com participações especiais de Alberto Pucheu, Clara Kutner, Felipe Andrade, José Artur Coelho de Aguiar, Masha Serebryakova, Mírian Cavour, Paulo José, Rossandra Cabreira, Simonete Torres, Walmor Corrêa e Zora Santos.

Ainda integram o projeto textos dos escritores Alberto Pucheu, André Dahmer, Angélica Freitas, Júlia Panadés, Prisca Agustoni e Ricardo Aleixo, selecionados no final de 2019 e em 2020 durante o preparo da peça, que seria feita presencialmente, não fosse a pandemia.

O Blog do Arcanjo compartilha a sinopse de Quer Ver Escuta:

As pessoas acostumaram-se a trabalhar e a se divertir com retinas grudadas às telas eletrônicas. O olhar, portanto, acaba confinado ao excesso de imagens e a mínimos espaços. Por meio das delicadezas do ouvir, ao contrário, é possível ampliar, dia a dia, os modos de fruição da vida – e da arte. Os sons, afinal, nos tornam do tamanho que bem desejarmos. Eis o mote da nova experiência estética – e sonora – do Grupo Galpão.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana