Casas, Cozinhas e Quintais de Minas Gerais | Por Guta Nascimento

Por Guta Nascimento
Especial para o Blog do Arcanjo


Em Minas, a alma da casa habita a cozinha. 

É o lugar do fogo, que aquece quem ali vive e quem ali visita, da conversa, do ritual de preparar a comida com afeto, um cesto eterno de memórias. Mais privilegiadas ainda são as casas da roça com seus esplendorosos fogões a lenha, nos quais comida e tempo se entrelaçam de maneira harmoniosa produzindo sabores únicos, inalcançáveis em outros modos de preparo.

A arquitetura rural é bela e delicada.

Se você, assim como eu, tem paixão por casas simples, aconchegantes, que se integram com doçura à paisagem, temos um livro para chamar de ‘nosso’. 

Casa Rural Mineira – Um Guia de Construção” (Editora Palco) é um daqueles livros que a gente pega, se apega, e não quer que as páginas acabem nunca. 

É fruto de dois apaixonados pelo saber-fazer, Paulo Rogério Ayres Lage e Djalma Pinto de Almeida. Paulo tomou para si a missão de compartilhar saberes ancestrais das coisas feitas à mão pelo homem do campo. Seu Djalma, como era conhecido, foi um presente de Minas Gerais para a arquitetura. Pedreiro, nascido no antigo vilarejo de São João Batista, hoje conhecido como Morro do Ferro, tinha, nas palavras de Paulo, “total domínio das técnicas seculares de construção” e fez até seus 85 anos, fogões e casas lindas, com sua “mente privilegiada nos cálculos de ferragens, traços de massa e volume dos materiais”, em estilo consagrado pelo tempo. 

Foto do fogão à lenha construído por Mestre Djalma em Ouro Preto, Minas Gerais - Foto: Reprodução/Divulgação - Blog do Arcanjo
Foto do fogão a lenha construído por Mestre Djalma em Ouro Preto, Minas Gerais – Foto: Reprodução/Divulgação – Blog do Arcanjo
Fogão a lenha em ilustração de João Marcos Gontijo - Foto: Reprodução/Divulgação - Blog do Arcanjo
Fogão a lenha em ilustração de João Marcos Gontijo – Foto: Reprodução/Divulgação – Blog do Arcanjo

A união dos dois proveu esse guia afável com desenhos e ilustrações finas e graciosas de João Marcos Gontijo e Mário Zavagli, que é um delicioso passo a passo para quem quer aprender a construir casas e sonhos. Há capítulos didáticos sobre Alicerces, Paredes, Telhados, Portas e Janelas, Forros, Pisos, Pinturas, e, claro, as Cozinhas.

Casa Rural Mineira teve sua primeira edição em 2003. A segunda edição, com tiragem de 3.000 exemplares, é de 2011. Há poucos exemplares disponíveis à venda e você pode garimpá-los no Estante Virtual e na Amazon.

Cozinha antiga em foto de Miguel Aun - Divulgação - Blog do Arcanjo
Cozinha antiga em foto de Miguel Aun – Divulgação – Blog do Arcanjo
Guarda-louça em foto de Miguel Aun - Divulgação - Blog do Arcanjo
Guarda-louça em foto de Miguel Aun – Divulgação – Blog do Arcanjo
Escola Saramenha Artes e Ofícios em Ouro Preto - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo
Escola Saramenha Artes e Ofícios em Ouro Preto – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Concurso de fotografia da Escola Saramenha foca em Cozinhas

E já que estamos aqui nos derretendo de amor pelas casas & cozinhas de Minas, aproveito para compartilhar um lindo concurso promovido pela Escola Saramenha Artes e Ofícios. 

É o II Concurso de Fotografia A Arte de Viver Minas Gerais – Edição Cozinhas. As inscrições vão até o dia 15 de julho e o resultado sai no dia 31.

Os prêmios vão de R$500 a 1.500 reais e cada candidato pode inscrever até 3 fotos.

E, atenção, os organizadores reforçam que o tema do concurso não é a culinária em si. O propósito é o espaço da cozinha como cultura, “o contexto, objetos, móveis que nos contem uma história desse lugar tão especial de nossas casas”.

Na primeira edição do concurso, no fim de 2020, o tema foi “Quintais”. Foram mais de 900 inscritos, o que acabou reunindo mais de duas mil fotografias concorrentes.

Para saber mais sobre o concurso deste ano clique aqui.

Encerro, então, com algumas das imagens vencedoras. 

Um primor de poesia sobre este outro espaço amoroso de casas com alma e vida, o quintal.

Foto de Pollyana Mendes de Assis – Ouro Preto MG – 1º Lugar - Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios
Foto de Pollyana Mendes de Assis – Ouro Preto MG – 1º Lugar – Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios – Blog do Arcanjo
Foto de Marlon Bruno de Paula – Timóteo MG – 2º Lugar - Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios
Foto de Marlon Bruno de Paula – Timóteo MG – 2º Lugar – Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios – Blog do Arcanjo
Foto de Pedro Olavo Pedroso Cavalheiro – Guaxupé MG – 3º Lugar - Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios
Foto de Pedro Olavo Pedroso Cavalheiro – Guaxupé MG – 3º Lugar – Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios – Blog do Arcanjo
Foto de Nicolas de Oliveira Fernandes – Itabira MG – 4º Lugar - Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios
Foto de Nicolas de Oliveira Fernandes – Itabira MG – 4º Lugar – Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios – Blog do Arcanjo
Foto de Sergio Guariento Gadelha – Ouro Preto MG – 5º Lugar - Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios
Foto de Sergio Guariento Gadelha – Ouro Preto MG – 5º Lugar – Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios – Blog do Arcanjo
Foto de Joaquim Grigório Cantanhede Neto – Pedreiras MA – Prêmio Quintais do Brasil - Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios - Blog do Arcanjo
Foto de Joaquim Grigório Cantanhede Neto – Pedreiras MA – Prêmio Quintais do Brasil – Divulgação Escola Saramenha Artes e Ofícios – Blog do Arcanjo
Guta Nascimento - Foto: Hilreli/Divulgação - Blog do Arcanjo
Guta Nascimento – Foto: Hilreli/Divulgação – Blog do Arcanjo

Guta Nascimento é jornalista e adora trazer notícias do Novo Mundo🌱Foi diretora da Revista CLAUDIA, diretora de conteúdo da Escola de Você e do portal feminino Tempo de Mulher. Em televisão, trabalhou nos telejornais Jornal Nacional, Jornal da Globo e Jornal Hoje, da TV Globo. Baseada em Nova York, participou de grandes coberturas internacionais como a Guerra de Kosovo e o regime talibã no Afeganistão. No SBT, fez parte da equipe que, em 2005, reestruturou o departamento de jornalismo, criando o telejornal SBT Brasil. Na Record TV, cobriu grandes eventos internacionais, como as Olimpíadas de Vancouver e de Londres. Em 2014, cobriu o surto de Ebola, na Guiné Conacri, para a Band. A trabalho, conheceu o Butão e foi duas vezes ao Pólo Norte, onde se encantou com o sol da meia-noite. A passeio, subiu a pé até o acampamento-base do Everest e o topo do Kilimanjaro. Mergulhou com tubarões-baleia na Tailândia e sonha um dia tirar uma selfie no final da Muralha da China. Atualmente é nômade digital e quando a saudade de ver estrelas aperta, se refugia na @refazendarioxopoto

Siga @gutanascimento

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *