Marcio Garcia sobre The Voice Kids: ‘Demorei 30 segundos para dar resposta a Boninho’

Marcio Garcia apresenta The Voice Kids, que estreia em 6 de junho na Globo - Foto: Fabio Rocha/Globo/Divulgação - Blog do Arcanjo
Marcio Garcia apresenta The Voice Kids, que estreia em 6 de junho na Globo – Foto: Fabio Rocha/Globo/Divulgação – Blog do Arcanjo

Por Miguel Arcanjo Prado
@miguel.arcanjo

Marcio Garcia celebra apresentar a sexta edição do The Voice Kids, que estreia em 6 de junho na Globo, tendo como técnicos Gaby Amarantos, Michel Teló e Carlinhos Brown. Foi na emissora que ele começou na função, apresentando o Gente Inocente (1999-2002). Depois, fez sucesso na Record com o Melhor do Brasil (2005-2008). Na sequência, voltou à Globo para fazer novelas como ator e apresenta o Tamanho Família desde 2016. O carioca de 51 anos conversou com o Blog do Arcanjo sobre a nova fase. Leia com toda a calma do mundo.

Blog do Arcanjo – Como você recebeu o convite para apresentar o The Voice Kids?
Marcio Garcia – O Boninho me ligou me perguntando se eu teria vontade de apresentar. Eu até brinquei com ele, falei: “Deixa eu pensar e te volto”. Ele perguntou se ia demorar muito. Eu falei: “Só um minutinho. Já pensei. Estou dentro”. Demorei 30 segundos para dar a resposta (risos).

Blog do Arcanjo – Do ‘Gente Inocente’, que era um programa com pegada infantil, para cá, que aprendizados teve que acha que vai poder usar com essa turma do elenco?
Marcio Garcia – De lá para cá, já pintaram mais três filhos. Até então eu tinha só o Pedro, o mais velho. Aprendi muito durante o ‘Gente Inocente’ e também na vida, criando quatro filhos. Eu hoje tenho filhos de 7, 12, 15 e 17 anos, de todas as idades. É muito aprendizado, inclusive o de escutar. Eu sou de uma geração em que os pais não ouviam muito os filhos. Hoje, por razões óbvias, a gente escuta cada vez mais É uma obrigação de todos os pais escutarem as crianças. Ter aprendido isso me ajudou muito e com certeza será utilizado no programa.

Blog do Arcanjo – A pegada do programa é bem emotiva. Era normal ver o André Marques chorando. Acha que as apresentações também vão mexer com você? Chegou a ver algum vídeo de edições passadas?
Marcio Garcia – Já começamos a gravar as “Audições às cegas” e eu tive que me concentrar. Cheguei a lacrimejar, mas me segurei para não chorar muito. A emoção vem, sim. Não tem como, é muito emocionante. O que mais me emociona é olhar para a família. Apesar de, por causa da pandemia, não termos o contato direto, eu vejo os familiares por uma TV, vejo a reação dos pais e vem forte a emoção. A criança cantando é lindo, muita alegria, mas quando você vê os pais, irmãos, todos chorando, acaba embarcando junto. Está sendo uma experiência incrível.

Blog do Arcanjo – Como imagina que paternidade vai te ajudar nessa experiência?
Marcio Garcia – A paternidade já está ajudando muito. Eu vivo muito esse conflito de agradar a todos, que têm idades muito distintas. Os meninos têm cinco anos de diferença entre si, menos a Nina, a única menina, que nasceu no dia do meu aniversário – meu maior presente – e tem idade mais próxima do mais velho. A experiência do dia a dia com eles e o gerenciamento de crise que a gente tem que ter por conta dessa diversidade de idade me ajudam muito, com certeza.

Blog do Arcanjo – A pandemia atrapalha por não poder dar um abraço em quem é eliminado?
Marcio Garcia –Ah, com certeza. A vontade de dar um abraço é muito grande. A gente se policia. É ruim não ter esse contato, não só com as crianças, mas também com os técnicos; não está sendo fácil. A gente já está habituado e está se contendo bem. Mas, não é mole, não. Na eliminação então… Dá vontade de abraçar, beijar e levar para casa, e o máximo que a gente pode dar é um soquinho (gesto comum na pandemia), e olhe lá.

Blog do Arcanjo – Quem foi o seu maior incentivador na carreira artística?
Marcio Garcia – Meus pais sempre foram incentivadores da minha carreira artística, sempre me apoiaram. Obviamente com aquele resguardo e preocupação inerentes a qualquer pai. Mas, quando viram que começou a dar certo, começaram a me motivar. Sempre paralelamente ao estudo; nunca parei de estudar. Para os pais é sempre muito preocupante essa questão com os estudos por causa de predileção artística, mas eu tive apoio dos meus pais e irmãos e foi muito bacana ter podido contar com esse apoio. Isso faz toda a diferença.

Blog do Arcanjo – Você acha que tem ou já teve em comum com os candidatos do The Voice Kids? O que seria?
Marcio Garcia – O que eu já tive e ainda tenho em comum é a vontade de estar nos palcos. Eu nunca tive vontade de cantar, apesar de já ter tido uma banda. Disso pouca gente sabe: já cantei, há muitos anos atrás. Eu tocava guitarra e cantava. Mas depois me apaixonei pelo que eu faço hoje quando fui para a MTV, depois fiz uma novela e o ‘Ponto a ponto’, antes do ‘Gente Inocente’. Ali eu vi que era aquilo: estar com o microfone na mão, podendo brincar, criar, falar coisas que não estavam no roteiro, pegando situações inusitadas. Aquilo me encantou muito. Foi no ‘Ponto a ponto’ que eu percebi isso, que ali era a minha praia. O ‘Video Show’ também foi um bom termômetro que me fez ter essa vontade de investir na carreira de apresentador.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordenada a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *