‘Sensação de renascimento’, diz Glória Maria ao voltar ao Globo Repórter vacinada

Glória Maria é recebida com flores na volta ao Globo Repórter – Foto: João Cotta/Globo/Divulgação – Blog do Arcanjo

Por Miguel Arcanjo Prado
@miguel.arcanjo

Uma das principais jornalistas brasileiras está de volta ao batente para a alegria do público que a acompanha há quatro décadas no ar. Glória Maria voltou ao comando do Globo Repórter na última sexta (28), ao lado de Sandra Annemberg, gravando diretamente dos estúdios da Globo no Rio, dos quais ficou ausente por cerca de um ano e e meio por conta da pandemia. Na volta à redação no Jardim Botânico, foi recebida com flores. Vacinada, ela fala ao Blog do Arcanjo sobre o retorno ao trabalho e conta como foi fazer home office. Leia com toda a calma do mundo.

Blog do Arcanjo – Qual a sensação de voltar à TV Globo depois de tanto tempo?
Glória Maria – A sensação é de renascimento. Eu nunca fiquei tanto tempo longe da Globo. Mesmo durante os dois anos sabáticos eu visitava a redação de vez em quando, encontrava as pessoas. Agora, não. Com o afastamento pela licença-médica e o isolamento necessário por conta da pandemia, eu nunca tinha ficado tanto tempo longe da redação como aconteceu agora. A sensação hoje foi parecida com a que senti no meu primeiro dia, há quase 40 anos, quando cheguei à Globo pela primeira vez. Tem muita gente trabalhando de casa por causa da pandemia, então eu não sabia o que nem quem eu ia encontrar aqui. Quando cheguei e vi tudo igual, da maneira como eu tinha deixado e senti todo calor e todo amor da equipe, tudo o que eu passei ficou para trás. Como diz o Roberto Carlos, “se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi.” E hoje ainda complemento com uma frase do Emicida [cantando Suejito de Sorte, canção de Belchior], que diz: “o ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro”. Foi a sensação que eu tive quando eu entrei hoje na Globo.

Blog do Arcanjo – Depois de gravar de casa por algum tempo, como é voltar a gravar no estúdio?
Glória Maria – Eu sempre fui muito profissional e nunca misturei trabalho com vida pessoal. Então, apesar de todos os cuidados necessários para gravar remotamente da minha casa, de ser sempre a mesma equipe, que eu conheço e adoro, trabalhar de casa não é a mesma coisa. Quem acompanha o programa pela televisão, nem percebe, mas a sensação para quem faz é diferente. A rotina da casa e as pessoas que estão ali acabam, de alguma forma e mesmo sem querer, interferindo. Eu estou há quase dois anos sem pisar num estúdio, então a minha expectativa é grande, como se fosse a primeira vez. Tudo novo de novo. Já tinha escolhido duas opções de roupa para usar essa semana e hoje já mudei de ideia, não quero mais nenhuma das duas. É um misto de ansiedade, com muita felicidade e um pouco de frio na barriga, tudo ao mesmo tempo.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordenada a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *