Dzi Croquettes criam Alma Brasileira, que reabre o Giostri Teatro

Por Miguel Arcanjo Prado

O Giostri Teatro, charmosa sala na Bela Vista localizada na rua Rui Barbosa, 201, reabre suas portas em 26 de fevereiro. É quando entra em cartaz o espetáculo de dança Alma Brasileira, com Denise Passos.

A obra tem direção do lendário Ciro Barcelos, bailarino da formação original do Dzi Croquettes, grupo de dança brasileiro que rompeu tabus em plena ditadura na década de 1970 e virou febre em Paris, onde foi aplaudido por estrelas como David Bowie, Michael Jackson, Grace Jones, Mick Jagger e Liza Minelli.

Aliás, Ciro Barcelos convocou um amigo dos velhos tempos de desbunde para assinar o figurino, Claudio Tovar, outro Dzi Croquettes originalíssimo que cravou seu nome na história das artes cênicas.

Em cena em Alma Brasileira, está a bailarina e coreógrafa Denise Passos, que comanda a De Passos Arte e Dança no bairro da Consolação e que criou a trilha juntamente com Barcelos. A obra ainda conta com iluminação especialmente criada por Alexandre Zullu.

A produção é da Giostri Cultural, que mantém no mesmo espaço do Giostri Teatro um elegante café e uma imperdível livraria especializada em artes cênicas, com as edições da Giostri Editora focadas na dramaturgia nacional contemporânea.

Alma Brasileira promete investigar a alma desta controversa e exuberante Terra Brasilis, expondo no palco os movimentos de nossa brasilidade, repleta de sincretismo e carregada de diversidade.

Imperdível.

Alma Brasileira
Quando: 26, 27 e 28 de fevereiro; sexta e sábado às 20h; domingo às 19h. 45 min. 14 anos
Onde: Giostri Teatro (Rua Rui Barbosa, 201, Bela Vista, São Paulo, SP, tel. 11 2309-4102
Quanto: R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira) pela Sympla

Siga @miguel.arcanjo!

Ouça o Podcast do Arcanjo!

+ Artistas, Cultura e Entretenimento

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. É coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro, colunista do Notícias da TV e faz o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg


Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *