Novos Normais do Satyros revela vida sexual na pandemia: grátis neste verão

Espetáculo Novos Normais, da cia de teatro Os Satyros. Foto por Andre Stefano.

Por Miguel Arcanjo Prado

Como ficou a vida (e sobretudo a sexualidade) em tempos de pandemia? Essa é uma pergunta que a Cia. de Teatro Os Satyros responde no espetáculo Novos Normais, que volta ao cartaz neste verão em temporada digital gratuita entre 16 e 21 de janeiro. Os ingressos já podem ser retirados. O espetáculo está apto para maiores de 18 anos e aborda temas como vida sexual, uso de drogas, depressão e solidão urbana no confinamento.

Novos Normais: Sobre Sexo e Outros Desejos Pandêmicos tem dramaturgia de Ivam Cabral e Rodolfo Gárcia Vázquez e direção de Vázquez. O projeto surgiu após quase seis meses de quarentena, quando o conceito de Novo Normal estava em ampla expansão, tentando consolidar essa nova experiência de vida social que o planeta vive nesse momento de pandemia do novo coronavírus.

A peça veio após a premiada e internacional montagem do grupo A Arte de Encarar o Medo, apresentada em quatro continentes. “A Arte de Encarar o Medo tratava do momento de pavor que havia tomado conta de nossas vidas no início da pandemia. Era algo inédito e que destruía completamente um estilo de vida que comandávamos. Este novo trabalho traz o ‘novo normal’ como tema. O que significa viver em isolamento e receio constante de contaminação”, fala Vázquez.

Em 31 anos de existência, Os Satyros produziram mais de 100 espetáculos, se apresentaram em 20 países e, das mais de 100 nomeações, receberam 53 prêmios.

Novos Normais: Sobre Sexo e Outros Desejos Pandêmicos”
Quando: De 16 de janeiro a 21 de fevereiro de 2021; sábados e domingos às 18h
Ingressos gratuitos e acesso à transmissão: sympla/espacodigitaldossatyros
Classificação indicativa: 18 anos

+ Artistas, Cultura e Entretenimento

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *