Briga de Parker e Catrall tira Samantha da volta de Sex and The City

Por Miguel Arcanjo Prado

A personagem mais voluptuosa sexualmente da série Sex and The City estará de fora do retorno da atração. A HBO Max anunciou a volta da série de sucesso sobre quatro mulheres em Nova York, mas só com três das quatro protagonistas originais. A relações públicas de vida sexual movimentada Samantha, vivida por Kim Cattral, foi cortada do roteiro. Ainda não se sabe o que acontecerá com a personagem. Michael Patrick King será o produtor executivo da nova temporada.

Já Cynthia Nixon, a advogada Miranda, e Kristin Davis, a dondoca Charlotte, estão mantidas ao lado de Sarah, que vive a escritora Carrie. O nome da nova temporada é Sex and The City… And Just Like That, com dez episódios que mostram a continuação das personagens após as seis temporadas originais e os dois filmes. Segundo a Variety, cada uma das três atrizes vai ganhar US$ 1 milhão por episódio. As gravações serão entre março e junho de 2021. A série deve chegar ao marcado latino-americano até o fim do ano.

O motivo da saída de Kim Catrall, segundo os tabloides, é que ela e Sarah Jessica Parker se detestam. Bastidores dizem que por conta de cachês diferentes e que Catrall queria que a Warner produzisse seus projetos solo em troca de atuar num terceiro filme spin-off, o que não aconteceu. Como ela não conseguiu ganhar a disputa com a produtora, teria batido o pé que não faria o filme, o que deixou suas três colegas com ódio eterno.

À imprensa britânica, Cattral disse que é tudo mentira terem pintado ela como uma diva birrenta, mas falou que Parker nunca a tratou bem nos bastidores da série. O que foi desmentido por Parker depois em uma entrevista.

O ápice da briga foi quando Sarah Jessica Parker escreveu condolências públicas por conta da morte da irmã de Kim Catrall. Esta, por sua vez, ficou com ódio e respondeu: “Não preciso do seu amor ou apoio neste momento trágico”, marcando a desafeta e afirmando que Parker explorava a “tragédia para restaurar seu posto de garota legal”. Catrall ainda afirmou que sua mãe havia lhe perguntado: “Quando aquela hipócrita vai te deixar em paz?”. Parker escolheu o silêncio como resposta.

Fotos: Divulgação/Sex and The City

+ Artistas, Cultura e Entretenimento

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo




Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *