Casa do Povo se integra ao Bom Retiro e promete 2021 movimentado

Por Miguel Arcanjo Prado

A Casa do Povo, na rua Três Rios, 252, é um patrimônio do Bom Retiro, bairro da região central paulistana, e também da cultura nacional, já que foi construída por intelectuais judeus que chegaram ao Brasil escapando da Alemanha nazista.

Sempre conectada a questões sociais, ela promete um novo ciclo de integração profunda com a comunidade ao seu redor, além de continuar processos formativos livres e independentes no ano de 2021.

Entre eles, está a cooperativa com 70 costureiras — a maioria é boliviana—, educação e distribuição alimentar de qualidade e ensino da produção de sabão como forma de ajudar o tão combalido meio ambiente.

O espaço marcou o ano de 2020 com sua prática cotidiana de solidariedade. “Em um território tão vulnerável, manter a Casa do Povo de portas fechadas nos pareceu descabido”, fala ao Blog do Arcanjo seu diretor Benjamin Seroussi.

Benjamin Soroussi, diretor da Casa do Povo

Entre as ações encampadas estiveram a ajuda no cadastro para o auxílio emergencial que beneficiou 1.200 pessoas e a distribuição de cestas básicas com um precioso item, fundamental para um país melhor no futuro: livro.

Atualmente, o Bom Retiro continua sendo um território de imigrantes na metrópole chamada São Paulo, abrigando comunidades judaicas, coreanas, chinesas, bolivianas e paraguaias, além de brasileiros vindos de todas as regiões do país, fazendo do bairro um caleidoscópio cultural que se encontra na Casa do Povo.

O nome não poderia ser outro.

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Veja as últimas notícias dos artistas

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso