Casa do Povo se integra ao Bom Retiro e promete 2021 movimentado

Por Miguel Arcanjo Prado

A Casa do Povo, na rua Três Rios, 252, é um patrimônio do Bom Retiro, bairro da região central paulistana, e também da cultura nacional, já que foi construída por intelectuais judeus que chegaram ao Brasil escapando da Alemanha nazista.

Sempre conectada a questões sociais, ela promete um novo ciclo de integração profunda com a comunidade ao seu redor, além de continuar processos formativos livres e independentes no ano de 2021.

Entre eles, está a cooperativa com 70 costureiras — a maioria é boliviana—, educação e distribuição alimentar de qualidade e ensino da produção de sabão como forma de ajudar o tão combalido meio ambiente.

O espaço marcou o ano de 2020 com sua prática cotidiana de solidariedade. “Em um território tão vulnerável, manter a Casa do Povo de portas fechadas nos pareceu descabido”, fala ao Blog do Arcanjo seu diretor Benjamin Seroussi.

Benjamin Soroussi, diretor da Casa do Povo

Entre as ações encampadas estiveram a ajuda no cadastro para o auxílio emergencial que beneficiou 1.200 pessoas e a distribuição de cestas básicas com um precioso item, fundamental para um país melhor no futuro: livro.

Atualmente, o Bom Retiro continua sendo um território de imigrantes na metrópole chamada São Paulo, abrigando comunidades judaicas, coreanas, chinesas, bolivianas e paraguaias, além de brasileiros vindos de todas as regiões do país, fazendo do bairro um caleidoscópio cultural que se encontra na Casa do Povo.

O nome não poderia ser outro.

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Veja as últimas notícias dos artistas

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *