Livro Coração Americano revela bastidores do disco Clube da Esquina

Por Miguel Arcanjo Prado

Sem dúvida, o disco Clube da Esquina, lançado em 1972, é um dos mais emblemáticos álbuns da história da música popular brasileira, reunindo alguns dos mais expressivos nomes da música mineira. Para antecipar a celebração dos 50 anos de lançamento do LP cultuado de Milton Nascimento e Lô Borges, em 2022, o livro Coração Americano, organizado por Andrea Estanislau, ganha segunda edição que acaba de sair do forno.

Capa do disco Clube da Esquina, de 1972 – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Num país desmemoriado e que cada vez menos valoriza sua cultura, a autora celebra a nova edição.”É uma história incrível que começou nas ruas de Belo Horizonte. É uma amizade linda de meninos comuns que se reuniram em torno da música e fizeram um disco que ainda ecoa nos quatro cantos do mundo. O Clube da Esquina”, diz a escritora ao Blog do Arcanjo.

A turma do Clube da Esquina posa com o ex-presidente JK em Diamantina, Minas Gerais, na década de 1970 – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

O livro traz textos de nomes como Juca Ferreira e João Paulo Cunha, além dos fotógrafos Wilton Montenegro e Ivan Simas. Claro que nomes históricos do movimento não poderiam deixar de figurar na obra, que apresenta depoimento do saudoso Fernando Brant, além de falas de Márcio Borges, Ronaldo Bastos, Tavito, Toninho Horta, Chico Amaral, Bernardo Novais da Mata Machado e Rodrigo James.

Capa do livro Coração Americano: bastidores do Clube da Esquina – Foto da capa: Mario Thompson/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Siga @miguel.arcanjo

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jô Soares sofre censura após morte Diário de Pilar na Grécia faz temporada no Teatro das Artes em SP O Deus de Spinoza estreia no Teatro Itália Bandeirantes Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz