Demissões na Globo expõem fim da Hollywood brasileira

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

A saída de Renato Aragão da Globo após 44 anos de serviços prestados à Globo nesta terça (30) é mais um forte indício de que a Hollywood brasileira esteja perto do fim.

A perda de estrelas do quilate de Miguel Falabella, Aguinaldo Silva, Stênio Garcia, Zeca Camargo e Vera Fischer só neste ano, fora outros tantas que prometem ser anunciadas em breve, demonstram que a fábrica de astros e estrelas da Vênus Platinada não mais fatura como antigamente.

Pouco a pouco, o modelo hollywoodiano tupiniquim vai deixando de existir, transformando antigos astros e estrelas em prestadores de serviço por obra, sem mais direito a vultuosos contratos e sem qualquer tipo de estabilidade profissional.

A resposta para toda essa mudança é simples: a televisão vê sua audiência minguar dia após dia, sobretudo da audiência qualificada e com alto poder aquisitivo — o que atrai os anunciantes mais robustos.

Cada vez mais, a TV aberta virou uma tribuna antiquada que fala para gente que representa o passado. E o mercado sempre foi apaixonado pelo futuro, cada vez mais diverso e inclusivo do que congelada TV aberta pode ser.

Pessoas com educação mais qualificada e melhores salários, e geralmente gente de cabeça bem mais aberta que o público habitual televisivo, há tempos abandonaram o hábito de ver TV aberta (que perdeu, e muito, a qualidade que um dia já teve.

Os jovens, sonho de consumo do mercado publicitário, acham a TV aberta ultrapassada com seus velhos discursos e preferem se entreter com os serviços de streaming — repletos de séries que não têm medo de enfrentar velhos tabus ou modelos sociais heteronormativos, racistas e oligárquicos. Ou, ainda, acompanham as redes sociais das pessoas que admiram.

Não à toa, muitas das hoje ainda estrelas da TV estão mais preocupadas com suas respectivas contas no Instagram do que com os programa dos quais participam ou em decorar o texto insosso de algumas telenovelas.

Essa preocupação é mais que justificável, sobretudo diante do futuro digital que se impôs já neste tempo presente de quarentena, tornando o modelo da TV aberta brasileira algo antiquado e obsoleto.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. PARABÉNS PELO BLOGUE SUPER INFORMATIVO…. QUERO CONVIDA-LÓ PARA PARTICIPAR DO NOSSO PROGRAMA. TRIBUNA DA IMPRENSA DIGITAL AS ” QUARTAS E SEXTAS FEIRA AS 17HS ATE 19HS TRANSMISSÃO ao vivo http://WWW.C4TVWEB.TV COMIGO. LUIZ CARLOS COSTA ABRAÇO A TODOS DO BLOGUE DO ARCANJO….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *