A Revolução dos Bichos vira musical Cabaret dos Bichos na Barra Funda

Cabaret dos Bichos faz temporada segundas, terças e quartas, 21h, no Teatro do Núcleo Experimental até 22/6 – Foto: Ronaldo Gutierrez – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Verdadeiro clássico da literatura mundial, o livro A Revolução dos Bichos, fábula sobre o poder e o jugo do homem escrita por George Orwell durante a Segunda Guerra Mundial, ganha a versão musical Cabaret dos Bichos em São Paulo. A estreia acontece no Teatro do Núcleo Experimental, na Rua Barra Funda, 637, nesta segunda, 23 de maio, ficando em cartaz até 22 de junho, sempre segundas, terças e quartas, 21h, com ingressos a R$ 30 pela Sympla.

A obra tem dramaturgia, letras e direção de Zé Henrique de Paula e música original e direção musical de Fernanda Maia, dupla premiada do teatro musical brasileiro. Eles apostam na linguagem artística dos cabarés alemães, tendo como referência Bertolt Brecht e Kurt Weil, nomes fundamentais das artes cênicas.

Na lista dos livros mais vendidos até os dias atuais, a história se ambienta em uma fazenda na qual os bichos resolvem fazer uma revolução, com inspiração na Revolução Russa de 1917. Contudo, após a tomada do poder, brigas internas geram contrarrevoluções e disputas para quem será soberano de fato, e o que seria uma revolução popular se transforma em uma terrível ditadura.

Preparados por Inês Aranha, estão em cena os atores Amanda Vicente, Bruna Guerin e Luci Salutes (alternantes), Dan Cabral, Dennis Pinheiro, Fabiana Tolentino, Flávio Bregantin, Fernando Lourenção e Pedro Silveira. Já a orquestra é formada por Fernanda Maia (piano), Clara Bastos / Pedro Macedo (baixo), Felipe Parisi (violoncelo), Bruna Zenti / Thiago Brisolla (violino) e Priscila Brigante (bateria).

A peça sob produção executiva de Laura Sciulli ainda tem preparo dos atores por Inês Aranha, coreografia de Gabriel Malo, assistência de direção de Rodrigo Caetano, iluminação de Fran Barros e cenografia de Cesar Costa. Já os figurinos são de Zé Henrique de Paula, com visagismo de Louise Helene e cabelos e maquiagem de Dhiego Durso.

Retire seu ingresso!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas