São Paulo, 468 | Artistas declaram amor à metrópole e revelam seus lugares marcantes

São Paulo faz 468 anos: 14 artistas declaram seu amor à metrópole e revelam seus lugares marcantes ao Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

São Paulo é uma cidade que marca a vida das pessoas de um jeito inesquecível. Para celebrar os 468 anos da metrópole, comemorados nesta terça, 25 de janeiro, o Blog do Arcanjo ouviu 14 artistas, que contam quais lugares da capital paulista marcaram sua história e ainda revelam seus votos à cidade.

Anna Toledo – Divulgação – Blog do Arcanjo

ANNA TOLEDO
atriz e dramaturga

Natural de Curitiba, no Paraná, a atriz e dramaturga Anna Toledo é paulistana há 21 anos. Sua história na cidade se confunde com a da retomada dos grandes musicais. Atualmente, assina texto de dois deles: Assassinato para Dois, no Teatro das Artes, e Conserto para Dois, no Teatro Procópio Ferreira, estrelado por Claudia Raia, além de um terceiro, Os Filhos, que estreia em 4 de fevereiro no Teatro do Núcleo Experimental. “É perturbador constatar que muitos dos lugares que marcaram a minha vida na cidade não existem mais: o Teatro Cultura Artística, no Centro; o Teatro Jardel Filho e o Teatro Bibi Ferreira, na Brigadeiro; o Teatro Ópera, na Bela Vista; o Teatro Viga, no Sumaré; o Teatro Abril (onde praticamente morei entre os anos de 2002 a 2006, fazendo musicais de quarta a domingo) ainda existe mas mudou de nome, agora se chama Teatro Renault. São Paulo exige de nós um movimento incessante e uma capacidade quase sobre-humana de adaptação. Acho que o lugar onde estive mais presente todos estes anos e que vai continuar existindo é o metrô”, diz, bem humorada.

Meu desejo para São Paulo em seu aniversário é mais parques, ciclovias, passarelas e largas calçadas. E que a Cultura e o lazer se estabeleçam cada vez mais como uma via de integração entre a cidade e suas pessoas.

ANNA TOLEDO
atriz e dramaturga
Bob Sousa – Foto: Isabela Hamazaki – Blog do Arcanjo

BOB SOUSA
fotógrafo

Fotógrafo de renome no meio teatral e jurado de premiações como APCA e Prêmio Arcanjo de Cultura, Bob Sousa é paulistano desde que nasceu, há 49 anos. Quando levado a escolher um lugar da cidade que marcou sua vida, ele não titubeia. “A Avenida Paulista sempre foi um espaço de encontro e diversidade. Todos os povos, de diferentes modos de vida, se encontram e interagem na avenida. A cultura e a arte pulsam em todos os dias do ano nesse espaço de pluralidade que representa o espírito do povo paulistano”, define.

Meu desejo no aniversário de São Paulo é que a cidade cresça em harmonia e tolerância e que seja possível partilhar bons momentos ao lado de todos. Que a arte e a cultura possam ajudar na formação do paulistano.

BOB SOUSA
fotógrafo
Bruno Motta – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

BRUNO MOTTA
humorista

Mineiro de Belo Horizonte, o humorista Bruno Motta vive em São Paulo há 15 anos. Para ele, uma avenida da cidade mora em seu coração. “A Av. Paulista foi onde desci do metrô a primeira vez que estive em São Paulo, chegando da rodoviária do Tietê. É aquela imagem que embalava minhas noites no cenário do Programa do Jô, com aquela antena colorida, que hoje faz parte da vista da minha casa”, diz o ator do espetáculo Um Milhão de Anos em Uma Hora, que retorna em fevereiro no Teatro Morumbi Shopping.

Desejo a São Paulo em seu aniversário a integração das diferenças. O aprendizado com o outro.

BRUNO MOTTA
humorista
Bruno Narchi – Foto: Caio Gallucci – Blog do Arcanjo

BRUNO NARCHI
ator, diretor e dramaturgo

O ator Bruno Narchi é paulistano nato e vive na cidade desde que nasceu, há 35 anos. Quando questionado qual é o lugar de São Paulo que faz parte da sua história, ele responde: “Terei de ser plural e destacar os teatros, cinemas e livrarias da cidade. Dos que se foram e aos que se mantêm firmes e fortes, por me indicarem o caminho e por serem casa, respiro e asas para minha imaginação”, diz um dos fundadores da Companhia Paralela e à frente do Nosso Projeto.

Desejo para São Paulo em seu aniversário que a cidade reencontre e reconheça as artes.

BRUNO NARCHI
ator, diretor e dramaturgo
Carla Vazquez – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

CARLA VAZQUEZ
atriz

A atriz Carla Vazquez é natural de Santos, no litoral paulista, mas se considera também paulistana há 16 anos, quando mudou-se para a metrópole em busca de estar nos grandes musicais. E conseguiu. A artista, que encerrou no fim de 2021 temporada de sucesso de Charlie – A Fantástica Fábrica de Chocolates, no Teatro Renault, conta qual o lugar da cidade integra sua trajetória. “A região central de São Paulo faz parte da minha história. É onde eu moro desde o primeiro dia que cheguei, onde eu trabalho e me divirto. São Paulo sempre foi o lugar que eu gostaria de viver. A loucura e a mistura do centro sempre me encantou”, revela.

Meu desejo para São Paulo em seu aniversário é que a cidade continue com essa diversidade, valorizando cada vez mais a arte e a cultura, e estimulando para que todos tenham acesso a ela.

CARLA VAZQUEZ
atriz
Dan Rosseto – Foto: Thais Boneville – Blog do Arcanjo

DAN ROSSETO
diretor e dramaturgo

Nascido em Dracena, no interior de São Paulo, o diretor, dramaturgo e ator Dan Rosseto é paulistano há exatos 20 anos. “Desde que cheguei em um 1º de maio”, recorda. Ele revela seu lugar inesquecível da cidade. “A estação de metrô Ana Rosa faz parte da minha história em São Paulo. Cheguei na cidade e precisava escolher um local para morar. Entrei no metrô e decidi optar em descer numa estação com um nome mais bonito. Fiquei horas para decidir, mas desembarquei no Largo do Ana Rosa e fui morar na região num pequeno pensionato na Conselheiro Rodrigues Alves com a promessa de se nada desse certo eu iria embora”, recorda. E que bom que ele permaneceu.

Desejo no aniversário de São Paulo mais amor, mais cultura, mais respeito, mais dignidade para os seus moradores e identidade para uma cidade que é tão querida por tantos.

DAN ROSSETO
diretor e dramaturgo
Diego Montez – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

DIEGO MONTEZ
ator e dramaturgo

O ator e produtor cultural Diego Montez nasceu na vizinha Cotia, mas escolheu São Paulo como lar há 15 anos. Ele conta que um bairro da cidade lhe conquistou de forma definitiva. “O bairro da Moóca está carimbado na minha trajetória. Por lá que fiz faculdade, estudei teatro, fiz grandes amigos e tomei muita chuva andando de lá pra cá. Definitivamente é um lugar que tenho muito carinho”, diz. Além de atuar nos palcos, ele vem se destacando também na cena teatral como produtor e dramaturgo. São dele os textos dos musicais Brilha la Luna e Noite de Patroa, atualmente em cartaz na capital paulista.

Eu desejo para São Paulo em seu aniversário segurança. Poder andar no centro histórico sem ter medo!

DIEGO MONTEZ
ator e dramaturgo
Gui Leal – Foto: Caio Gallucci – Blog do Arcanjo

GUI LEAL
ator

Paulistano “desde sempre”, ou seja, “há 30 anos”, o ator Gui Leal até revela o local em que veio ao mundo. “No Hospital Universitário da USP, no coração do Butantã”. E brinca: “Sou nascido, crescido e desenvolvido na zona oeste de São Paulo”. E o lugar que faz parte de sua história fica na região. “Rodovia Raposo Tavares! Não necessariamente um belo ponto turístico da cidade, mas diariamente eu ainda corto parte da cidade em uma das mais caóticas rodovias da cidade pra me deslocar entre meus compromissos profissionais e meu travesseiro. Conhecida como rodovia do amor (são mais de 20 motéis à beira da estrada) ou rodovia nacional do trânsito (sinuosa e superlotada), ela faz parte intrínseca da minha história. Foi cruzando ao menos 20 km dessa estrada todos os dias que conquistei minha carreira e meu lugarzinho na arte dessa metrópole”, diz o ator que brilhou no ano passado em Charlie – A Fantástica Fábrica de Chocolates e é um dos astros do musical Sweeney Todd, que estreia em março no 033 Rooftop.

Meu desejo para São Paulo em seu aniversário é que na terra da garoa possam chover mais oportunidades, incentivo e movimento pra que as próximas gerações sejam impulsionadas a saírem das periferias em direção aos lugares onde pensam não serem bem-vindas ou não se encaixar, mas que certamente precisam de diversidade e pluralidade cultural que vão muito além da pirâmide social da ‘cidade grande’.

GUI LEAL
ator
Ivam Cabral – Foto: Bruno Poletti – Blog do Arcanjo

IVAM CABRAL
ator e dramaturgo

Nascido em Ribeirão Claro, no Paraná, o ator e dramaturgo Ivam Cabral é paulistano há 24 anos. Quando perguntando qual lugar de São Paulo faz parte da sua história, ele responde: “Todo o centro da cidade”. Mas, há um endereço especial. E ele explica o porquê. “A Praça Roosevelt, que me rachou ao meio, em 2000, quando começamos a conviver com ela. Apesar de ter nascido no interior do Paraná, naquele momento eu era um burguesinho formado em Curitiba, tendo vivido por quase dez anos na Europa e, apesar de perseguir o dionisíaco, vivia em constante estado apolíneo. A Praça me mostrou que para viver eu tinha que visitar o inferno também. E tem sido lindo!”, fala o cofundador ao lado de Rodolfo García Vázquez da Cia. de Teatro Os Satyros e que reabre o Cine Bijou no aniversário da cidade, agora Satyros Bijou – Sala Patricia Pillar.

Que os habitantes de São Paulo entendam a importância dos cuidados nesta pandemia e se vacinem todos! Que o pessoal das artes tenha condições para voltar a trabalhar com segurança. Que vençamos a desigualdade. Que criemos uma via de mão dupla entre a Oscar Freire e Sadamu Inoue. Que consigamos olhar com coragem para a Cracolândia e para os moradores em situação de rua. Que consigamos olhar! Sem culpa, sem medo, sem preconceito. Mas que consigamos. Olhar!

IVAM CABRAL
ator e dramaturgo
Juca de Oliveira – Foto: João Caldas – Blog do Arcanjo

JUCA DE OLIVEIRA
ator e dramaturgo

Apesar de ter nascido em São Roque, no interior de São Paulo, o ator e dramaturgo Juca de Oliveira é mais que um paulistano. Afinal, ele vive na cidade há 73 anos. Atualmente, ele está em cartaz no Teatro Opus Frei Caneca com sua peça A Flor do Meu Bem Querer. “Um lugar que faz parte da minha história é o TBC, o Teatro Brasileiro de Comédia, na Rua Major Diogo, 315, na Bela Vista”, lembra. “Foi em São Paulo que, em 1961 estreei como profissional no Teatro Brasileiro de Comédia na peça A Semente, de Gianfrancesco Guarnieri, direção de Flávio Rangel, ao lado de Leonardo Villar, Ceyde Yáconis, Nathalia Timberg e grande elenco. Foi um dos grandes sucessos do antigo TBC. São Paulo faz parte da minha história”.

Desejo saúde para São Paulo em seu aniversário. E no meu aniversário de 87 anos, em 16 de março, desejo que a minha peça A Flor do Meu Bem Querer esteja fazendo sucesso no Teatro Opus Frei Caneca, onde estreamos e estamos em cartaz.

JUCA DE OLIVEIRA
ator e dramaturgo
Marilice Cosenza – Foto: Caio Gallucci – Blog do Arcanjo

MARILICE COSENZA
atriz e empresária

Natural de Ribeirão Preto, no interior paulista, Marilice Cosenza vive em São Paulo há 26 anos. A atriz e empresária do ramo do entretenimento e audiovisual, conta que um prédio do Campus da USP faz parte de sua vida. “É a FEA/USP, a Faculdade de Administração. Porque eu me mudei para São Paulo ao passar na USP, onde me formei em administração. Hoje, graças à minha formação, tenho minhas próprias empresas (a Dummy Filmes e o Guia do Ator) e posso trabalhar como atriz sem depender apenas disso para sobreviver, já que vivemos tempos difíceis no mercado artístico com a pandemia, infelizmente”, afirma.

Meu desejo para São Paulo em seu aniversário é que continue sendo a cidade de todos e para todos e que possa ser cada vez mais uma cidade pioneira em trazer coisas boas e legais para a população!

MARILICE COSENZA
atriz e empresária
Rita Cadillac – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

RITA CADILLAC
dançarina

Carioca, a mais famosa de todas as chacretes acabou se tornando paulistana. Rita Cadillac vive uma intensa relação de amor com São Paulo desde 1985, ou seja, há 37 anos. “O local que faz parte de mim em São Paulo é a Santa Cecília, o bairro que moro há 20 anos e é o lugar onde tudo acontece”, conta a moradora da boêmia Rua Canuto do Val.

Meu desejo para São Paulo é que seja mais humana e mais alegre e que possamos passar tudo isso e voltar a crescer e a estender a mão para mais e mais pessoas.

RITA CADILLAC
dançarina
Sidney Santiago – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

SIDNEY SANTIAGO KUANZA
ator

O ator Sidney Santiago Kuanza nasceu em uma colônia de pescadores na praia do Perequê, no Guarujá, na Baixada Santista. Há 22 anos, ele vive em São Paulo, onde brilha nos palcos e telas. O fundador da Cia. Os Crespos revela qual é seu lugar do coração na metrópole. “Eu nasci no litoral e quando mudei para São Paulo, para estudar e tentar minha carreira, o bairro do Bexiga, no início dos anos 2000, vivia ainda uma fase muito encantadora. Abrigava uma infinidade de teatros, escolas de artes e muita boêmia. Eu fui tendo oportunidades na minha profissão, e eu consegui fixar residência no bairro. Morando na Bela Vista, pude resgatar uma história afetiva de parte da minha família materna. Mulheres negras que no início dos anos 1960 e 1970 deixaram a Bahia para trabalhar no Sudeste. E, em São Paulo, elas encontraram na Escola de Samba Vai-Vai um lugar de pertencimento, e ali construíram relações de amor, autoestima, consciência política, trabalho e amizade”, diz.

“A Universidade de São Paulo faz parte da minha vida, pois há muitas décadas abriga a EAD, Escola de Arte Dramática, onde fiz minha formação e foi o espaço mais libertário que pude experienciar. Desejo muita arte a São Paulo em seu aniversário.

SIDNEY SANTIAGO KUANZA
ator
Thiago Perticarrari – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

THIAGO PERTICARRARI
ator

O ator Thiago Perticarrari é paulistano de nascimento. “Morei aqui 36 anos, ou seja, minha vida toda”, diz, bem humorado. Atualmente ele está em cartaz com a comédia musical Assassinato para Dois, no Teatro das Artes do Shopping Eldorado. “Um lugar de São Paulo que faz parte da minha história é a zona norte da cidade, que foi onde vivi minha infância e adolescência quase toda. Muitas lembranças”, conta.

No aniversário de São Paulo, desejo mais empatia, menos fome, e cada vez mais inclusão.

THIAGO PERTICARRARI
ator

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.