SOS Cinemateca Brasileira 75 anos: vídeo com Nicole Puzzi pede preservação da instituição histórica

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

A Cinemateca Brasileira completa 75 anos como centro de memória e difusão do audiovisual brasileiro. Para reforçar a importância história da instituição e a necessidade de sua preservação por toda sociedade e, principalmente, pelo poder público, a SP Escola de Teatro e Adaap (Associação dos Artistas Amigos da Praça), em parceria com a Apaci (Associação Paulista de Cineastas) e a Cia. Base de Dança Vertical e Circo Aéreo, realizam um vídeo especial em homenagem à Cinemateca Brasileira, com narração da atriz Nicole Puzzi, nome icônico de nosso cinema especialmente convidada para a ação.

O vídeo SOS Cinemateca foi idealizado por Ivam Cabral em parceria com Joel Pizzini e Apaci, e contou com as artistas convidados da Cia Base Gabriela Bagno, Jéssica Guedes, Adriana Sabbag e Monika Diniz, dirigidas na coreografia aérea por Cristiano Cimino. A curadoria, roteiro e direção de produção é de Miguel Arcanjo Prado, com direção geral, direção de fotografia e produção de Rodrigo Barros e montagem e edição de Henrique Mello. O projeto ainda contou com Braga Drones, técnica de segurança de Sérgio de Souza, assistência de produção de Margarete de Lara, além de Comunicação de Luiza Camargo, assessoria de imprensa de Leandro Lel Lima e apoio da SP Escola de Teatro e Cine Bijou da Cia. de Teatro Os Satyros. Veja o resultado deste trabalho em equipe:

A atriz Nicole Puzzi narra o vídeo SOS Cinemateca, que marca os 75 anos da instituição do audiovisual que merece mais cuidado do poder público - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo
A atriz Nicole Puzzi narra o vídeo SOS Cinemateca, que marca os 75 anos da instituição do audiovisual que merece mais cuidado do poder público – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Cinemateca Brasileira tem importância história para o audiovisual nacional

A Cinemateca Brasileira é responsável pela preservação e divulgação da produção audiovisual produzida no Brasil. Seu acervo é o maior da América Latina, com cerca de 250 mil rolos de filmes e mais de 1 milhão de documentos sobre o cinema brasileiro, além de fotos, roteiros, cartazes, livros, entre outras preciosidades.

Apesar de toda essa importância, nos últimos anos, o espaço vem sofrendo com a degradação de sua estrutura, culminando com o recente incêndio que devorou parte do acervo histórico e indignou a sociedade brasileira. Nesse dia 23 de outubro acontece uma ação para alertar as autoridades e o setor cultural para a um olhar mais cuidadoso para a Cinemateca Brasileira.

Nomes como Marina Person e Daniela Thomas elaboraram clipes com trechos de obras do cinema nacional que serão projetados em um telão em frente à Cinemateca Brasileira, em São Paulo, neste sábado (23). A iniciativa é do grupo SOS Cinemateca — Apaci, com cineastas independentes por ocasião dos 75 anos da instituição.

Cinemateca Brasileira completa 75 anos: espaço merece ser preservado em respeito à história do audiovisual brasileiro - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo
Cinemateca Brasileira completa 75 anos: espaço merece ser preservado em respeito à história do audiovisual brasileiro – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

SOS Cinemateca

Neste sábado, 23 de outubro de 2021, será lido um manifesto que pede o início imediato dos trabalhos emergenciais pela Sociedade Amigos da Cinemateca na instituição e que chama a atenção para as condições precárias do prédio no Rio de Janeiro que abriga o Centro Técnico Audiovisual, vinculado à Secretaria do Audiovisual do Governo Federal. O ato acontece em frente a Cinemateca Brasileira, no Largo Senador Raul Cardoso, 207, às 19h, e contará com projeções em homenagem ao Cinema Nacional. O vídeo especial da SP Escola de Teatro, Adaap e Apaci reitera a importância da Cinemateca Brasileira, com uma ação em parceria com a Cia. Base no prédio da SP Escola de Teatro e do Cine Bijou, na praça Franklin Roosevelt, coração do centro de São Paulo, onde foi exibida uma faixa com os dizeres: SOS Cinemateca.

Com Rodrigo Barros

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *