Gustavito se conecta à natureza em AHO AHA, álbum duplo de música medicina

Gustavito lança álbum duplo AHO AHA em formato voz e violão – Foto: Mariana Borges/Divulgação – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

O cantor Gustavito lança seu novo álbum de inéditas, AHO AHA, em conexão profunda com as forças da natureza. Apostando na profundidade do simples, em formato voz e violão, o disco tem oito faixas, cinco das quais compostas pelo músico mineiro. Como o nome indica, trata-se de álbum duplo, com a primeira parte, AHO, chegando às plataformas dia 24 de setembro, e a segunda, AHA, em outubro, pelo selo Pequeno Imprevisto (faça o pré-save).

Em conversa exclusiva com o Blog do Arcanjo, Gustavito revela detalhes do projeto. “AHO, o disco que sai essa semana, é a primeira metade do projeto AHO AHA, música medicina, onde apresento 9 canções que me chegaram nos últimos anos quando me debrucei sobre a temática da música enquanto instrumento de cura. Apresento essas faixas numa versão bem simples em formato voz e violão porque quis trazer a sensação intimista de estar cantando na beira de uma fogueira ou de um rio”, propõe o cantor e compositor. 

Gustavito aposta na simplicidade do violão e voz em seu novo álbum, AHO AHA - Foto: Marina Lazuli/Divulgação - Blog do Arcanjo
Gustavito aposta na simplicidade do violão e voz em seu novo álbum, AHO AHA – Foto: Marina Lazuli/Divulgação – Blog do Arcanjo

Gutavito ainda revela como equilibrou as energias do álbum: “Dividi o repertório de AHO AHA em 2 momentos energéticos, como as forças Yin e Yang que regem a natureza, segundo os orientais”, pontua.

E dá mais detalhes: “AHO traz a metade Yang, com cantos que tem um ritmo mais forte e melodias com andamento mais acentuado, além de mensagens que inspiram coragem, proteção e potência. Já lancei 2 singles, que apontam para o oriente e para a direção dos povos originários, respectivamente: METTA, com um videoclipe que traz a tônica da meditação, e a participação de um grupo diverso de figurantes e seres; e TUPÃ, que apresenta um ritual indígena com plantas de poder da Amazônia, com a participação de dois representantes da etnia Huni Kuin, do estado do Acre, Txana Masha e Amë Huni Kuin”, conta. “O projeto continua nos próximos meses com os lançamentos do AHA, a segunda metade desse repertório”, avisa.

Dividi o repertório de AHO AHA em dois momentos energéticos, como as forças Yin e Yang que regem a natureza, segundo os orientais.”

Gustavito, cantor

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *