Thiago Mendonça: Importa o caráter, não com quem a gente se deita | Podcast do Arcanjo

O ator Thiago Mendonça – Foto: Fred Rozário/Globo – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

“Eu me transformei num robô”, brinca o ator Thiago Mendonça, que interpreta uma máquina em Uma Peça para Salvar o Mundo, que pode ser vista de graça no Espaço Digital dos Satyros. Na obra de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, sua robô, Aparecida, interage com o público. “Esse robô é um ser fluído”, avisa, lembrando que a máquina é encantada com a humanidade. No papo com Miguel Arcanjo em parceria com OLA Podcasts, ele relembrou o personagem que o tornou conhecido e querido em todo o Brasil: Bernardinho, na novela Duas Caras, de Aguinaldo Silva, na Globo, entre 2007 e 2008. O personagem foi pioneiro ao levantar debates sobre a aceitação da homossexualidade e da bissexualidade em rede nacional. “Consegui interpretar o Bernardinho de forma digna e humana, sem mais uma vez representar um personagem gay de forma estereotipada, que ele fosse só risível. Foi um cuidado que tive ao lado do diretor Wolf Maya e a equipe. Foi um privilégio ter vivido Bernardinho, há quase 15 anos, e trazer essa temática para uma novela das oito. E a sexualidade não vinha à frente de sua personalidade. As pessoas viam um menino prendado na cozinha, de boa índole, arrimo de família… Ele tinha outros valores. O ser humano é composto de valores diversos, para além da sexualidade. A sexualidade de uma pessoa só interessa a ela e a quem vive com ela. A gente deve julgar uma pessoa por seu caráter e ações e não por quem ela se deita”, pontua. Ouça o podcast!

Clique para ouvir Thiago Mendonça no Podcast do Arcanjo!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg



Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso Gal Costa morre aos 77 anos Festival Satyrianas tem mil artistas na Praça Roosevelt