6º FestKaos de Cubatão aposta no digital com peças de grupos de teatro consagrados

Ivam Cabral em As Mariposas, peça que abre o 6º FestKaos de Cubatão – Foto: Annelize Tozetto – blogdoarcanjo.com

Por Miguel Arcanjo Prado

Começa nesta segunda (1º) o 6º FestKaos, o Festival de Arte Criativa de Cubatão, com apresentação especial de As Mariposas, peça digital da Cia de Teatro Os Satyros, de São Paulo. O evento ainda tem em sua programação digital algumas das mais consagradas companhias teatrais do Brasil. A transmissão será pelo Facebook e o Youtube do Teatro do Kaos.

“Pretendemos fomentar a discussão sobre o fazer teatral, promover a formação de plateia. E para outros segmentos, dar visibilidade às artes e colaborar na geração de renda”, destaca Lourimar Vieira, diretor do festival e do Teatro do Kaos.

O ator Lourimar Vieira, diretor do Teatro do Kaos e idealizador do FestKaos – Foto: Divulgação – blogdoarcanjo.com

A abertura nesta segunda (1º) será às 20h, quando serão veiculados os produtos confeccionados por 28 trabalhadores da cultura do litoral paulista nas áreas de: acessórios, artesanato, gastronomia e moda.

A atriz Nicole Puzzi em As Mariposas, do Satyros, que abre o 6º FestKaos em Cubatão – Foto: Andre Stefano/Divulgação – blogdoarcanjo.com

Já às 21h, começa a peça digital As Mariposas. A programação, recheada de arte e cultura, vai até dia 7 de janeiro e haverá inserções nas redes sociais sobre entidades socioassistenciais da Baixada Santista.

Grupo Galpão apresenta Romeu e Julieta em BH – Foto: Guto Muniz

Outro destaque será no dia 7, com a peça Romeu e Julieta, do mineiro Grupo Galpão, que transpõe a clássica tragédia de Shakespeare sobre o jovem casal apaixonado para a cultura popular brasileira, reunindo técnicas de circo e a linguagem inspirada em Guimarães Rosa e no sertão mineiro.

Blitz, O Império que Nunca Dorme, da Trupe Olho da Rua, está no 6º FestKaos – Foto: Divulgação

A iniciativa também conta com Blitz, o Império que Nunca Dorme, da Trupe Olho da Rua, no dia 2, espetáculo que abriu as discussões recentes sobre liberdade de expressão artística e censura quando foi interrompido em uma praça de Santos pela Polícia Militar em 2016 e o ator Caio Martinez Pacheco foi preso por fazer a peça, uma cena que fez lembrar os tempos da ditadura.

Lugar Onde o Peixe Para do Andaime Teatro está no 6º FestKaos – Foto: Divulgação – blogdoarcanjo.com

Ainda está na programação Lugar Onde o Peixe Para, do Andaime Teatro, tradicional grupo de Piracicaba, no dia 3, mergulhando nas raízes do interior paulista; Memórias da Rabeca, da Cia. Mundu Rodá, será apresentada no dia 4,; já Poema Suspenso para uma Cidade em Queda, da Cia Mugunzá de Teatro, com sede na Luz, no centro paulistano, será apresentada no dia 5; e Quem Matou Edvard Murch, do Núcleo do Ator Maestro, no dia 6. Todas as peças serão apresentadas às 21h.

O projeto é uma realização do  Teatro do Kaos com o Ministério do Turismo via Secretaria Especial da Cultura e do Governo do Estado de São Paulo via Secretaria da Cultura e Economia Criativa.

Siga @miguel.arcanjo!

Ouça o Podcast do Arcanjo!

+ Artistas, Cultura e Entretenimento

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. É coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro, colunista do Notícias da TV e faz o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *