SBT é chamado de ‘Sistema Branco de Televisão’ por falta de negros

Por Miguel Arcanjo Prado

O SBT foi chamado de “Sistema Branco de Televisão” e “Só Branco Trabalhando” por internautas devido à ausência de negros na mensagem de Ano-Novo do canal.

A falta da diversidade étnica na emissora de Silvio Santos ficou ressaltada na foto com a qual o canal celebrou a chegada de 2021, estampando seus apresentadores. Não há um negro ou negra sequer na imagem.

Siga @miguel.arcanjo

Houve internauta que falou que a foto mais parecia de “um canal da Suécia”, “da Suíça” ou “da Austrália”, do que de uma emissora brasileira, já que no país negros são mais da metade da população.

A imagem publicitária do SBT só com brancos surge no encerramento de um ano no qual foi amplamente discutida a importância da representatividade negra para criar novos sentidos e lugares sociais para esta população historicamente oprimida e retirá-la do discurso preconceituoso que o racismo estrutural perpetua.

Não custa lembrar que em 2020 houve violentos assassinatos de negros por policiais ou seguranças brancos, como nos casos de George Floyd, nos Estados Unidos, e João Alberto Silveira Freitas, no Brasil, que provocaram uma enxurrada de protestos não só nos países nos quais estes crimes brutais ocorreram como em todo o mundo.

A falta de representatividade negra à frente das câmeras não é uma exclusividade do SBT. Emissoras brasileiras ainda insistem em ignorar profissionais negras e negros em lugares de destaque em suas grades. Isso só reforça a necessidade de discussões públicas do que significam e perpetuam no imaginário social imagens como a foto de Ano-Novo do SBT, composta apenas por comunicadores brancos.

Siga @miguel.arcanjo

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Daniel Silva disse:

    Este SBT é uma porcaria como canal televisivo. Tem a frente um empresário que parou no tempo da Casa Grande & Senzala que não acompanha a evolução dos tempos e se limita a apoiar e exigir dos seus empregados puxa sacos que apóiem esse governo nazista, homofóbico, racista e tudo mais que não presta. Seus enlatados só consegue entreter os tolos e quem não tem senso crítico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *