Virada Cultural sem aglomeração reúne 400 nomes no digital

Por Miguel Arcanjo Prado

Nada da típica aglomeração que costuma reunir 4 milhões de pessoas em 24 horas pelas ruas do centro paulistano. Dessa vez, tudo estará disponível a um clique no conforto dos lares dos espectadores, que agora podem estar em qualquer lugar do mundo. A 16ª Virada Cultura de São Paulo começa às 18h de sábado, 12, e vai até 18h de domingo, 13, com mais de 400 atrações digitais.

Grandes nomes de nossa cultura estão na farta programação, incluindo aí Criolo (sábado, 21h30), Elza Soares (sábado, 20h), Arnando Antunes (domingo, 13h30) e Elba Ramalho (domingo, 18h). Entre as novidades, está o lançamento do museu de arte urbana Mar 360º. Também estão na pauta questões ambientais, antirracistas e antimachistas. Para acessar a programação completa basta entrar no site www.viradacultural.prefeitura.sp.gov.br.

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *