Divinas Divas celebram sucesso no Municipal e prometem rodar o Brasil

Divinas Divas são ovacionadas no Theatro Municipal de São Paulo: histórica noite de glória – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Foi uma histórica noite de glória a apresentação das Divinas Divas no Theatro Municipal de São Paulo. Sob direção de Robson Catalunha, o sexteto formado por Jane Di Castro, Divina Valéria, Eloína dos Leopardos, Camille K, Divina Núbia e Márcia Dailyn – estas duas últimas convidadas a homenagearem as icônicas Rogéria e Phedra D. Córdoba, respectivamente — foi ovacionado de pé pelo público que lotou o mais nobre templo das artes cênicas do Brasil. Agora, elas querem rodar o Brasil e avisam: estão abertas a convites para se apresentarem em outras capitais.

Camille K, Jane Di Castro, Divina Valéria e Eloína dos Leopardos: Divinas Divas icônicas fizeram bonito no palco do Theatro Municipal de São Paulo – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Diretora do documentário Divinas Divas, Leandra Leal conferiu a noite no Municipal lotado: “Lindo, emocionante e histórico”, definiu – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Na plateia, Leandra Leal, que dirigiu o documentário “Divinas Divas” ficou emocionada ao ver o espetáculo que fez sucesso na década de 1960, no Teatro Rival, pertencente à sua família, ser retomado com quatro nomes icônicos, Jane, Valéria, Camille e Eloína, e as convidadas Núbia e Márcia. “Theatro Municipal lotado para ver Divinas Divas. Foi lindo, emocionante, histórico”, definiu a atriz e cineasta.

O diretor artístico do Theatro Municipal Hugo Possolo prestigiou a noite das Divinas Divas: apoio à diversidade no nobre templo das artes cênicas – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

A apresentação fez parte do Festival Verão Sem Censura, da Secretaria Municipal de Cultura, e ganhou ainda mais impacto por ser realizado no Dia da Visibilidade Trans, colocando artistas travestis e transexuais no mais nobre palco da maior cidade do país, em uma iniciativa de apoio à diversidade de Hugo Possolo, diretor artístico que vem fazendo história no Municipal ao tornar o espaço pertencente a todas as matizes de paulistanos e paulistanas.

É luxo só: o diretor Robson Catalunha surgiu incógnito dentro de um belo carro amarelo no palco do Theatro Municipal em Divinas Divas – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Agora, o diretor Robson Catalunha adianta que já está em negociações com outros teatros e festivais, avisando que pretende rodar o Brasil com as Divinas Divas. Certamente, público não faltará.

O Blog Miguel Arcanjo pediu para as Divinas Divas que definissem como foi a apresentação no Municipal. Veja o que elas falaram.

Divinas Divas: Camille K brilha no palco do Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

“Foi uma glória ter me apresentado no Theatro Municipal de São Paulo, sob a direção de Robson Catalunha que reestruturou o show com maestria. Fazendo valer seu olhar gentil, delicado e generoso conseguiu extrair o melhor de nós, na certeza que este espetáculo ficará na história. Em particular frisso a pessoa amorosa e compreensiva por trás do (profissional) diretor. Só tenho a agradecer: a direção, a produção e toda a equipe. Foi magnífico”.
Camille K., diva

Divinas Divas: Eloína dos Leopardos brilha no palco do Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

“Foi uma glória dentro da história! Obrigada, São Paulo, por tudo, pelo Municipal, pela direção do Robson Catalunha, um grande diretor, pelo sucesso e aplausos do público. Foi maravilhoso estar no Municipal, um beijo a todos que lá estiveram conosco”.
Eloína dos Leopardos, diva

Divinas Divas: Jane Di Castro brilha no palco do Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

“Foi uma emoção sem tamanho. Com certeza foi um grande marco na nossa carreira. Viajei o mundo e cantei em vários locais importantes, mas me apresentar no Theatro Municipal de SP, foi como estar no tapete vermelho do Oscar. Com certeza vamos levar essa emoção para a eternidade. Obrigada São Paulo e acorda Rio de Janeiro”
Jane Di Castro, diva

Divinas Divas: Divina Valéria brilha no palco do Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

“Estou muito feliz de ter estado no palco do Theatro Municipal de São Paulo. Foi mais um grande momento na minha carreira de 57 anos. Foi tão densa a energia entre a plateia e o palco que quase foi possível pega-la com as mãos. Já cantei na Igreja da Madalena em Paris, mas o Municipal, dentro do meu País, foi algo inesquecível. Viva as Divinas Divas que são referência de luta e resistência na vida e na arte.”
Divina Valéria, diva

Divinas Divas: Divina Núbia brilha no palco do Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

“Foi muito importante pra mim estar ao lado dessas guerreiras que lutaram pra se expressar da maneira como queriam. Representar a Rogéria e saber da repercussão que houve do show com artistas (amigas da Rogéria) no Rio de Janeiro, Paris, Itália e Espanha. Recebi muitas mensagens lindas nas redes sociais. Foi um prazer ser dirigida pelo Catalunha, com toda a paciência do mundo que ele teve. Sou grata a todos que estavam envolvidos de corpo e alma nesse projeto.”
Divina Núbia, diva

Divinas Divas: Márcia Dailyn brilha no palco do Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

“Tenho orgulho de ser a primeira bailarina trans do Municipal em 108 anos da instituição. Só eu sei o que passei e passo pra ser quem eu sou. Todo o meu respeito às Divinas Divas. Elas foram e sempre serão fonte de inspiração. Fui aplaudida de pé pelo público e não contive as lágrimas em cena. Fecho meus olhos e ainda ouço os aplausos. Jane Di Castro me disse no camarim: “Você é uma Divina Diva”. E eu desabei de novo. Agradeço ao Robson Catalunha e ao Hugo Possolo por poder me expressar, mais uma vez, naquele palco. Meu eterno amor às Divinas Divas. Comecei 2020 no palco mais nobre da cidade. Agradeço também ao Alê Youssef, Ivam Cabral, Rodolfo García Vázquez, ao Maestro Marcello Amalfi pela linda música feita especialmente pra mim. As travestis e as transexuais resistirão.”
Márcia Dailyn, diva

Veja quem aplaudiu Divinas Divas no Municipal

A drag Salete Campari aplaudiu Divinas Divas no Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

As atrizes Cléo De Páris e Maria Casadevall aplaudiram Divinas Divas no Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Divinas Divas lotou o Theatro Municipal de São Paulo – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Ícones da noite paulistana, Sissi Girl, Liz Camargo, Kaká Di Polly e Vânia Bastos fizeram questão de prestigiar Divinas Divas no Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

O saguão do Municipal ficou movimentado com o público que lotou Divinas Divas – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Divinas Divas foram ovacionadas no Theatro Municipal – Foto: Larissa Paz – Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

>>> Siga @miguel.arcanjo

 

Você pode gostar...