Ícone da música mineira, Marku Ribas é homenageado com festival em BH

O cantor e compositor Marku Ribas (1947-2013) – Foto: Guto Muniz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo – UOL

Mineiro de Pirapora, o cantor e compositor Marku Ribas (1947-2013) ficou conhecido por seu estilo eclético e por transitar em diversos ritmos, como soul, samba, samba rock, jazz, funk, reisado, batuque e ritmos afromineiros. O músico é celebrado em Belo Horizonte no Festival Minas Canta Marku. O evento foi aberto nesta terça (19) e vai até domingo (23) no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de BH, na praça da Liberdade.

A programação traz os músicos Júlia Ribas, filha de Marku, Pedro Braga, Toninho Horta, Juarez Moreira, Sérgio Pererê, Marcelo Veronez, Iconili, Marina Machado, Pedro Morais, Bauxita, Tattá Spala, Barranqueiros, Eda Costa, Priscilla Magela, Márcio Levy, Geovanne Sassá, +Samba, Black Jack 21, Cristiano Cunha, Adriano Campagnani, Titane, Célio Balona e Néstor Lombida Hunt e Bloco Magnólia.

O evento tem curadoria e idealização de Júlia Ribas e coordenação geral de Pedro Braga; direção musical do maestro Nestor Lombida Hunt; direção artística de Lira Ribas, também filha de Marku, e produção executiva de Sirlene Magalhães. A realização é da Coreto Cultural.

Além dos shows, a programação tem oficinas gratuitas sobre a obra de Marku, que, em diversas partes do mundo, influenciou composições do jazz ao samba, do samba-rock à música barranqueira. Confira a programação completa.

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Miguel Arcanjo Prado (@miguel.arcanjo) em

Você pode gostar...