Bloco Ilê Aiyê ganha exposição e show duplo em São Paulo

A Deusa do Ébano do Bloco Ilê Aiyê durante show do afro baiano que ganha exposição no Itaú Cultural e faz dois shows no Auditório Ibirapuera, em São Paulo – Foto: Edson Lopes Jr. – Blog do Arcanjo – UOL

“Que bloco é esse?”. A pergunta inquietante que titula a música que faz 45 anos, tema de seu Carnaval 2019, mobiliza um dos mais aclamados blocos afro da história da Bahia, o Ilê Aiyê, desejoso de se mostrar cada vez mais na capital paulista.

Ele faz dois shows neste fim de semana no Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer, em São Paulo: na sexta (5) e no sábado (6), sempre às 21h.

Segundo o grupo, o show vai “materializar no palco os melhores registros de sua trajetória histórica, cultural, musical e de resistência”.

As apresentações celebram a exposição Ocupação Ilê Aiyê, 42ª Ocupação Itaú Cultural que será aberta na noite desta quarta (3) e ficará em cartaz no Itaú Cultural da av. Paulista até 6 de janeiro de 2019.

O Ilê promete seus lendários percussionistas, cantores e dançarinas, incluindo a rainha do bloco, Deusa do Ébano 2018, Jéssica Nascimento.

No repertório, os grandes sucessos de seus variados Carnavais desde 1974, ano de sua fundação.

Bloco afro paulistano apadrinhado pelo Ilê Aiyê, o Bloco Ilu Inã fará participação especial no show do grupo baiano – Foto: Sergio Fernandes – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

E os shows terão convidados especiais.

Na sexta, o espetáculo contará com participação especial dos blocos Ilú Obá de Min e Ilu Inã, este último apadrinhado pelo próprio Ilê Aiyê, que em janeiro desse ano veio a São Paulo fazer o batizado no centro cultural negro Aparelha Luzia, sede do bloco afro paulistano.

Já no sábado, o Ilê convoca duas cantoras baianas radicadas em São Paulo com sucesso para subirem ao palco: Xenia França e Luedji Luna.

Cantora baiana de sucesso em São Paulo, Luedji Luna faz partiaposta em uma mistura de ritmos afro-brasileiros com influências de gêneros como o jazz – Foto: Mujica Saldanha/Divulgação – Blog do Arcanjo/UOL

“Esse espetáculo será uma grande celebração e marcará um momento muito importante para o grupo, que está redescobrindo muitas coisas também. Para nós é gratificante essa oportunidade de mostrar nossa trajetória e poder contar com a presença desses grupos e cantoras mais recentes”, conta Val Benvindo, produtora do Ilê Aiyê.

O tema do Ilê Aiyê para o carnaval 2019 será a celebração dos 45 anos da música “Que bloco é esse?”, um dos grandes sucessos do grupo, que estará no repertório das duas noites ao lado de outras consagradas como “Mais Belo dos Belos”, “Pérola Negra”, “Adeus Bye Bye” e ” Oração a Mandela”, entre outras.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Please follow and like us:
Morre pai do Padre Marcelo: “Até a eternidade” Colplay cancela shows no Brasil por doença de Chris Martin Marilyn Monroe, Blonde: Curiosidades do filme Tim Maia: 80 anos do eterno síndico Arlete Salles brilha no Teatro das Artes