Peça com Jesus travesti é censurada outra vez

A atriz Renata Carvalho, protagonista de O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu – Foto: Annelize Tozetto/Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

“Fomos censuradas em Guaranhuns”, informa a atriz travesti Renata Carvalho. Ela interpreta Jesus Cristo na peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, com texto da dramaturga trans escocesa Jo Clifford e direção de Natalia Mallo.

A obra, que mostra a volta de Jesus à terra como uma travesti, já sofreu tentativas de censura em várias partes do Brasil, como Londrina, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador, e chegou a ser proibida pela Justiça de Jundiaí de ser apresentada, decisão esta que caiu posteriormente em nome da liberdade de expressão artística garantida na Constituição.

Dessa vez a peça seria apresentada nos dias 26 e 27 de julho, no 28º Festival de Inverno de Garanhuns, tradicional evento cultural do interior de Pernambuco. Contudo, as apresentações foram canceladas pelo Governo do Estado de Pernambuco.

Em nota, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, o Governo de Pernambuco diz:

“O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, decidiu cancelar a apresentação ‘O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu’, da Mostra de Teatro Alternativa do Festival de Inverno de Garanhuns de 2018, diante da polêmica causada pela atração e da possibilidade de prejuízos das parcerias estratégicas e nobres que o viabilizam. O Festival de Inverno de Garanhuns foi criado para unir e divulgar nossas expressões culturais e não para dividir e estimular a cultura do ódio e do preconceito. O Governo de Pernambuco também repudia todas tentativas de exploração eleitoreira feitas do episódio. Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco”.

O Blog do Arcanjo no UOL apurou que autoridades políticas e religiosas locais de Guaranhuns manifestaram-se contra a peça e pediram sua censura na cidade, ameaçando fazer o governador Paulo Câmara (PSB), pré-candidato à reeleição, perder votos caso a mesma fosse apresentada.

Em conversa exclusiva com o Blog do Arcanjo no UOL após saber da censura de sua peça, Renata Carvalho declarou:

“Essa perseguição, esse ódio à peça, sem ao menos conhecer seu conteúdo, só porque comparamos/corporificamos Jesus de Nazaré em um corpo travesti. Jesus é a imagem e semelhança de todos, menos de nós pessoas Trans. ‘É inapropriado, sem-vergonhice’. Isso deve-se à imagem da travesti em nossa sociedade. Essa construção social, essa criminalização e folclorização em cima da imagem da travesti que ocorre devido à nossa exclusão e marginalização. Precisamos humanizar e naturalizar os corpos, as identidades e vivências transvestigêneres. E logo no Festival de Inverno de Garanhuns que seu tema esse ano é “Um viva a liberdade” [essa censura acontece]. Liberdade para quem? Para que corpos? Quem pode frequentar esses festivais? Que medo é esse de uma peça de teatro?”.

Siga Miguel Arcanjo Prado

Renata Carvalho em “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” – Foto: Bob Sousa – Blog do Arcanjo – UOL

Você pode gostar...