Mostra exibe de graça cinco filmes do Uruguai em SP

Cena do filme uruguaio “El Baño del Papa”, que integra a mostra gratuita em SP – Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

A partir desta segunda (21) e até sexta (25) acontece no Instituto Cervantes de São Paulo (av. Paulista, 2.439, metrô Consolação), sempre às 19h, com entrada gratuita, a Mostra de Cinema Uruguaio 2017. A ação é feita em parceria com o Consulado Geral do Uruguai. A programação conta com cinco importantes filmes do cinema recente de nosso vizinho. Os ingressos são distribuídos sempre uma hora antes de a sessão começar. Mas é bom não deixar para ir em cima da hora, pois só são 80 lugares. Veja a programação:

21.08.2017 – 19h (sessão de abertura com a presença do diretor César Charlone)
El baño del Papa (César Charlone, Enrique Fernández, 2007, 90 min.)
1998, cidade de Melo, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai. O local está agitado devido à visita em breve do Papa. Milhares de pessoas virão à cidade, o que anima a população local, que vê o evento como uma oportunidade para vender comida, bebida, bandeirinhas de papel, souvenires, medalhas comemorativas e os mais diversos badulaques. Beto, um contrabandista, decide criar o Banheiro do Papa, onde as pessoas poderão se aliviar durante o evento. Mas para torná-lo realidade ele terá que realizar longas e arriscadas viagens até a fronteira, além de enfrentar sua esposa Carmen e o descontentamento de Silvia, sua filha, que sonha em ser radialista.

22.08.2017 – 19h
Rambleras (Daniela Speranza, 2013, 93 min.)
Três mulheres, uma jovem solteira, que tem medo de ficar sozinha, uma namorando, mas não acompanhada, e uma mulher velha que não tem ninguém na vida, aprenderam umas com as outras que ainda é possível crescerem.

23.08.2017 – 19h
Mal día para pescar (Álvaro Brechner, 2009, 100 min.)
Um ex-campeão mundial de luta livre, que ainda se considera um homem muito forte, tem um manager que consegue para ele exibições e combates clandestinos, para que ele recupere o título de campeão mundial novamente. Mas os acontecimentos tomam um rumo inesperado e incontrolável para os protagonistas.

24.08.2017 – 19h
Los modernos (Mauro Sarser, Marcela Matta, 2016, 135 min.)
Três casais têm que enfrentar os desafios relacionados com a paternidade, a realização profissional e a liberdade sexual. O estilo de vida, as decisões, a liberdade, o sexo e o amor seguem sendo os assuntos que tiram nosso sonho à noite. “Os Modernos” fala desses temas desde uma perspectiva crítica, questionando os valores do mundo contemporâneo.

25.08.2017 – 19h
Artigas, la Redota (César Charlone, 2011, 108 min.)
No ano de 1884, o governo uruguaio encomenda ao famoso pintor Juan Manuel Blanes um retrato do libertador José Artigas, o homem que liderou um exército popular no interior do país. O artista utiliza um esboço de 1811, realizado pelo espião espanhol Guzmán Larra para começar sua obra. Setenta anos antes, Larra havia sido contratado para acabar com a vida de Artigas e acabou testemunhando os anseios de seus oito mil companheiros. Os destinos desses três homens se cruzam, mudando a vida de cada um deles e do povo uruguaio.


Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas