O Retrato do Bob: um artista chamado Lee Taylor

Foto de Bob Sousa


Lee Taylor é um dos artistas mais importantes de sua geração. Veio de Goiás para dominar os concorridos palcos paulistanos. Desde que colocou os pés na metrópole, mostrou a que veio. Ao lado do mestre Antunes Filho, fez história no teatro brasileiro no começo do século 21. Sua atuação em A Pedra do Reino, foi referendada por Ariano Suassuna. Aliás, gente para referendar Lee é o que não falta. Corajoso, deixou o conforto do CPT, onde era estrela, para assumir o desafio de criar e comandar o NAC, o Núcleo de Artes Cênicas do Centro da Cultura Judaica. É lá que o pupilo está se tornando o mestre.

Leia: “Antunes continua meu mestre”, diz Lee Taylor

Lee Taylor dirige dança no NAC

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jô Soares sofre censura após morte Diário de Pilar na Grécia faz temporada no Teatro das Artes em SP O Deus de Spinoza estreia no Teatro Itália Bandeirantes Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz