Miguel Arcanjo participa de conversa sobre jornalismo cultural no Festival de Curitiba

Jornalismo cultural e redes sociais são tema de debate no Festival de Curitiba com Pedro Neves, Sandro Moser, Miguel Arcanjo Prado, Marcio Tito e Abonico Smith © Solomon Lange – Agência Daniel Sorrentino @dansorrel Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo 2023

ENVIADO ESPECIAL AO FESTIVAL DE CURITIBA*

Por CAROLINA FAYAD

Miguel Arcanjo Prado, jornalista cultural, crítico de artes e diretor do Blog do Arcanjo e Prêmio Arcanjo de Cultura, participou da roda de conversa sobre jornalismo cultural e redes sociais realizada pelo 31º Festival de Curitiba, com iniciativa de Maximilian Santos, coordenador de Comunicação do evento. Participaram também Abonico Smith, criador do site Mundo Bacana, Pedro Neves, assessor de imprensa do Festival de Curitiba e o dramaturgo e crítico Márcio Tito, criador do site de crítica cultural Deus Ateu.

Durante o papo com o público, formado em sua maioria por jornalistas culturais e estudantes de jornalismo, os assuntos foram variados. Houve uma constatação de que a prática de jornalismo cultural em Curitiba ainda é um desafio a ser superado, sobretudo pela falta de apoio do poder público e de empresas.

Das principais dificuldades citadas pelos especialistas, a mais falada foi a monetização. Hoje, o papel de jornalista se tornou muito mais do que escrever, o profissional érequisitado que faça todas as funcionalidades de comunicação, como a difusão da informação, o comercial e o marketing de seu próprio trabalho.

Miguel Arcanjo Prado © Solomon Lange – Agência Daniel Sorrentino @dansorrel Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo 2023

O principal desafio que o jornalista Miguel Arcanjo descreveu foi conseguir se comunicar com todos. A cultura deve ser acessível e, por isso, Arcanjo, desde o começo de sua carreira, teve como objetivo comunicar a cultura de forma simples a um público amplo. Por isso, consegue atingir 2 milhões de internautas por mês em seu site Blog do Arcanjo. Nos últimos anos, com avanço de ferramentas de SEO e com uma crescente extraordinária no número de conteúdos publicados, tem sido cada vez mais difícil se destacar no mundo virtual.

Como solução, Arcanjo compartilhou sua experiência com a difusão de seu conteúdo: é preciso ter constância, não só na produção de conteúdo, mas também com as pessoas e relacionamentos cultivados no meio profissional, e tentar ter uma cobertura diversa. “O Google é sua banca de revista”, comentou o jornalista, que ainda deu uma dica preciosa: “É preciso ser autêntico e não copiar ninguém, fazer o seu, com a sua verdade, assim você vai atrair um público que se identifica com o seu trabalho e que vai te acompanhar independentemente da plataforma”.

Fotos debate sobre Jornalismo Cultural e Redes Sociais no Festival de Curitiba por Solomon Lange

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ouça Arcanjo Pod no Spotify

Blog do Arcanjo no YouTube

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Jornalista cultural influente e respeitado no Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, desde 2019. É Mestre em Artes pela UNESP, Pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, Bacharel em Comunicação pela UFMG e Crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e apresenta o Arcanjo Pod. Eleito três vezes um dos melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, UMA, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. Integra o júri de Prêmio Arcanjo, Prêmio Jabuti, Prêmio Governador do Estado de São Paulo, Prêmio Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Prêmio Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. Vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Medalha Mário de Andrade do Prêmio Governador do Estado, maior honraria na área de Letras de São Paulo.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *