Melhores peças de 2022 ocupam teatros da Prefeitura de São Paulo neste dezembro

Vencedor do Prêmio Arcanjo, musical Tatuagem faz últimas apresentações do ano no Teatro Cacilda Becker na Mostra São Paulo em Cena 2022, com melhores peças do ano – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Os teatros municipais de São Paulo estão com uma intensa programação neste mês de dezembro. Entre os destaques estão a Mostra São Paulo em Cena 2022, com os espetáculos vencedores do Prêmio Arcanjo 2022 Brenda Lee e o Palácio das Princesas, O Bem Amado Musicado e Tatuagem, além de sucessos como Terça Insana e Grace em Revista. Também há a exposição Retratos, de Bob Sousa, que celebra os dez anos de O Retrato do Bob aqui no Blog do Arcanjo. A seguir, veja a programação completa e programe-se!

Programação de Dezembro nos Teatros Municipais de São Paulo

TEATRO ALFREDO MESQUITA

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Exposição Retratos – Bob Sousa

Fotografia

Exposição Retratos – Bob Sousa é uma exposição fotográfica artística, formada por retratos de personalidades da cultura e do teatro brasileiro contemporâneo. A mostra apresenta diferentes experiências vividas e reveladas no momento do encontro entre fotógrafo e retratado. A exposição RETRATOS – BOB SOUSA, com a curadoria do jornalista e crítico teatral Miguel Arcanjo Prado, reúne 50 imagens em comemoração aos 10 anos da coluna “O Retrato do Bob”, criada pela dupla em 2012. A mostra será apresentada em cinco teatros municipais de São Paulo e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, da Unesp – Universidade Estadual Paulista e da Fundação Vunesp.

Ficha Técnica | Bob Sousa – artista. Miguel Arcanjo Prado – curadoria e texto. Marco Aurélio Olímpio – assessoria em expografia e montagem. Camera press – Impressão.

| Teatro Alfredo Mesquita. Avenida Santos Dumont, 1770 – Santana. 02 a 18/12, das 10h às 22h.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Homens Pink

Teatro

Homens Pink é um espetáculo criado a partir dos depoimentos de um grupo de senhores gays. No corpo-arquivo em cena, narrativas sobre infância, fervo, epidemia e resistência conectam-se a acervos pessoais e compõem um documento performativo que celebra a experiência dos pioneiros e o orgulho das ancestralidades dissidentes.

Ficha técnica | Direção, texto e ator: Renato Turnes.

| Teatro Alfredo Mesquita. Avenida Santos Dumont, 1770 – Santana. 02 a 04/12. Sexta e sábado às 21h. Domingo às 19h. 50 minutos. +14 anos. Gratuito.

Vencedor do Prêmio Arcanjo e Prêmio Bibi Ferreira, Brenda Lee e o Palácio das Princesas está na programação do Teatro Alfredo Mesquita – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Brenda Lee e o Palácio das Princesas

O musical traz um pouco da história de Brenda Lee, chamada de o “anjo da guarda das travestis”, ativista que fundou a primeira casa de apoio para pessoas com HIV/Aids do Brasil. Uma pensão para travestis que, em sua maioria, vive da prostituição. Apesar da realidade de violência em que vivem, dentro da casa são acolhidas por Brenda, que lhes ensina a querer mais da vida.

Ficha técnica | Diretor: Zé Henrique de Paula. Dramaturga: Fernanda Maia. Elenco: Verónica Valenttino, Olívia Lopes, Tyller Antunes, Leona Jhovs, Marina Mathey e Fábio Redkowicz. Músicos: Rafa Miranda, Carlos Augusto, Juma Passa, Rafael Lourenço e Rafa Bebiano.

| Teatro Alfredo Mesquita. Avenida Santos Dumont, 1770 – Santana. 10 e 11/12. Sábado às 20h. Domingo às 19h. 150 minutos. +12 anos. Gratuito.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | A fábrica dos ventos

Teatro infanto-juvenil

A história de um reino onde a vida gira em torno das bexigas. O trabalho, o alimento, o lazer, tudo neste lugar é feito a partir das bexigas. Com dificuldades de respiração e locomoção, o povo trabalha enchendo-as. Sobrevivem vendendo a única coisa que lhes restam, o sopro vital. Atendendo às ordens do rei, ao final de cada dia um soldado passa recolhendo todas bexiga.

Ficha técnica | Elenco: Alexandre Matos, Joel Carozzi, Sergio Carozzi e Wellington Bernado. Direção: Alexandre Matos, Joel Carozzi e Sergio Carozzi.

| Teatro Alfredo Mesquita. Avenida Santos Dumont, 1770 – Santana. 17 e 18/12 às 16h. 45 minutos. Livre.

TEATRO ARTHUR AZEVEDO

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Exposição Retratos – Bob Sousa

Fotografia

Exposição fotográfica artística formada por retratos de personalidades da cultura e do teatro brasileiro contemporâneo. A mostra apresenta diferentes experiências vividas e reveladas no momento do encontro entre fotógrafo e retratado. A exposição, com a curadoria do jornalista e crítico teatral Miguel Arcanjo Prado, reúne 50 imagens em comemoração aos 10 anos da coluna “O Retrato do Bob”, criada pela dupla em 2012. A mostra será apresentada em cinco teatros municipais de São Paulo e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, da Unesp – Universidade Estadual Paulista e da Fundação Vunesp.

Ficha técnica | Artista: Bob Sousa. Curadoria e texto: Miguel Arcanjo Prado. Assessoria em expografia e montagem: Maíra Ramos. Impressão: Camera Press.

| Teatro Arthur Azevedo – Saguão. Avenida Paes de Barros, 955 – Alto da Mooca. 02 a 18/12. Terça a domingo, das 10h às 22h. Livre.

Elenco do espetáculo O Bem Amado - Foto: Ronaldo Gutierrez – Blog do Arcanjo
Vencedor do Prêmio Arcanjo, o espetáculo O Bem Amado Musicado faz sessões no Teatro Arthur Azevedo – Foto: Ronaldo Gutierrez – Blog do Arcanjo

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | O Bem Amado Musicado

Teatro

O BEM AMADO, de Dias Gomes, é uma comédia que satiriza o cotidiano de uma cidade fictícia no litoral baiano, o “bem-amado” em questão é o corrupto e demagogo Odorico Paraguaçu, candidato a prefeito de Sucupira, adorado pela maior parte da população. Como não há um cemitério na cidade, o que obriga os moradores a enterrar seus mortos em municípios vizinhos, o político se elege com o slogan “Vote em um homem sério e ganhe um cemitério”. A grande questão para Odorico é que não morre ninguém para que o cemitério seja inaugurado. O prefeito resolve, então, lançar mão de todo tipo de artifício para não perder o apoio popular, até mesmo consentir a volta à cidade do terrível pistoleiro Zeca Diabo, com a total garantia de que ele não será preso. Há a esperança de que ele mate alguém e lhe arranje um defunto. O prefeito só não imaginava que Zeca Diabo volta a Sucupira disposto a nunca mais matar ninguém, pois quer virar um homem correto, um homem de Deus! No final da trama, é o próprio Odorico quem inaugura o cemitério, após ser morto com tiros por Zeca Diabo. Todos lamentavam-se. O prefeito Odorico tornou-se um mártir.

Ficha técnica | Autor: Dias Gomes. Direção: Ricardo Grasson. Atores: Cássio Scapin, Marco França, Eduardo Lourenço (Eduardo Semerjian), Rebeca Jamir, Luciana Ramanzini, Kátia Daher, Anderson Camargo (Ando Camargo), Heitor Garcia, Roquildes Júnior, Carlos Magno (Magno Argolo). Músicos: Piano, clarinete, violões, lira e percussão: Marco França; Violões e rabeca: Bruno Menegatti; Sanfona: Daniel Warschauer; Percussão: Roquildes Júnior.

| Teatro Arthur Azevedo. Avenida Paes de Barros, 955 – Alto da Mooca. 03 e 04/12. Sábado às 18h e 21h. Domingo às 16h30 e 19h. 100 minutos. +12 anos.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Farol de Cores (Anita e Di)

Teatro

Um espetáculo encenado com uma novidade delicada de animação de teatro de sombras, com bonecos construídos em formato de Linha Única. A trama apresenta uma personagem divertida, com diversas ideias inventivas entre desenhos e pinturas. A menina ANITA e seu amigo vizinho, Di, adoram construir brincadeiras insólitas, transformando objetos em esconderijos improváveis. A construção da Torre de um novo Farol em seu vilarejo aguça e desperta ainda mais a criatividade das duas crianças. E também acaba revelando seres encantados do mar, trazendo ainda mais aventuras surpreendentes para as crianças Anita e Di.

Ficha técnica | Direção e texto: Dario Uzam. Elenco: Surley Valério, William Lobo, Flavio Borzi, Roberta Turro.

| Teatro Arthur Azevedo – Sala Multiuso. 03 e 04/12 às 16h. 45 minutos. Livre.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | História do Olho – Um conto de fadas pornô-noir

Teatro adulto

Em uma livre adaptação da célebre novela “História do Olho”, de Georges Bataille, Janaina Leite dá continuidade à sua pesquisa sobre teatro e pornografia. O espetáculo híbrido entre ficção e não-ficção adota a própria estrutura de “História do Olho” dividida em “fábula” e “reminiscências”.

Ficha técnica | Direção: Janaina Leite. Dramaturgia: Lara Duarte, André Medeiros Martins e Janaina Leite. Atores: Janaina Leite, Ultra Martini, Cusko, Carô Calsone, Isabel Soares, André Medeiros Martins. Performers: Armr’Ore Erormray, Dadu Figlioulo, Georgia Vitrilis, Lucas Scudellari, Vinithekid, Tadzio Veiga, Pombo Morcego e Thata.

| Teatro Arthur Azevedo. 10 e 11/12. Sábado às 20h. Domingo às 19h. 180 minutos. +18 anos.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | O Que Meu Corpo Nu te Conta?

Teatro

O Coletivo Impermanente, dirigido por Marcelo Varzea, se reveza nesta imersão performativa em que seus corpos nus, em relatos confessionais, postos em minissolos de autoficção, revelam histórias marcadas em suas peles e existências. São abordados olho no olho, num ato íntimo. Simultaneamente, as falas se sobrepõem como numa radiografia social.

Ficha técnica | Direção e texto: Marcelo Várzea. Elenco: Agmar Beirigo, André Torquatto, Bruno Rods, Camila Castro, Conrado Costa, Dani D’eon, Daniel Tonsig, Ellen Regina, Flavio Pacato, John Seabra, Lana Rhodes, Letícia Alves, Pamella Machado, Renan Rezende, Stephanie Lourenço, Thiene Okumura, Veronica Nobili e Vini Hideki.

| Teatro Arthur Azevedo – Sala Multiuso. 16 a 18/12. Sexta e sábado às 20h. Domingo às 18h. 60 minutos. +16 anos.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | A Hora da Estrela ou o Canto de Macabéa

Teatro

Espetáculo de teatro musical baseado no livro escrito por Clarice Lispector que narra a saga de Macabéa, imigrante nordestina cuja vida no Rio de Janeiro é marcada por várias ausências: É vista pela sociedade como uma mulher desprovida de qualquer atrativo, ela se contenta com uma existência medíocre: ganha menos do que um salário mínimo, divide um quarto com quatro pessoas, sofre com um chefe rigoroso e não atrai a atenção de ninguém.

Ficha técnica | Adaptação e Direção: André Paes Leme. Texto: Clarice Lispector. Música: Chico César e Marcelo Caldi. Elenco: Claudia Ventura, Laila Garin e Leonardo Miggiorin. Direção musical e arranjo: Marcelo Caldi. Músicos: Fábio Luna (Bateria, Percussão, Flauta, Flauta baixo e voz), Pedro Franco (Guitarra, Violão, Bandolim, Violino e voz) e Pedro Aune (Baixo acústico, Baixo elétrico, Tuba e voz).

| Teatro Arthur Azevedo. 17 a 18/12. Sábado às 21h. Domingo às 19h. 120 minutos. +16 anos.

TEATRO PAULO EIRÓ

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Exposição Retratos – Bob Sousa

Fotografia

Exposição Retratos – Bob Sousa é uma exposição fotográfica artística, formada por retratos de personalidades da cultura e do teatro brasileiro contemporâneo. A mostra apresenta diferentes experiências vividas e reveladas no momento do encontro entre fotógrafo e retratado. A exposição RETRATOS – BOB SOUSA, com a curadoria do jornalista e crítico teatral Miguel Arcanjo Prado, reúne 50 imagens em comemoração aos 10 anos da coluna “O Retrato do Bob”, criada pela dupla em 2012. A mostra será apresentada em cinco teatros municipais de São Paulo e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, da Unesp – Universidade Estadual Paulista e da Fundação Vunesp.

Ficha Técnica | Bob Sousa – artista. Miguel Arcanjo Prado – curadoria e texto. Maíra Ramos – assessoria em expografia e montagem. Camera press – Impressão.

| Teatro Paulo Eiró. Avenida Adolfo Pinheiro, 765 – Santo Amaro. 02 a 18/11. Terça a domingo das 10h às 22h.

Mostra São Paulo em Cena 2022 | Tebas

Teatro

Em Tebas, a Cia. Elevador cria um entrelaçamento das três peças que compõem a Trilogia Tebana: Édipo Rei, Antígona e Édipo em Colono, que discutem alicerces fundamentais de nossa sociedade: tirania e democracia; patriarcado, território e exílio; destino e livre arbítrio.

Ficha Técnica | Dramaturgia e Direção: Marcelo Lazzaratto. Atores da Cia.: Pedro Haddad, Rodrigo Spina, Carolina Fabri, Tathiana Botth, Thaís Rossi e Marcelo Lazzarato. Atores convidados: Eduardo Okamoto, Rita Gullo e Marina Vieira. Cenário: Julio Dojcsar. Produção: Anayan Moretto. Realização: Cia. Elevador de Teatro Panorâmico.

| Teatro Paulo Eiró. Avenida Adolfo Pinheiro, 765 – Santo Amaro. 09 a 11/12. Sexta e sábado às 21h. Domingo às 19h. 60 minutos. +12 anos.

Mostra São Paulo em Cena 2022 | Encantado

Dança

A palavra “encantado”, do latim incantatus, designa algo que é ou foi objeto de encantamento ou de feitiço mágico. Encantado é também sinônimo de maravilhado, deslumbrado ou fascinado e também uma expressão de cumprimento social. No Brasil, encantado tem ainda outros sentidos. O termo se refere às entidades que pertencem a modos de percepção do mundo afro-indígenas. Os encantados, animados por forças desconhecidas, transitam entre céu e terra, nas selvas, nas pedras, em águas doces e salgadas, nas dunas, nas plantas, transformando-os em locais sagrados. São seres que atravessam o tempo e se transmutam em diferentes expressões da natureza. Não experimentaram a morte, mas seguiram em outro plano, ganhando atribuições mágicas de proteção e de cura. Deste modo, as ações predatórias que ameaçam a vida na Terra, a destruição sistemática das florestas, dos rios e dos mares impactam também a existência dos Encantados. Não há como separar os encantados da natureza ou a natureza desses seres. Como encantar nossos medos e nos colocarmos no coletivo, próximos uns dos outros? Como encantar o que nos cerca, imagens, danças e paisagens e transformá-las em nossos corpos e ideias? Como entrar em encantamento e nos acoplarmos, nós e o ambiente, em arranjos variados e ir ao encontro dos seres viventes em toda a sua diversidade?

Ficha técnica | Criação e direção: Lia Rodrigues. Dançarinos: Leonardo Nunes, Carolina Repetto, Valentina Fittipaldi, Andrey Da Silva, Larissa Lima, Ricardo Xavier, Tiago Oliveira e Felipe Vian. Trilha sonora/mixagem: Alexandre Seabra (a partir de trechos de músicas do povo Guarani Mbya/Aldeia de Kalipety da T.I. Tenondé Porã).

| Teatro Paulo Eiró. Avenida Adolfo Pinheiro, 765 – Santo Amaro. 17 e 18/12. Sábado às 21h. Domingo às 19h. 60 minutos. +16 anos.

Grace em Revista e Terça Insana estão na programação de dezembro no Teatro Paulo Eiró – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo

Terça Insana/Grace em Revista
Teatro

Data: De 02 a 04/12
Sexta e Sábado às 21h | Domingo às 19h
Duração: 80 min
Classificação: + 14 anos.

Retirar ingressos com 1h de antecedência.
Evento Gratuito
Sinopse:
“Terça Insana”: Terça Insana, apresentação especial em comemoração aos 21 anos do projeto, serão apresentados clássicos do projeto que mudou a forma de fazer humor no Brasil desde 2001, entre eles, Mulher Limão, Betina Botox e Carlota Joaquina.
“Grace em Revista”: O monólogo revela o caminho que a atriz percorreu para transformar o palco da comédia em um espaço de questionamento, e também comemoram os 40 anos de carreira dedicados ao teatro. Grace Gianoukas, traz os seus personagens clássicos, fala como foram criados e conta histórias de bastidores.

Ficha Técnica “Terça Insana”:
Direção e texto: Grace Gianoukas
Atores: Grace Gianoukas, Roberto Camargo e Agnes Zuliani

Ficha Técnica “Grace em Revista”:
Interpretação, direção e texto: Grace Gianoukas

TEATRO FLÁVIO IMPÉRIO

Um Dia a Gente se Mete a Besta para Fazer uma Massa

Dança

A perspectiva das trajetórias, das ruas, dos títulos, faróis, o sinal fechado, os que ali estão, quem, o reconhecimento das idades, as profissões, os “bicos”, o pensamento acerca da escolaridade que também atravessa as nossas mais velhas, o olhar para essas fases, a não alfabetização, a construção, concreto, o trampo tão comum na periferia, pedreiros, o jovem que acompanha, e a discussão, reflexão e memórias de futuro se presentificando na criação sobre os rostos, nossos rostos, rostos de mãe, rostos de vó, rostos de pai, rostos de nós às margens e “um dia a gente se mete a besta para fazer uma massa”. A ideia de massa para o concreto, a massa de população, a ideia de massa à não valorização. Massa,manifestação, revolução. Massa, alimentação.

| Teatro Flávio Império. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 01/12 às 20h. 90 minutos. Livre.

A Onça e o Bode

Teatro Infantil

Dois velhos animais (a Onça e o Bode) estão vagando sozinhos pela floresta, quando resolvem construir uma casa para si. Acontece que, sem perceber, eles acabam ajudando um ao outro a erguer a mesma casa, e a confusão está formada. Por falta de opção, acabam aprendendo a conviver com o outro por um tempo, pelo menos até conseguirem “desatar esse nó”.

| Teatro Flávio Império. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 02/12 às 14h. 50 minutos. Livre.

Festival A.M.A.R | Sarau Indigena – Ipamakã Upâ îba

Sarau/Cultura Popular

O Sarau Indígena do Coletivo Ipamakã Upâ Iba apresenta uma visão da chegada dos jesuítas em nossas terras até os dias de hoje. Pajé Ingorar e convidados trazem seus conhecimentos sobre rituais e habilidade no preparo das medicinas das florestas herdados por seus ancestrais, levando também ao público músicas, danças, contação de história, poesias e outras linguagens artísticas de forma lúdica. Aproxima o público da história e cultura indígenas.

| Teatro Flávio Império – Área externa. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 03/12 às 11h. 120 minutos. Livre.

Mostra Cirquinho do Revirado | FELPO

Teatro infantil

Felpo Filva conta a história de um coelho poeta solitário que tem uma orelha menor que a outra. Certo dia, Felpo recebe uma carta de uma fã reclamando que suas poesias eram muito tristes e pessimistas e mandando um poema de reparo em cima do de Felpo. A partir daí, o cotidiano dele se transfigura. Começa a sentir coisas diferentes, levantar questionamentos. O contato com uma “diferente”, mais otimista e alegre, faz Felpo sair da sua zona de conforto e ver que suas diferenças não são tão ruins assim. A coelha Charlô, fã de Felpo, o convida para tomar chá e comer bolo em sua casa e se instaura, então, uma relação afetuosa.

| Teatro Flávio Império. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 08/12 às 14h. 50 minutos. Livre.

JULIA

Teatro de rua

Júlia, uma mulher das ruas, vem chegando. Palheta, seu fiel escudeiro, é quem a conduz. Na bagagem, coisas do mundo, coisas da vida, tantas coisas. Entre realidade e ilusão há uma linha muito tênue, onde uma mulher sem pernas seria capaz de rodopiar. Esta dupla errante gira o mundo ou é o mundo quem os gira? Excluídos pelos excluídos, dizendo-se donos dos restos de um circo incendiado, Júlia e Palheta “se viram”. Não é fácil ter pernas!

| Teatro Flávio Império – Parque Daniel Marques. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 08/12 às 20h. 60 minutos. +14 anos.

DEsconforto e o Círculo Mágico

Circo

Desconforto e o Circulo Mágico é um espetáculo no qual Conforto, um palhaço muito atrapalhado que acredita ser um grande ilusionista, tenta convencer a todos de que realmente consegue realizar um grande show, mostrando que foi ele quem fez tudo, sua “grande apresentação”…! Por vezes seus truques dão certo, outras, nem tanto, criando assim expectativas e causando gargalhadas pelo fracasso.

| Teatro Flávio Império – Parque Daniel Marques. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 10 e 17/12 às 11h. 50 minutos. Livre.

Forró dos Ratos

Música

Forró dos Ratos é uma apresentação em vinil com uma pesquisa refinada do melhor do forró dançante.

| Teatro Flávio Império. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 11/12 às 15h. 120 minutos. Livre.

Beatles Cordel

Música

Ambientado em um cenário que mistura realidade e fantasia, os Beatles “do sertão” dividem o palco com seu Quité, um poeta matuto de tempos longínquos que é arrebatado por esse som estrangeiro. Assim, a banda ganha vida no palco através da imaginação desse personagem, que vai descobrindo os garotos de Liverpool e dividindo suas indagações com o público.

| Teatro Flávio Império. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 11/12 às 18h. 60 minutos. Livre.

Joice a Princesa da Periferia

Teatro de Rua

Só mais um show de delírios, um show cênico musical ao vivo que tem a música popular como ponto de partida. Um grupo de teatro mambembe acorda dentro da kombi Joice sem lembrar o que aconteceu e muito menos quem são. A partir de um bilhete deixado por um deles, tentam descobrir o que estão fazendo ali. Conforme vão tentando se lembrar, vão surgindo outras questões como: o que é sonho? O que é delírio? O que é real? O que queremos enquanto gente? Uma produção do Coletivo Acuenda em parceria com o grupo Rocambole de teatroYmúsica.

| Teatro Flávio Império – Parque Daniel Marques. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 14/12 às 16h e 18h. 50 minutos. Livre.

Circuito Municipal de Cultura | Quilombo

Dança

| Teatro Flávio Império. Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba. 01/12 às 20h. 90 minutos. Livre.

TEATRO CACILDA BECKER

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Exposição Retratos – Bob Sousa

Fotografia

Exposição Retratos – Bob Sousa é uma exposição fotográfica artística, formada por retratos de personalidades da cultura e do teatro brasileiro contemporâneo. A mostra apresenta diferentes experiências vividas e reveladas no momento do encontro entre fotógrafo e retratado. A exposição RETRATOS – BOB SOUSA, com a curadoria do jornalista e crítico teatral Miguel Arcanjo Prado, reúne 50 imagens em comemoração aos 10 anos da coluna “O Retrato do Bob”, criada pela dupla em 2012. A mostra será apresentada em cinco teatros municipais de São Paulo e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, da Unesp – Universidade Estadual Paulista e da Fundação Vunesp.

Ficha Técnica | Bob Sousa – artista. Miguel Arcanjo Prado – curadoria e texto. Maíra Ramos – assessoria em expografia e montagem. Camera press – Impressão.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295 – Lapa. 02 a 18/11, das 10h às 22h.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Cárcere ou Porque as Mulheres Viram Búfalos

Teatro Adulto

As irmãs Maria Dos Prazeres e Maria Das Dores têm a vida marcada pelo encarceramento dos homens da família. Primeiro, o pai; depois, o companheiro de uma; agora o filho da outra. Dentro do presídio, o jovem Gabriel – que sonha ser desenhista – aprende as estratégias de sobrevivência para lidar com as disputas internas de poder e a falta de perspectivas inerentes ao sistema carcerário. Naquele microcosmo, a violência dita as regras e não poupa os considerados fracos ou rebeldes. Fora dali, em suas comunidades, as mulheres – mães, filhas, afilhadas – buscam alternativas para, ao menos, tentar romper os ciclos de opressão que as aprisionam em existências sem futuro.

Ficha técnica | Direção: Miguel Rocha / Elenco: Antônio Valdevino, Dalma Régia, Danyel Freitas, Davi Guimarães, Jefferson Matias, Jucimara Canteiro, Priscila Modesto e Walmir Bess./ Musicistas: Alisson Amador (percussão), Amanda Abá (violoncelo), Denise Oliveira (violino) e Jennifer Cardoso (viola).

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295 – Lapa. 03 e 04/12. Sábado às 17h e 21h. Domingo às 19h. 120 minutos. +12 anos.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Tatuagem

Teatro adulto

Recife, 1978. A trupe teatral Chão de Estrelas é liderada pelo extravagante Clécio Wanderley e tem Paulete como a principal estrela do grupo. Numa noite de show, eles recebem a visita do cunhado de Paulete, o jovem Fininha, que é militar. Encantado com o universo criado pela companhia, ele logo é seduzido por Clécio. Os dois iniciam um tórrido relacionamento, que coloca Fininha frente a um grande problema: lidar com a repressão existente no meio militar em plena ditadura. Um espetáculo sobre o amor e a liberdade em tempos de opressão.

Ficha técnica | Direção e cenário: Kleber Montanheiro. Elenco: André Torquato, Bia Sabiá, Cleomácio Inácio, GuRezê, Júlia Sanchez, Lua Negrão, Mateus Vicente, Natália Quadros, Romário Oliveira e Zé Gui Bueno. Banda: Guitarra – Canhestro; Bateria – Caro Pisco; Teclado – Wagner Passos; Baixo/Violão – Gabriel Hernandes.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295 – Lapa. 10 e 11/12. Sábado às 15h e 20h. Domingo às 19h. 135 minutos. +16 anos.

Mostra São Paulo Em Cena 2022 | Um inimigo do povo

Teatro adulto

Um médico se vê em meio a uma trama de interesses econômicos e corrupção, quando descobre a contaminação das águas, numa cidade que vive de seu balneário e termas. As disputas se desdobram num conflito a um só tempo particular e público.

Ficha técnica | Elenco: Augusto Pompeo, Cesar Baccan, Clara Carvalho, Lilian Regina, Lucas Scalco, Raphael Garcia, Tatah Cardozo, Rodrigo Scarpelli, Rogério Brito, Sérgio Mastropasqua. Baterista: Lucas Scalco. DJ: Thiago Liguori. Performer: André Voulgaris.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295 – Lapa. 16 a 18/12. Sexta e Sábado às 20h. Domingo às 19h. 150 minutos. +14 anos.

TEATRO JOÃO CAETANO

Está fechado para reforma.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Respeitado jornalista cultural e crítico de artes do Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, criado em 2019. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e apresenta o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Eleito um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se por três vezes e recebeu a Medalha Mário de Andrade, maior honraria nas letras do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, Uma, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil e Prêmio Governo do Estado de São Paulo – Medalha Mário de Andrade.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Harry e Meghan na Netflix Michael Jackson: Thriller faz 40 anos Marina Sena lança música com Gal Costa Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022