Anna Toledo se consagra em 2022 como autora e atriz

Anna Toledo: artista múltipla faz sucesso em 2022 nos palcos brasileiros – Foto: Ale Catan/Divulgação – Blog do Arcanjo

Artista múltipla, Anna Toledo brilha em vários projetos nos palcos

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

O ano de 2022 tem sido especial para a atriz e dramaturga Anna Toledo. Envolvida em diversos projetos e protagonista da remontagem de seu musical Vingança, ela se destaca não só nos palcos como nos bastidores, na função de dramaturga e versionista. A artista acaba de ser indicada ao tradicional Prêmio Bibi Ferreira como melhor roteiro original em musicais por Conserto para Dois, no qual também compôs a letra das canções.

Em entrevista exclusiva ao Blog do Arcanjo, Anna Toledo conta que a escritora surgiu para “não ter só uma maneira de se sustentar”. “Estava sem oportunidades como atriz ou recebendo convites que não me interessavam tanto, e precisava continuar trabalhando. Então, tive de criar novas possibilidades. Aí surgiu essa carreira como autora, e agora estou escrevendo por encomenda. Nós, escritores, temos essa visão de mundo… Você, Arcanjo, que é jornalista e dramaturgo também, sabe como é. O escritor é um ser rico em expressão e possibilidades humanas”.

O escritor é um ser rico em expressão e possibilidades humanas.

Anna Toledo
escritora, atriz e cantora

Mesmo indo muito bem na construção das palavras, Anna não quer perder a possibilidade de dizê-las no palco. “As pessoas querem colocar você numa só caixinha. E eu transito entre tribos. Ainda tem gente que se surpreende que eu também seja cantora, formada em música. E atriz. E escritora. Acho que a gente está o tempo todo se reposicionando. É preciso quebrar as caixas que nos colocam”.

A artista Anna Toledo – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

É preciso quebrar as caixas que nos colocam.

Anna Toledo
escritora, atriz e cantora

Ano fervilhante

Com várias produções que foram represadas pela pandemia, ela realiza um ano fervilhante. Em abril, estreou Conserto para Dois, musical de sua autoria protagonizado por Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello, que o dirigiu. Além do texto, Anna escreveu também as letras das canções em parceria com Tony Lucchesi e Thiago Gimenes.

Depois veio Assassinato para Dois, espetáculo no qual assinou a versão brasileira e teve temporada de sucesso no primeiro semestre no Teatro das Artes e retornou para segunda temporada no Teatro Raul Cortez.

Ela também esteve como atriz em Mulheres Sonharam Cavalos, texto do argentino Daniel Veronese dirigido por Malú Bazán, que realizou temporada de sucesso na Oficina Cultural Oswald de Andrade.

Anna Toledo e Zé Henrique de Paula em Os Filhos – Foto: Caio Gallucci/Divulgação – Blog do Arcanjo

“Na pandemia, estava cheia de ideias em casa. Então, fiz um processo como atriz e escrevi um texto com o Zé Henrique de Paula”, conta ela, sobre Os Filhos, que os dois encenaram como atores no primeiro semestre no Teatro do Núcleo Experimental.

“Este foi um trabalho que trata de das diferentes camadas de violência que a gente experimenta na sociedade e relações humanas e como isso está entranhado na gente. Foi um trabalho nascido do desesperado da pandemia, com a cabeça enlouquecida”, define.

Anna Toledo nos bastidores do musical Vingança, seu primeiro projeto como autora em 2013 e que retornou com sucesso em 2022 – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo

Sobre o retorno de sucesso de Vingança, “o primeiro musical que escrevi”, ela afirma que é a realização de um antigo sonho. “Fazer Vingança, quase dez anos atrás, foi um momento de visibilidade bem importante para mim. Foi um grande encontro em que todos embarcaram com muita alegria”, recorda.

Agora, se prepara para o musical sobre Tarsila do Amaral, a grande pintora moderna brasileira autora do quadro Abaporu e nome expressivo do movimento da centenária Semana de Arte Moderna de 1922, escrito em parceria com o diretor José Possi Neto.

“É muita responsabilidade. Confesso que fiquei algumas noites sem dormir”, confidencia. Anna conta que foi “muito estudo e muita leitura” para mergulhar neste texto, “que é um projeto da Tarsilinha do Amaral com a Claudia Raia e o José Possi Neto”, dos quais recebeu o convite.

“Vamos falar da Tarsila e do ambiente revolucionário que ela viveu com os modernistas, da paixão tórrida pelo Oswald de Andrade e sua vida pós crise de 1929, quando ela teve de trabalhar como jornalista após perder a fortuna da família e se casou com um jornalista 25 anos mais novo”, adianta.

“Tarsila foi uma mulher revolucionária, nunca batendo de frente, sempre na suavidade, mas à frente de seu tempo”, pontua.

Anna Toledo em O Beijo da Mulher Aranha, em 2001, sua estreia nos palcos de São Paulo – Foto: Arquivo Pessoal – Blog do Arcanjo

Curitibana há 20 anos em São Paulo

Neste momento tão promissor, a curitibana Anna Toledo completa 20 anos vivendo em São Paulo. “Vim para fazer O Beijo da Mulher Aranha, que foi minha primeira grande oportunidade. Eu era mais tímida, não sabia direito como era e fui aprendendo no dia a dia”, conta ela que também integrou A Bela e a Fera, musical icônico para o teatro musical brasileiro, que também completa duas décadas.

“Eu cheguei achando que eu dançava, mas quando fui para os ensaios com a Claudia Raia, vi que a coisa era completamente diferente [risos]”, lembra.

Anna Toledo e Kiara Sasso em A Bela e a Fera, de 2002: marco histórico do teatro musical brasileiro – Foto: Arquivo Pessoal – Blog do Arcanjo

E o que mudou daquela menina Anna sonhadora que chegava em São Paulo para a artista hoje já consagrada e indicada ao Prêmio Bibi Ferreira como melhor roteiro original em musicais por Conserto para Dois?

“Olha, Arcanjo, eu me sinto do mesmo jeito. Igualmente com a sensação de que eu tenho de aprender muito, estou sempre entrando num lugar novo. Tenho consciência de que criei um caminho e tenho muita gratidão pelos parceiros que fiz neste caminhar”, finaliza a atriz que ainda embala um sonho: gravar um disco com suas composições. “Tenho muita coisa pronta”, adianta. Pelo jeito, Anna Toledo seguirá brilhando no que desejar fazer.

Anna Toledo, uma artista múltipla

Anna Toledo é cantora, compositora, autora teatral, roteirista e atriz. No seu currículo de autora original, além de Vingança (2013), ainda constam os musicais Nuvem de Lágrimas (2015), Divas (2016) e Conserto para Dois (2020/2022). Ainda escreveu o roteiro do curta Bolha (2020), além de colaborar com revistas como Piauí e Bestiário. Como atriz, destacou-se em Chet Baker – Apenas Um Sopro, Lembro Todo Dia de Você, Dogville, As Duas Mortes de Roger Casement, Hotel Mariana, Vingança, A Opera dos Três Vinténs e O Beijo da Mulher Aranha, entre mais de 20 espetáculos profissionais. Integrou o elenco das superproduções musicais A Bela e a Fera (2002), O Fantasma da Opera, My Fair Lady (2007), A Noviça Rebelde (2009) e Godspell (20012/13). Como cantora e compositora, lançou três álbuns solo – Viva! (2001), Frescura (2005) e O Meu Coração É… (2012), os três produzidos por ela.  Compôs a trilha do espetáculo Conserto Para Dois, em parceria com Thiago Gimenes e Tony Lucchesi. É a responsável pela versão brasileira do musical Off-Broadway Assassinato para Dois. E autora do musical original Tarsila, A Brasileira, com José Possi Neto e estrelada por Claudia Raia como Tarsila do Amaral, ainda sem previsão de estreia. Siga @annatoledo

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP