West Side Story estreia no Theatro São Pedro com estrelas dos musicais

André Torquato, Giulia Nadruz, Beto Sargentelli, Guilherme Logullo e Ingrid Gaigher estão em cena em West Side Story no Theatro São Pedro – Foto: Heloisa Bortz – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Um dos mais emblemáticos musicais da Broadway, West Side Story estreia nesta sexta, 8 de julho no Theatro São Pedro, na Barra Funda, com astros e estrelas dos musicais dirigidos por Charles Möeller na versão de Claudio Botelho. A curtíssima temporada vai até 8 de agosto.

Considerada a obra-prima de Leonardo Bernstein, a superprodução terá 25 sessões com Cláudio Cruz conduzindo a Orquestra do Theatro São Pedro.

Estão em cena Giulia Nadruz (Maria), Beto Sargentelli (Tony), Ingrid Gaigher (Anita), Andre Torquato (Riff) e Guilherme Logullo (Bernardo), com a história que tem como pano de fundo a imigração em Nova York.

Fabio Namatame assina os figurinos, a cenografia é de Rogério Falcão, a iluminação de Paulo César Medeiros e a remontagem da coreografia é feita por Mariana Barros.

“West Side Story é um dos maiores espetáculos da história, podemos considerá-lo um divisor de águas. West Side Story é a maturidade, em que o texto falado é tão profundo e importante quanto a música cantada e a dança. É onde as três artes se juntam por excelência”, afirma Charles Möeller. 

Claudio Botelho, por sua vez, diz que trata-se de “um espetáculo forte, renovador, considerado uma dessas obras que dão o pontapé inicial em quem decide trabalhar com teatro musical”.

West Side Story

Com libreto de Arthur Laurents, música de Leonard Bernstein, letras de Stephen Sondheim e coreografia de Jerome Robbins, West Side Story estreou em 26 de setembro de 1957, em Nova York, e ficou em cartaz durante quase dois anos, com 732 apresentações.

Em 1961, West Side Story ganhou uma adaptação para o cinema que se tornou um clássico e venceu 10 Oscars. No ano passado, estreou uma nova versão dirigida pelo cineasta Steven Spielberg. O filme ganhou três Globos de Ouro e um Oscar de melhor atriz coadjuvante para Ariana DeBose.

Reconhecido até hoje como um dos maiores títulos da história da Broadway, conta uma versão atualizada da história de Romeu e Julieta, de Willian Shakespeare. A história é ambientada no subúrbio de Nova York, onde duas gangues rivais, os Jets (os nascidos americanos) e os Sharks (imigrantes porto-riquenhos), lutam pelo domínio do bairro, seguindo um código próprio de guerra e honra.

Tony, antigo líder dos Jets, se apaixona por Maria, irmã do líder dos Sharks, e tem seu amor correspondido. A paixão dos dois fere princípios em ambos os lados, acirrando ainda mais a disputa.

Nascido em Nova York, Leonard Bernstein foi uma das principais personalidades da música do século XX, atuando como compositor, maestro, pianista e educador. Foi diretor musical da Filarmônica de Nova York entre 1958 e 1969 – período em que se dedicou à popularização do repertório clássico – e regeu as maiores orquestras do mundo.

WEST SIDE STORY
Baseado na concepção de Jerome Robbins
Texto Arthur Laurents
Música Leonard Bernstein
Letras Stephen Sondheim
Produção original dirigida e coreografada por Jerome Robbins
(Originalmente produzido na Broadway por Robert E. Griffith e Harold S. Prince Em
acordo com Roger L. Stevens
ORQUESTRA DO THEATRO SÃO PEDRO
Claudio Botelho e Charles Möeller, direção artística
Claudio Cruz, direção musical
Mariana Barros, remontagem de coreografia
Rogério Falcão, cenografia
Fabio Namatame, figurino
Paulo Medeiros, iluminação

Elenco

Giulia Nadruz, Maria
Beto Sargentelli, Tony
Ingrid Gaigher, Anita
Andre Torquato, Riff
Guilherme Logullo, Bernardo


Jets Boys

Gabriel Conrad, Diesel
Thadeu Torres, Action
Diego Martins, A-Rab
Danilo Barbieri, Baby John
Bruno Boer, Big Deal
Alvinho de Pádua, Snowboy
Caru Truzzi, Anybodys


Jet Girls


Andreza Medeiros, Velma
Mari Amaral, Graziella
Natalia Serra, Minnie
Larissa Leão, Clarice
Sharks Boys
Victor Leal, Chino
Gabriel Querino, Pepe
Cezar Rocafi, Indio
Davi Tostes, Luis
Paulo Victor, Anxious
Victor Vargas, Mordidelas
Shark Girls
Carol Botelho, Rosalia
Luana Zehnun, Consuelo
Moira Osorio, Teresita
Mariana Montenegro, Francisca


Os Adultos
Fernando Patau, Doc
Romis Ferreira, Schrank
Ubiracy Brasil, Krupke
Henrique Moretzsohn, Glad Hand
Raquel Paulin, Uma Jovem

West Side Story
Récitas: 8, 9, 10, 13, 14, 15, 16, 17, 20, 21, 22, 23, 24, 26, 27, 28, 29, 30 e 31 de julho;
2, 3, 4, 5, 6 e 7 de agosto;
quartas às 15h, terças, quintas, sextas e sábados às 20h, domingos às 17h
Ingressos: R$ 80 a R$ 15 (meia)
https://theatrosaopedro.byinti.com/#/event/westsidestory
Classificação 14 anos

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz Musical A Pequena Sereia encanta família inteira no Teatro Santander Capital Inicial lança Natasha com feat de Marina Sena Evita Open Air conquista o público no Parque Villa-Lobos