Bruno Narchi exalta força da mulher em Azáfama com estrelas dos musicais na SP Escola de Teatro

Azáfama – Substantivo Feminino reúne estrelas dos musicais sob direção de Bruno Narchi em Residência na SP Escola de Teatro – Foto: Bruno Narchi – Blog do Arcanjo

Bruno Narchi escreve e dirige Azáfama – Substantivo Feminino, do coletivo Nosso Projeto, em Residência na SP Escola de Teatro

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Experiente ator do teatro musical brasileiro, Bruno Narchi, que protagonizou produções como Tick, Tick… Boom!, também é dramaturgo e diretor. E é com essas funções, junto de seu coletivo Nosso Projeto, criado em parceria com Thiago Machado e Zuba Janaina, que ele desembarca com uma verdadeira constelação de estrelas dos musicais na mais nova Residência na SP Escola de Teatro. Ela começa com o espetáculo Azáfama – Substantivo Feminino, texto de sua autoria e direção e com direçaõ musical de Gui Leal e Thiago Machado, em cartaz na Sala Alberto Guzik na Praça Roosevelt a partir de 21 de junho, com sessões às terças e quartas, 20h30, e ingressos pela Sympla. Além do espetáculo Azáfama, haverá no segundo semestre de 2022 um curso gratuito de teatro musical ministrado por Bruno Narchi e o coletivo Nosso Projeto.

Coletivo Nosso Projeto: Bruno Narchi, Thiago Machado e Zuba Janaina – Foto: Caio Gallucci – Blog do Arcanjo

A montagem traz nove atrizes, todas com larga trajetória nos musicais, entre elas a premiadíssima Letícia Soares, protagonista do recente sucesso de público e de crítica A Cor Púrpura, que acaba de encerrar turnê nacional. Estão ainda em cena com Letícia Soares as atrizes Giovanna Moreira, Helena Lazarini, Juliana Bógus, Larissa Carneiro, Leilane Teles, Pamella Machado, Thaís Piza e Zuba Janaina.

O artista celebra o momento de efervescência criativa com sua equipe e o fato de estar em uma instituição repleta de liberdade e localizada na Praça Roosevelt, coração teatral paulistano.

“A SP Escola de Teatro nos dá uma estrutura maravilhosa. As salas multifuncionais funcionam como um grande experimento aos diretores criativos. A plateia não precisa ser como em um teatro tradicional. Podemos nos apresentar numa arena ou corredor, nestas muitas propostas diferentes que estamos desenvolvendo”, diz Bruno Narchi em conversa com o Blog do Arcanjo.

Retire seu ingresso para Azáfama na SP Escola de Teatro

Azáfama estreia em 21 de junho

O Coletivo Nosso Projeto recebeu a reportagem no processo final de ensaio no espaço, que transpira arte em cada ponto da SP Escola de Teatro. A estreia para o público está marcada para 21 de junho, com ingressos já disponíveis na Sympla. As sessões serão às terças e quartas, às 20h30, até o fim de julho. Nesta quarta, 8 de junho, haverá uma pré-estreia para convidados.

Para o diretor, é muito importante estar em cartaz com um musical autoral na democrática Praça Franklin Roosevelt, epicentro cultural do centro de São Paulo e região de muitas salas teatrais, como o Espaço dos Parlapatões, o Espaço dos Satyros, o Teatro Heleny Guariba, o Teatro de Artena e o Teatro Cultura Artística, além das duas salas da SP Escola de Teatro.

Conheço muito a Praça Roosevelt, já apresentei peças aqui. É uma alegria ser recebido na SP Escola de Teatro, um espaço que também é uma grande referência do universo teatral paulista, nacional e internacional, trazendo um texto autoral brasileiro, que nós construímos. Estou no teatro musical desde 2010. Em 2019, apresentei meu primeiro texto autoral chamado Diálogos. Todo universo da peça era levado para uma sala intimista. Queria esse contato mais próximo com o público.

Bruno Narchi
autor, diretor e ator

Retire seu ingresso para Azáfama na SP Escola de Teatro

Exaltando o universo feminino e seus dilemas

O musical Azáfama conta a trajetória de Rosalina, que busca por respostas nas histórias de muitas mulheres. As lembranças se cruzam, enquanto verdades e mentiras se entrelaçam diante do desabrochar de uma heroína: Rosa Linda, nascida da terra, filha de mulheres malditas e responsável por uma grande missão, acabar com o Destino.

“Estamos muito felizes. É uma parceria que está nascendo, estamos nos conhecendo. É uma grande junção do que tinha de acontecer em nossas vidas”, afirma Bruno Narchi sobre a Residência do Coletivo Nosso Projeto na SP Escola de Teatro.

Estrelas de Azáfama falam ao Blog do Arcanjo sobre o musical

A Rosalina é um retrato de muitas mulheres que são programadas para ser tanta coisa. Às vezes a gente não consegue ser aquilo que sabe ser nossa essência. Nesta aparente fragilidade a personagem carrega muita força, muita potência. Esse espetáculo aborda a retomada de seu próprio destino, das decisões e escolhas que precisamos fazer diariamente.

Letícia Soares
atriz, Rosalina em Azáfama


Eu adoro os grandes musicais, mas descobri que sou mais feliz fazendo esses musicais mais intimistas, com a pegada mais enxuta de contato com o público. Estar aqui na SP Escola está sendo uma experiência incrível.

Helena Lazarini
atriz, Rosa Linda em Azáfama

Eu interpreto o Destino e o Caos. É muito interessante porque o Destino de alguma maneira dá esperança, mas provoca e questiona também essas mulheres. Provocá-las a pensar um pouco mais, que assumam a responsabilidade que elas colocam na mão do Destino. E também represento outro personagem, o Caos, que é o fim de tudo. Porém, é um Caos humanizado.

Juliana Bógus
atriz, Destino/Caos em Azáfama

Quando a gente pega um projeto como Azáfama, estamos falando de um alimento diferente de arte, de uma forma muito mais profunda. É um lugar onde podemos experimentar como atriz, criar coisas pessoais e ter o contato com o público de forma mais intensa. E, principalmente, quando se trata de uma peça com uma temática da mulher, comunicando com outras pessoas, é uma experiência diferente, vindo de dentro.

Pamella Machado
atriz, Láquesis/Moira 02/Lilith em Azáfama

Está sendo um grande desafio porque tenho que construir duas personagens em curto espaço de tempo [risos]. Sãos personagens incríveis! Toda atriz tem vontade de fazer uma Medeia no teatro, que é algo mais denso. E vou viver uma das Moiras, que tem uma veia cômica, tudo que eu mais gosto de fazer.

Thaís Piza
atriz, Átropos/a Moira 03/Medeia em Azáfama

A coreografia do espetáculo é baseada em rituais. Tive que fazer bastante pesquisa de movimentação de mulheres. Não somente rituais religiosos. É um conjunto de mulheres muito fortes, que traz a força do feminino, da ancestralidade de todos os tipos de rituais.

Zuba Janaina
atriz e coreógrafa, Oxum em Azáfama

Retire seu ingresso para Azáfama na SP Escola de Teatro

Bruno Narchi, autor e diretor de Azáfama: nome experiente do teatro musical brasileiro faz residência na SP Escola de Teatro – Foto: Caio Gallucci – Blog do Arcanjo

Experiência em musicais da Broadway e espetáculos originais

Acostumado a se apresentar em imponentes palcos do Brasil, com grandiosos espetáculos da Broadway tais como: Mamma Mia! (T4F), Fame (4act), Rock In Rio – O Musical (Aventura Entretenimento), Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz (Chaim Entretenimento), Cinderella de Rodger’s & Hammerstein (Touché Entretenimento), Romeu & Julieta, Ao Som De Marisa Monte (Aventura), Bruno Narchi revela o sentimento e desafios de assinar a direção de Azáfama – Substantivo Feminino.

“Trabalho com direção há quatro anos. Não é uma novidade, mas também não é uma vida trabalhando na função. O desafio é conversar por meio do texto da melhor forma possível com o público. Ampliar tudo que foi escrito para um contexto ao vivo: as intenções, emoções, mensagens que desejamos que cheguem ao público com a intensidade que havíamos pensando”, diz o artista.

O ator, cantor, produtor e escritor, formado pela renomada Escola de Teatro Célia Helena e graduado em Comunicação Social, com Habilitação em Propaganda e Marketing pela ESPM, Bruno Narchi descreve detalhes do coletivo Nosso Projeto, composto por ele e os atores Thiago Machado e Zuba Janaina. Em 2020, desenvolveram um curso de teatro musical estimular não só o lado artístico dos alunos, mas também criativo, empreendedor e administrativo. No segundo semestre de 2022 haverá uma edição gratuita como curso de Extensão da SP Escola de Teatro.

“Nós começamos a desenvolver alguns caminhos de cursos, troca com outros artistas, a partir da concepção de espetáculos originais brasileiros. E nesse triângulo eu assumi o lugar da direção e escrita. Azáfama é um dos meus textos, já são sete escritos no total”, diz Bruno.  

SP Escola de Teatro, um espaço aberto para a cultura

Por fim, Bruno Narchi agradece o espaço de experimentação conquistado na SP Escola de Teatro com o seu coletivo Nosso Projeto.

“Me sinto honrado por essas duas figuras, Ivam Cabral e Miguel Arcanjo Prado, tão importantes para a cultura do País, abrirem esse espaço pra gente. Sou grato pela confiança de nos permitir apresentar uma proposta, de certa forma, nova. É fundamental a abordagem dessas linguagens”, finaliza.  

Com reportagem de Michele Marreira.

Azáfama – Substantivo Feminino

Ficha técnica

ELENCO

Letícia Soares – Rosalina
Helena Lazarini – Rosa Linda
Juliana Bógus – Destino / Caos
Larissa Carneiro – Cloto, a Moira 01 / Chorona
Pamella Machado – Láquesis, a Moira 02 / Lilith
Thaís Piza – Átropos, a Moira 03 / Medeia
Leilane Teles – Iansã
Giovanna Moreira – Romeu
Zuba Janaina – Oxum

FICHA TÉCNICA COMPLETA

Texto, letras e músicas: Bruno Narchi
Arranjos instrumentais e orquestração: Gui Leal & Studio KUMKANI
Arranjos Vocais: Thiago Machado e Gui Leal
Direção Geral: Bruno Narchi
Direção Musical: Gui Leal e Thiago Machado
Coreografias: Zuba Janaina
Cenografia: Thiago Machado, Júlia Lacomb e Ágatha Perez
Cenotécnico: Jhonatta Moura
Figurinos: Hugo Zuba
Desenho de Luz: Bruno Narchi e Vini Hideki
Operação de Luz: Vini Hideki
Adereços: Bruno Narchi
Assistente de Produção: Nany Cristina
Assistentes de Direção: Julianna Bettim e Marjorie Joly
Realização: NOSSO PROJETO

Equipe SP Escola de Teatro
Direção Executiva: Ivam Cabral
Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais: Miguel Arcanjo Prado
Assistentes de Extensão Cultural e Projetos Especiais: David Godoi e Rodrigo Barros
Analista de Comunicação: Luiza Camargo
Gerente de Produção: Ricardo Pettine

Serviço

Azáfama; Substantivo Feminino

Cia: Coletivo Nosso Projeto
Gênero: Teatro musical
Apresentações Presenciais: De 21 de Junho a 27 de Julho de 2022 – Terças e Quartas, às 20h30
Duração: 70 minutos
Indicação: 12 anos
Local: SP Escola Teatro (Praça Franklin Roosevelt, 210 – Bela Vista, São Paulo)
Ingressos: via sympla – www.sympla.com.br/spescoladeteatrodigital (Vendas somente online)
Valores: R$60,00 Inteira / R$30,00 Meia
Mais informações: https://www.instagram.com/_nossoprojeto

Retire seu ingresso para Azáfama na SP Escola de Teatro

COLETIVO NOSSO PROJETO

Idealizado por Bruno Narchi, Thiago Machado e Zuba Janaína, o coletivo é focado no desenvolvimento de projetos autorais relevantes questões sociais e representatividades, e voltado a criação, estudo e montagem de textos e musicais originais brasileiros.

Bruno Narchi – Ator, cantor, produtor e escritor, é formado pelo Célia Helena e graduado em Comunicação Social, com Habilitação em Propaganda e Marketing, pela ESPM. Trabalhou por 3 anos com a Walt Disney Company no Brasil. Integrou o elenco dos musicais Mamma Mia!, Fame, Rock In Rio – O Musical, Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, Cinderella de R&H, Rent, Romeu & Julieta, Ao Som De Marisa Monte, tick,tick…BOOM!, e das peças Vanya & Sonia & Masha & Spike e Os Estranhos Que Nos Habitam. Idealizador e um dos produtores por trás do projeto Rent no Brasil, é também um dos fundadores da Companhia Paralela, ao lado de Bel Gomes, Leopoldo Pacheco e Thiago Machado. E do coletivo de artistas NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Zuba Janaína e Thiago Machado. Autor e diretor das peças Diálogos e Azáfama; Substantivo Feminino, ambas selecionadas pelo Festival Paulista de Teatro Musical (2021), e ALi iLÁ, Labirinto: O Caso Minotauro, AQUiiACOLÁ, e Sorria, Essa Peça é uma Comédia.

Thiago Machado – Ator, músico e cantor, formado em licenciatura em teatro pela Faculdade Paulista de Artes e pós graduado em Formação Integrada em Voz pelo Centro de Estudos da Voz. Tem uma extensa carreira no teatro e no teatro musical. Dividiu o palco com grandes nomes como Cláudia Raia, Marcelo Médici, Totia Meireles, Miguel Falabella e a saudosa Marília Pêra. Foi Romeu em “Romeu & Julieta, Ao Som de Marisa Monte”, além de protagonizar outras grandes produções como: Cantando na Chuva, Rent (indicado ao prêmio Bibi Ferreira como Melhor Ator), Mamma Mia!, Mudança de Hábito (indicado ao prêmio Bibi Ferreira como Melhor Ator Coadjuvante), Pippin, Rocky Horror Show, Barnum – O Rei do Show e tick, tick…BOOM! (também indicado como melhor ator coadjuvante no prêmio Bibi Ferreira). Na dublagem, dentre outros trabalhos, deu voz ao personagem Jack no filme “O Retorno de Mary Poppins”, que ficou em cartaz nos cinemas de todo o país. Um dos idealizadores e diretor musical/arranjador do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Zuba Janaína.

Zuba Janaina – Atriz e bailarina, formada em ballet clássico e metodologia cubana. Dentre seus trabalhos destacam-se os musicais Rent, Hair, Emoções Baratas, New York New York, Oh! Calcutta!, Tarzan da Disney, Noturno, de Oswaldo Montenegro, e as óperas Tannhauser e Turandot, realizadas no Teatro Municipal de São Paulo. Foi bailarina do Miss Universo 2011 transmitido ao vivo para 210 países e realizou turnês pelo Japão, Espanha, França, Itália, Argentina e Hungria. Produtora do canal/perfil “Casal na Busca”, também está atualmente em cartaz com o espetáculo Era Uma Vez… Turma da Mônica. Coreógrafa residente no Musical Donna Summer, Zuba também é uma das idealizadoras e diretora de movimento/coreógrafa do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Thiago Machado.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas