Crítica | O Estranho Mundo de Grimm se destaca com elenco entregue e revisão dos contos de fadas

Cena de O Estranho Mundo de Grimm: temporada na SP Escola de Teatro da Praça Roosevelt até 27/5 com elenco entregue – Foto: Bruno Galvincio/Adaap – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Recheados de fadas, princesas, bruxas e príncipes com lições sobre o bem e o mal, os contos dos alemães Irmãos Grimm ganharam notoriedade no século 19. Com o avanço da indústria cultural — sobretudo a Disney — eles se espalharam de forma popular por todo o mundo no século 20, com suas adaptações para desenhos animados e versões hollywoodianas, influenciando o comportamento de gerações.

Contudo, diante da revisão comportamental e histórica que é a tônica deste século 21, os Irmãos Grimm não escapam ilesos, sobretudo quando são revisitados pelos inquietos artistas do teatro. Prova disso é o que acontece no espetáculo O Estranho Mundo de Grimm, criado e dirigido por Ronaldo Saad com jovens artistas do Centro de Pesquisa em Artes (CPA).

Após sessões de sucesso no Teatro Commune, a obra faz residência artística na SP Escola de Teatro, onde pode ser vista na Sala Hilda Hilst, às sextas e sábados, 21h, até 27 de maio de 2022 com ingressos pela Sympla. A dramaturgia, conjunta, é assinada por Alessandro Lopes, Giovana Santiago, May Crepaldi, Ronaldo Saad e Vinicius Nunes

Com assistência de direção de May Crepaldi, a peça navega pelos contos dos Grimm, ressaltando personagens coadjuvantes e ironizando determinados trechos das obras. Em foco, está, sobretudo, o empoderamento feminino, ao contrário das princesas sempre passivas da vontade alheia.

Contudo, a rivalidade feminina, motor de tais contos, segue firme e forte na releitura. Cinderela agora é uma mulher negra, o que traz matizes de discussões étnico-raciais ao espetáculo. A fada-madrinha surge com ares não-binários, o que coloca imediatamente as discussões de gênero no palco.

Ainda há espaço para revisões de João e Maria e A Bela Adormecida, agora, bem mais acordada. É preciso destacar neste contexto os figurinos oníricos de Ângela Schoendorfer e Ronaldo Saad, e a cenografia simples, porém eficiente, de Ângela Schoendorfer e Danilo Rezende.

O espetáculo O Estranho Mundo de Grimm conquista o público com o carisma e a entrega de seus atores. Apesar de conseguir manter essa vivacidade, a direção tem à frente o desafio de conquistar a unidade do conjunto. Seria interessante também um olhar atento para as lentas e silenciosas transições de uma cena à outra: mais agilidade daria vigor à peça, além de fazê-la caber nos 70 minutos de duração anunciados ao público. Este crítico assistiu ao espetáculo em sua estreia em sua nova casa e sabe que, obviamente, tais ajustes são feitos ao longo da temporada.

Detalhe da cenografia e iluminação da peça O Estranho Mundo de Grimm – Foto: Bruno Galvincio/Adaap – Blog do Arcanjo

A luz de Ronaldo Saad e Vinicius Nunes torna-se mais interessante quando apresenta matizes mais sutis e recortadas, no que a fumaça é uma excelente aliada, mas esvai-se em alguns momentos por abrir-se demais, o que faz com que o ambiente de fantasia desanuvie. Afinal, quando se trata de Grimm, não é preciso revelar tudo. Penumbra e recortes, sobretudo em momentos mais dramáticos, podem tornar tudo mais poético e sutil.

Outro detalhe precioso que este crítico deixa como singela contribuição seria esconder a técnica — na sessão vista, a mesa de controle estava justamente de frente para o público, o que por vezes desviava a atenção da cena. Mudá-la de posição ajudaria a concentrar o foco do espectador.

Por fim, é preciso parabenizar o elenco de O Estranho Mundo de Grimm. É perceptível a energia de uma entrega real e desmedida neste espetáculo que marca a retomada do teatro após o hiato de dois anos por conta da pandemia.

De tal modo, estes artistas jovens e vivazes merecem ser nomeados um a um: Breno Borges, Cledson Soares, Danilo Rezende, Denis Felix, Emmanuelly Berbel, Gio Cípola, Jhonata Souzaa, Luiz Vieira, Lucas Duca, Lucival Almeida, Mariah Saphira, May Crepaldi, Marcelo Liborni, Micaela Rodrigues, Myra Saturnino, Patrícia Oliveira, Sofia Falastro e Tilly Garcia.

Guarde tais nomes, pois, certamente, seguirão abrilhantando o teatro brasileiro.

O Estranho Mundo de Grimm
Dir. Ronaldo Saad com CPA (Centro de Pesquisa em Artes)

Avaliação: Bom ✪✪✪
Crítica por Miguel Arcanjo Prado

Quando e onde ver: De 13 a 27 de maio. Sextas-feiras e sábados, às 21h. Ingressos: R$ 15 meia e R$ 30 inteira. Na SP Escola de Teatro – Sala Hilda Hilst – Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação, metrô República ou Higienópolis-Mackenzie, tel. 11 3775-8600. Retire seu ingresso!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas