Rapidinhas Teatrais | Marcelo Medici e Ricardo Rathsam voltam com o sucesso Teatro para Quem Não Gosta

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Os hilários Marcelo Medici e Ricardo Rathsam estão nervosíssimos para a reestreia do grande sucesso Teatro para Quem Não Gosta, nesta sexta, 11 de março, no Teatro Faap, em São Paulo. A comédia escrita pelos dois artistas venceu como Melhor Espetáculo no Prêmio do Humor e passeia pela história das artes cênicas, provocando fartas gargalhadas no público com inúmeros personagens vividos por ambos. Após tanto tempo longe dos palcos, os atores cortaram um dobrado nos ensaios. Mas, logo recuperaram o antigo fôlego de meninos. Ah, a temporada vai até 1º de maio, sexta, 21h, sábado, 20h, e domingo, 18h. O Blog do Arcanjo vai lá aplaudir.

Poderosa no palco

A atriz Angela Valentin é destaque quando o assunto é representatividade negra nos palcos de São Paulo. A estrela pode ser vista na comédia Deu Ruim, em cartaz até o fim de março no Teatro Jardim Sul, em São Paulo, sábados, 21h, e domingos, 19h. A obra escrita e dirigida por Natan Bandeira tem como mote os encontros amorosos que são um verdadeiro desastre. A artista contracena com Elder Kaku, Alana Gardin e Lugui Carvalho. Danada.

Circo da ZL

O Circo Teatro Palombar, grupo que nasceu no bairro Cidade Tiradentes, na zona leste paulistana, celebra dez anos de história. A trupe programou uma grande mostra de repertório, que começa com apresentações exatamente no bairro onde foi criado e em seu entorno. O primeiro espetáculo da mostra é Esquadrão Bombelhaço, no dia 12 de março, sábado, 17h, na Praça Lino Rojas; no dia 24 de março, quinta, 10h, na EMEF Escola Maurício Goulart; e no dia 26 de março, sábado, 16h, na Comunidade Jardim Maravilha. Tudo de graça. Maravilha, né?

I have a dream

Com a canção I Have a Dream do Abba como trilha inesquecível, a peça Pessoas Brutas está de volta ao Espaço dos Satyros na Praça Roosevelt neste fim de semana. Julia Bobrow, que canta a música na pele da inconformada Disneilândia, é o grande destaque do elenco. Perde não.

Estrela cadente

A deusa Vera Fischer outro dia caiu em pleno palco durante a apresentação da peça Quando Eu For Mãe, Quero Amar Desse Jeito. Mas não se fez de rogada. Incorporou a queda à cena, como se fosse uma marcação do diretor Tadeu Aguiar para sua personagem. Ao vê-la estatelada, Mouhamed Harfouch, que interpreta seu filho na obra, perguntou em cena: “Mamãe, você caiu?”. Ao que Vera, rápida no gatilho, respondeu. “Velho cai, meu filho”. O público foi ao delírio. Aliás, a peça volta ao cartaz nesta sexta, 11 de março, no Teatro Clara Nunes, no Rio. Vera é Vera.

Vips

Mãe e filha, as atrizes Lilia Cabral e Giulia Bertolli recebem convidados especiais na sessão de A Lista no Teatro Renaissance, em São Paulo, neste sábado, 12 de março. Na lista de confirmados tem de tudo um pouco, para todos os gostos. Então, tá.

Famosas na plateia

As humoristas Grace Gianoukas e Silvetty Montilla prestigiaram juntas a estreia VIP do musical A Família Addams, no Teatro Renault, em São Paulo, na última quarta, 9. Foram assediadíssimas.

Conversa com os leitores

O ator e dramaturgo Ivam Cabral, do Satyros, é o mais novo colunista do site A Vida no Centro, especializado na efervescente vida cultural paulistana. Vai escrever crônicas, coisa que faz com maestria. Estreou lembrando sua viagem à Ucrânia, décadas antes desta terrível guerra. Não deixe de ler.

De volta à cena

Depois de conquistar público e crítica no ano passado com o espetáculo digital Desfazenda, o ator Ailton Barros, do coletivo O Bonde, está feliz da vida em voltar presencialmente aos palcos, a partir de 19 de março, com o infanto-juvenil Quando Eu Morrer, Vou Contar Tudo a Deus. O texto da premiada Maria Shu conta a história do menino africano Abou, refugiado encontrado dentro de uma mala. A direção é de Ícaro Rodrigues e o elenco ainda tem Filipe Celestino, Marina Esteves e Jhonny Salaberg. A obra pode ser vista até 10 de abril no Sesc Belenzinho, em São Paulo. Imperdível.

Do livro para o teatro

Gilson de Barros vive um dos mais célebres personagens da literatura brasileira na peça Riobaldo. A obra estreia nesta sexta, 11 de março, no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo, inspirada na obra de Guimarães Rosa, Grande Sertão: Veredas. O grande Amir Haddad está na direção. Estão todos convidados.

Trans na rede

A apresentadora Mia Fidelis está chamando a atenção no Canal Reload, com seu jornalismo direcionado a pessoas jovens. Mulher trans, ela quer estimular debates positivos para a comunidade LGBTQIA+. A carioca já fala com mais de 50 mil seguidores no Instagram, TikTok e YouTube. Olha só.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.