Almodóvar na Netflix: 12 filmes do gênio espanhol chegam ao streaming

Pedro Almodóvar com os atores de seu novo filme, Mães Paralelas: 12 longas do diretor na Netflix - Foto: Nico Bustos El Deseo Divulgação - Blog do Arcanjo
Pedro Almodóvar com os atores de seu novo filme, Mães Paralelas: 12 longas do diretor na Netflix – Foto: Nico Bustos El Deseo Divulgação – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Pedro Almodóvar é um dos mais talentosos e cultuados cineastas de todos os tempos. Agora, parte de sua obra monumental chega aos olhos de um novo público pela Netflix, maior plataforma de streaming do mundo, que disponibiliza aos seus assinantes 12 dos 23 longas já dirigidos pelo diretor espanhol. Mães Paralelas, seu novo filme com a atriz indicada ao Oscar Penélope Cruz e a novata Milena Smit, chega à Netflix em 18 de fevereiro, mas os outros 11 filmes já foram disponibilizados. O Blog do Arcanjo apresenta a lista dos completa dos filmes de Almodóvar na Netflix para que você programe sua maratona!

Maus Hábitos (1983)

Além de cantora, Yolanda também está metida em negócios ilícitos e precisa fugir depois que algo dá errado. Perseguida por criminosos, ela encontra abrigo em um convento. Disponível em 8 de fevereiro.

O que eu fiz para Merecer Isto? (1984)

Vivendo em um apartamento minúsculo, uma mãe de família precisa lidar com o marido cruel, dois filhos rebeldes e a sogra. Disponível em 9 de fevereiro.

A Lei do Desejo (1987)

O cineasta Pablo se envolve em um triângulo amoroso com o namorado e um fã obcecado e acaba colocando a vida da irmã em risco. Disponível em 8 de fevereiro.

Mulheres à beira de um Ataque de Nervos (1988)

Nesta comédia excêntrica, Pepa é abandonada e vê sua vida – e a vida das pessoas ao seu redor – sair de controle. Disponível em 9 de fevereiro.

De Salto Alto (1991)

Após anos de ausência, uma famosa cantora reencontra a filha, mas um assassinato pode colocar tudo a perder. Disponível em 10 de fevereiro.

Kika (1993)

Uma esteticista se envolve com um fotógrafo voyeurista e o padrasto dele, que pode ser um assassino. Disponível em 8 de fevereiro.

A Flor do Meu Segredo (1995)

Cansada de escrever livros inúteis e prestes a se separar do marido, uma romancista aceita trabalhar em um jornal sob pseudônimo. Disponível em 9 de fevereiro.

Carne Trémula (1997)

Durante um encontro com Elena, uma viciada em drogas, Vitor atira em um policial e é preso. Um ano depois descobre que Elena se casou com aquele policial. Disponível em 10 de fevereiro.

Fale com Ela (2002)

Ao visitar sua amante em uma clínica, Marco conhece um enfermeiro apaixonado por uma mulher em coma, a quem dedica seus cuidados e os dois homens criam um vínculo. Disponível em 8 de fevereiro.

Má Educação (2004)

Um cineasta encontra um amigo de infância que mostra o conto que ele escreveu sobre ter sido abusado pelo professor na escola católica. Disponível em 9 de fevereiro.

Volver (2006)

Após a morte, uma mulher retorna a sua cidade natal para consertar o que não conseguiu resolver em vida. Disponível em 10 de fevereiro.

Mães Paralelas (2021)

Duas mulheres, Janis e Ana, dividem um quarto de hospital onde vão dar à luz. Ambas são solteiras e engravidaram por acidente. Janis, uma mulher de meia-idade, não se arrepende e está exultante. Já Ana, adolescente, está assustada, arrependida e traumatizada. Janis tenta encorajá-la enquanto elas conversam pelos corredores do hospital. As poucas palavras que trocam nestas horas vão criar um vínculo estreito entre elas e mudar suas vidas de forma decisiva. Disponível em 18 de fevereiro de 2022.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Morre pai do Padre Marcelo: “Até a eternidade” Colplay cancela shows no Brasil por doença de Chris Martin Marilyn Monroe, Blonde: Curiosidades do filme Tim Maia: 80 anos do eterno síndico Arlete Salles brilha no Teatro das Artes