Festival Sonoridades Cênicas revela novos dramaturgos da Baixada Fluminense

Estrela dos musicais, Letícia Soares é destaque na programação do Festival Sonoridades Cênicas – Novas Dramaturgias

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

A Baixada Fluminense é celeiro de talentosos artistas do novo teatro brasileiro. E é justamente jogar holofote aos novos escritores da região o objetivo do Festival Sonoridades Cênicas – Novas Dramaturgias, que começa nesta sexta (15) e vai até 24 de outubro. Na programação, destaque para a estrela dos musicais Letícia Soares, que interpreta Candelária, texto de Karla Muniz.

A mostra cênica digital reúne leitura dramatizada em formato de podcast de oito cenas curtas escritas e interpretadas por artistas da Baixada Fluminense. Os trabalhos estão disponíveis nas redes sociais da Trupe Investigativa Arroto Cênico, companhia da cidade de Nova Iguaçu realizadora da empreitada em parceria com a Floriano Artes e Produções Culturais, e com apoio da Burburinho Cultural e Vibe Agency.

O projeto foi contemplado no Edital Fomenta Festival RJ e que recebe o patrocínio do Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.

O festival reúne ainda entrevistas com os dramaturgos e os atores, onde o público poderá conhecer os processos de criação por trás de cada cena. Ao fim, o projeto ainda terá uma oficina de dramaturgia ministrada pelo escritor Alexandre Damascena, e uma mostra em vídeo das cenas, dirigidas pelos próprios atores. As filmagens aconteceram no Complexo Cultural Nova Iguaçu.

Artistas periféricos da Baixada Fluminense em foco

O festival tem como intuito principal dar protagonismo a artistas periféricos através de sua escrita e atuação cênica. Nessa primeira edição do evento é importante ressaltar o grande número de mulheres inscritas. Nilda Andrade, autora do texto “O homem Sardinha” junto a Rohan Baruck, afirma que “em todas as funções, os homens sempre foram o foco.

Seja como escritores, cantores, atores, poetas. Nesse caso, todo e qualquer lugar onde nós, mulheres, pudermos nos fazer presentes, é de extrema importância e de uma grande reparação histórica. Saber que não nos ‘silenciaram’  mais uma vez, é entender que existe cuidado e bom senso nas análises dos textos”.

Estrela dos musicais, Letícia Soares interpreta Candelária, de Karla Muniz

Dentre o elenco selecionado, vale destacar a presença da atriz Letícia Soares, que interpretará o solo Candelária, escrito por Karla Muniz. Nascida em Magé, Letícia chamou atenção nos últimos anos ao protagonizar o musical A Cor Púrpura e vencer alguns dos maiores prêmios do circuito teatral carioca, como APTR e Cesgranrio, entre outros. Para a atriz, o evento “é uma oportunidade importante de encontrar novos pares e contar novas histórias, além de criar pontes e laços nesse momento de separação provocado pela pandemia, em que muitas vezes os artistas não conseguem colocar seus trabalhos para circular”.

Além de toda a programação, o festival ainda homenageia o dramaturgo Ileci Antônio Ramos Filho, que dá nome ao troféu oferecido a todos participantes. Sizinho, como era chamado, foi dramaturgo, diretor de teatro, músico, poeta, pintor e acima de tudo um grande articulador cultural da Baixada Fluminense nas décadas de 80 e 90.

No encerramento, haverá um tributo em forma de documentário sobre a trajetória artística de Ileci e dos demais homenageados: Anna Márcia Mixo, José de Brito e Marcelo Borghí, todos importantes artistas de teatro da região.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *