Ney Matogrosso chega aos 80 anos com disco e biografia sobre trajetória livre e sensual

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Ney Matogrosso comemora 80 anos de vida no próximo 1º de agosto. Para celebrar, no dia 23 de julho sai sua biografia escrita pelo jornalista Julio Maria, responsável também por uma recente biografia de Elis Regina. O livro Ney Matogrosso – A Biografia é fruto de cinco anos de investigações e entrevistas, adentrando nos detalhes e nas intimidades da vida do artista que revolucionou não apenas a cultura nacional, mas também “marcou para sempre a vida brasileira”, nas palavras de Caetano Veloso, em nota para o livro.

Uma vida em busca da liberdade

Intitulado como Ney Matogrosso – A Biografia, a liberdade dada ao autor Julio Maria para escrever os detalhes da vida do artista teve que passar previamente pelos olhos do próprio Ney. Não pelo medo de ter algum segredo revelado, mas por medo de ser escrito algo que não esteja relacionado com a verdade segundo o artista.

Ney já escreveu uma autobiografia: Vira-Latas de Raça – Memórias, que apesar da excelente qualidade é a visão dele sobre si mesmo, unilateral, além de uma outra biografia na qual o cantor diz haver algumas mentiras um tanto quanto problemáticas, Um Cara Meio Estranho de Denise Pires Vaz.

Diante dessa experiência, Ney tomou as rédeas da obra de Julio Maria antes de sua publicação, no que o jornalista atendeu de forma amigável.

Ney é um verdadeiro artista. Nascido em Bela Vista, no Mato Grosso do Sul, viveu sua adolescência em uma vila militar com o pai, decidindo abandonar a família e os dogmas católicos para buscar seu próprio caminho pelo mundo aos 17 anos.

O artista que se tornou conhecido primeiramente com o grupo Secos e Molhados, ícone da música nos anos 1970 e cuja maquiagem foi copiada pelos integrantes da banda Kiss, trilhou seu caminho com sensualidade, maestria e brilhantismo pelos tempos de ditadura com seus trejeitos e voz que superaram as divisões de gênero.

Liberdade é uma palavra que sempre integrou a vida e a obra deste grande artista da música brasileira. Juntamente com Ney Matogrsso – A Biografia, será lançado um álbum em comemoração aos 80 anos do cantor, com 16 canções que ele sempre sonhou interpretar. Ney 80 Anos é o nome do disco.

E também o Instagram do queridíssimo Ney Matogrosso:

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo de Cultura, Melhores do Ano Blog do Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor dos Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil. Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas