5 razões para ver Manhãs de Setembro, série no Prime Video com Liniker

Confira 5 razões para assistir Liniker em Manhãs de Setembro - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo - 2021
Confira 5 razões para assistir Liniker em Manhãs de Setembro – Foto: Divulgação/Prime Video – Blog do Arcanjo – 2021

Uma série que já nasce aclamada pelo público LGBTQIA+, Manhãs de Setembro chegou com tudo no Amazon Prime Video. Protagonizada pela atriz e cantora Liniker a série conta a trajetória de Cassandra, uma mulher trans vinda do interior e que busca sua afirmação na vida e em sua carreira no cenário musical.

Manhãs de Setembro tem muita representatividade e inspiração

Trabalhando como motogirl na cidade de São Paulo para alcançar o objetivo de cantar profissionalmente, a vida da protagonista Cassandra em Manhãs de Setembro dá uma completa reviravolta quando uma mulher com quem teve um caso do passado, interpretada por Karine Teles, aparece com um filho seu na porta do apartamento que ela acaba de alugar. Com uma pitada de inspiração na vida e obra da cantora Vanusa, além de levar o nome de uma de suas canções, Manhãs de Setembro merece ser vista por inúmeras razões e o Blog do Arcanjo traz 5 delas:

As atrizes Liniker e Clodd Dias em cena da série Manhãs de Setembro na Amazon Prime Video – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Representante negra e trans

Trazendo Liniker como protagonista, a série escancara algo que toda a teledramaturgia evitou por anos, que é a representatividade de personagens reais do mundo LGBTQIA+. As novelas sempre evitaram personagens considerados como tabus, e Manhãs de Setembro traz de uma vez vários núcleos que mostram diversas identidades pertencentes à comunidade LGBTQIA+.

Uma nova São Paulo

Uma nova visão da cidade de São Paulo, muito diferente daquela mostrada nos folhetins tradicionais. A série nos traz uma cidade verdadeiramente cosmopolita e global, que possui personagens com vidas complexas e sotaques diferentes, e não apenas a versão embranquecida das mídias abertas nacionais.

Internacional

Gravada em São Paulo e Montevidéu, capital do Uruguai, devido à pandemia, a série consegue trazer o clima de uma cidade que parece ter uma rotina diária cinzenta, mas possui uma vida noturna cheia de alma e brilho.

Liniker atriz

A estreia de Liniker como atriz na cena nacional vem com um grande impacto de representatividade. Já consolidada em suas afirmações tanto na vida quanto em sua carreira musical na vida real, a interpretação de sua personagem, que está em conflito com a chegada de um filho que ela desconhecia, ganha uma sensibilidade sem ímpar.

Divina Nubia e Danna Lisboa estão no elenco de Manhãs de Setembro, série brasileira da Amazon Prime Video - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo
Divina Nubia e Danna Lisboa estão no elenco de Manhãs de Setembro, série brasileira da Amazon Prime Video – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Elenco talentoso

Além de Liniker, a série também conta com a atriz e cantora trans Linn da Quebrada aumentando a representatividade LGBTQIA+, Paulo Miklos – ex-Titãs – e Gero Camilo como um casal gay também conquistam o público com muito carisma. Já Thomás Aquino e Karine Teles, que arrasaram em Bacurau, repetem atuações talentosas na série. O menino Gustavo Coelho faz excelente estreia como o filho de Cassandra. Outro destaque é a atriz trans Clodd Dias, que faz Roberta, a amiga da protagonista e dona da boate onde ela canta. Ainda no mesmo núcleo, fazem aparições marcantes Linn da Quebrada, Divina Nubia e Danna Lisboa, todas atrizes da comunidade LGBTQIA+.

Confira o trailer de Manhãs de Setembro

https://www.instagram.com/p/CQj3DPGnhIG/

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ouça Arcanjo Pod no Spotify

Blog do Arcanjo no YouTube

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Jornalista cultural influente e respeitado no Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, desde 2019. É Mestre em Artes pela UNESP, Pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, Bacharel em Comunicação pela UFMG e Crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e apresenta o Arcanjo Pod. Eleito três vezes um dos melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, UMA, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. Integra o júri de Prêmio Arcanjo, Prêmio Jabuti, Prêmio Governador do Estado de São Paulo, Prêmio Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Prêmio Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. Vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Medalha Mário de Andrade do Prêmio Governador do Estado, maior honraria na área de Letras de São Paulo.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *