Cazuza ganha homenagem no dia em que faria 63 anos

Cazuza sempre foi contra todo tipo de preconceito e defensor da liberdade – Foto: Sociedade Viva Cazuza

Neste 4 de abril, Cazuza, um dos mais aclamados artistas do pop-rock brasileiro, viria a completar 63 anos de idade e consequentemente quase 50 anos de carreira.

O intérprete de “Exagerado” e “Codinome Beija- Flor” deixou um legado enorme para a sociedade brasileira.  Em comemoração à data, a Music Cave, nova plataforma musical,  prepara uma homenagem ao ídolo com direito à entrevista exclusiva com Lucinha Araújo, mãe de Cazuza,  e um curta animado ao som de “O tempo não para”.

Na entrevista concedida à Music Cave, Lucinha revela curiosidades, e conta que Cazuza não nasceu em berço de ouro, mas sim em um berço esplêndido da música popular brasileira, vendo aos 10 anos sua casa ser frequentada por Jair Rodrigues, Elis Regina, Novos baianos e tantos outros grandes artistas.

Cazuza e Lucinha Araújo: “Exagerado ainda é uma das músicas mais tocadas nas rádios de todo o Brasil” – Foto: Sociedade Viva Cazuza

Ela ressalta ainda o seu projeto voltado para pessoas detectadas com o vírus da Aids/HIV, uma iniciativa que visa o apoio emocional, auxílio com remédios e distribuição de cestas básicas. 

A homenagem ao Cazuza reflete a rica cultura musical brasileira em sua forma mais consistente e colorida. O tributo parte de um cartoon que mostra o passar das eras junto à evolução musical, ao som de “O tempo não para” com a intenção de frisar e lembrar ao espectador de que o tempo é contínuo e tem pressa. 

A Music Cave, plataforma idealizada em meio à pandemia pelo empresário Carlos Toloi e sua filha, a atriz e cantora Gabriela Toloi, única brasileira a atuar na série britânica da BBC “Doctor Who”, tem como objetivo alçar adoradores da música, artistas independentes, trazer convidados especiais para entrevistas e claro, prezar sempre pela boa música.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP